O estado indiano de Kerala vive há dez dias as piores inundações em um século por causa das torrenciais chuvas de monção, que já deixaram cerca de 200 mortos e mais de 220 mil evacuados em acampamentos de emergências de toda a região.

Enquanto centenas de soldados das equipes de emergências tentam resgatar com cordas, helicópteros e lanchas milhares de pessoas presas pelo aumento do nível da água, o número de mortos não deixa de aumentar neste estado de cerca de 30 milhões de habitantes.

Um porta-voz da Divisão de Gestão de Desastres do Ministério de Interior indiano, subcomandante Sr. A. Shekhar, confirmou à EFE que só nas últimas 24 horas foram registradas 30 mortes, um número que ontem era de 164 para os últimos 10 dias.

Desde 1 de junho, quando a monção chegou a Kerala, morreram 319 pessoas em incidentes relacionados com as precipitações, como deslizamentos de terra e desabamentos, precisou a fonte, que não pôde oferecer um número acumulado dos últimos dez dias.

Nos últimos três meses, cerca de 724 mil pessoas foram amparadas em algum acampamentos de emergência construídos pelas autoridades nos 14 distritos da região e outras 33.179 foram evacuadas pelas equipes de resgate, de acordo com Shekhar.

Segundo informou no Twitter o escritório do primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, nos trabalhos de resgate participam 1,3 mil soldados da Força Nacional de Resposta a Desastres (NDRF, em inglês), 435 embarcações e cinco companhias de guardas de fronteiras e outros corpos indianos.

Além disso, estão desdobradas as Forças Armadas.

Concretamente, o Exército enviou a Kerala 790 soldados, enquanto a Marinha e a Guarda Costeira desdobraram 82 e 42 equipes, respectivamente, e foram mobilizados 38 helicópteros para as operações de resgate e outras 20 aeronaves para a distribuição e transferência de materiais.

Imagens divulgadas pelas diferentes agências que participam do resgate mostram pessoas sendo evacuadas em helicóptero desde casas submersas e famílias que são tiradas de lancha por ruas nas quais a água chega até a cintura.

Prakash Elamakkara / EPA

As autoridades também estão repartindo alimentos e produtos básicos com a ajuda de pequenos botes.

O aeroporto internacional de Cochin, capital regional, assim como os serviços de trem e metrô, estão suspensos desde que há vários dias as chuvas aumentaram. Quase todos os distritos estão em “alerta vermelho” e o Departamento Meteorológico advertiu que as fortes chuvas previstas nessas zonas podem seguir causando danos.

O primeiro-ministro indiano visitou hoje o estado sulista, onde se reuniu com as autoridades locais e realizou uma inspeção aérea para avaliar os danos causados pelo desastre.

“Em reunião organizada para analisar a situação das inundações no estado, o chefe do Governo regional, Pinarayi Vijayan, informou ao primeiro-ministro, Narendra Modi, que o estado sofreu perdas no valor de 195,1 bilhões de rupias (cerca de US$ 2,8 bilhões)”, informou o escritório de Vijayan em sua conta do Twitter.

Durante a visita, Modi anunciou uma doação de cerca de US$ 71 milhões para ajudar a lidar com as graves inundações associadas à época de monção, segundo o escritório do chefe de Governo de Kerala.

Os deslizamentos de terra e as inundações são frequentes na época de monção no sul da Ásia, onde a cada ano, além de vítimas, ocorrem grandes danos materiais.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Netflix vai permitir reprodução de filmes e séries parcialmente baixados

Já faz um bom tempo que a Netflix liberou a função de baixar filmes e séries para ver offline e, agora, parece que a empresa trabalha em uma maneira de liberar a reprodução antes mesmo …

China revela 1ª apresentadora virtual desenvolvida por inteligência artificial e tecnologia 3D

Apresentada recentemente pela agência estatal chinesa Xinhua, a primeira apresentadora digital, feita com tecnologia 3D e inteligência artificial do mundo já está trabalhando. Batizada de Xin Xiaowei, a âncora humanoide replica à perfeição a aparência, feições, …

Esta massiva galáxia antiga não deveria existir, de acordo com astrônomos

Uma galáxia massiva similar à Via Láctea desafia a compreensão da formação de galáxias por astrofísicos. Estudo publicado na Nature revela que o sistema surgiu 1,5 bilhões de anos após o Big Bang, sendo o …

Pela 1ª vez, Twitter alerta para fake news em posts de Trump

Rede social marcou dois tuítes do presidente americano com sugestão para que usuários chequem os fatos, apontando que alegações "não têm fundamento". Em reação, Trump acusou plataforma de interferir em eleições. A rede social Twitter colocou, …

Arqueólogos creem ter solucionado mistério de pinturas rupestres aborígenes

Equipe de arqueólogos australianos descobriu raros exemplares de arte rupestre detalhada e em pequena escala com recurso a estênceis, em um abrigo rochoso do povo aborígene Marra. O achado teve lugar em uma caverna que servia …

Costa Rica realiza primeiro casamento homoafetivo da América Central e celebra avanço social

Duas mulheres se casaram na manhã desta terça-feira na Costa Rica, que se tornou o primeiro país da América Central a legalizar o casamento entre pessoas homoafetivas. A pandemia de coronavírus restringiu as comemorações. …

Novo coronavírus não se propaga facilmente pelo contato com superfícies e objetos

Nós sabíamos que o novo coronavírus poderia sobreviver em superfícies por determinados períodos de tempo, e que há detergentes especiais para o manterem longe, mas essa não era a principal forma de transmissão. Agora o Centro …

Sistema do Twitter falha em rotular mensagens falsas

Com o propósito de ajudar seus usuários a não serem vítimas da desinformação sobre a pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2), o Twitter investiu em mecanismos com base na inteligência artificial para rotular postagens falsas e …

EUA antecipam veto a entrada de estrangeiros que passaram pelo Brasil

Restrição passa a valer às 23h59 desta terça-feira, dois dias antes do anteriormente anunciado. Medida atinge cidadãos não americanos que estiveram em território brasileiro nos últimos 14 dias, salvo algumas exceções. O governo dos Estados Unidos …

Coronavírus: por precaução, OMS suspende ensaios clínicos com hidroxicloroquina

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou, nesta segunda-feira, que suspendeu "temporariamente" os ensaios clínicos com hidroxicloroquina que realiza com parceiros em diversos países, por medida de precaução. A decisão segue a publicação na sexta-feira …