O Japão quer que o mundo inverta os nomes dos japoneses

O Japão quer assemelhar-se às demais potências asiáticas e fazer com que nomes japoneses sejam escritos com o sobrenome à frente do nome de batismo — e não depois, como nos países ocidentais, afirmou o chanceler do país, Taro Kono.

Na língua japonesa, assim como em outros idiomas orientais, é comum que o sobrenome seja dito antes do nome de batismo. No entanto, segundo o jornal Japan News, no século 19, em meio à crescente influência da cultura ocidental no país, essa ordem foi mudada na escrita de nomes japoneses em línguas estrangeiras.

O debate de voltar à ordem sobrenome-nome existe há décadas e agora é revivido por Taro Kono (ou melhor, Kono Taro?).

“Planejo pedir às organizações de imprensa estrangeira que façam isso (escrevam sobrenomes antes dos nomes)”, afirmou o chanceler a jornalistas. “Veículos nacionais de imprensa que tenham serviços em inglês também devem considerar a questão.”

Com a mudança, o premiê japonês Shinzo Abe passaria a ser chamado de Abe Shinzo. É a mesma lógica de nomes de outros líderes asiáticos, como Xi Jinping (presidente da China) e Kim Jong-il (líder norte-coreano), em que o sobrenome é dito e escrito antes.

Japão sob holofotes

Kono afirmou que seu ministério pretende considerar a mudança também em documentos oficiais, como passaportes. Agregou ainda que, com ascensão, em 1º de maio, do imperador Naruhito e a aproximação de elementos internacionais agendados no Japão — em junho, o país sediará a cúpula do G20 e, no ano que vem, a Olimpíada de Tóquio, tornam o momento adequado para pleitear a mudança na ordem dos nomes.

Análise feita pelo jornal britânico The Guardian aponta que a medida parece ser uma tentativa de o governo demonstrar mais confiança na cultura e na história do país, no momento em que ele estará sob os holofotes globais.

Kono também declarou que tem o apoio de outros órgãos do governo, já que o ministro da Educação, Masahiko Shibayama, também pediu que agências oficiais retomem a prática de colocar o sobrenome na frente do nome.

Já o porta-voz do governo, Yoshihide Suga, foi mais cauteloso, dizendo a repórteres que “vários fatores precisam ser levados em conta (para essa mudança), inclusive as convenções“.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Oxford testa ivermectina como possível tratamento contra covid-19

Universidade quer verificar se medicamento antiparasitário pode trazer benefícios a infectados pelo coronavírus e evitar hospitalizações. Remédio é defendido por Bolsonaro como parte do chamado tratamento precoce. A Universidade de Oxford, no Reino Unido, afirmou nesta …

Aquecimento global fará milhões de vítimas, diz texto da ONU

Dezenas de milhões de pessoas deverão sofrer de fome, seca e doenças nas próximas décadas devido às mudanças climáticas, segundo rascunho de relatório de 4 mil páginas preparado por painel de especialistas. As mudanças climáticas irão …

Blocos flutuantes podem indicar que Vênus está geologicamente ativo

Uma equipe internacional de cientistas descobriu que a superfície de Vênus possui um manto gelatinoso, com pedaços sólidos de crosta flutuando e se movimentando como blocos de gelo. Para os especialistas, esta atividade fornece possíveis indicações …

Fábrica russa eliminará deficiências na produção da Sputnik V de acordo com recomendações da OMS

Em resultado de inspeções efetuadas na Rússia, o grupo de especialistas da Organização Mundial da Saúde fez várias observações sobre a fabricação da vacina Sputnik V. Estas são ligadas principalmente à proteção do meio ambiente …

Brasil ultrapassa Índia e volta a ser líder mundial em mortes diárias por coronavírus

Em meio ao avanço da terceira onda da pandemia, o Brasil ultrapassou a Índia e voltou à liderança do número de mortes diárias por covid-19 registradas, em média. São mais de 2.000 óbitos registrados por …

Rajadas rápidas de rádio ajudarão a mapear distribuição de matéria no universo

O novo levantamento dos dados coletados pelo radiotelescópio CHIME (Canadian Hydrogen Intensity Mapping Experiment) resultou em mais de 500 rajadas rápidas de rádio devidamente catalogadas, todas feitas durante o primeiro ano de atuação do telescópio. Agora, …

Lider da UE chama lei húngara anti-LGBT de vergonha

Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, afirma que vai usar poderes de que dispõe para garantir direitos de todos os cidadãos do bloco. Países pediram à UE que agisse. A presidente da Comissão Europeia, …

Apesar de ter vacinado mais da metade da população, Israel teme 2ª onda de Covid

O primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, alertou nesta terça-feira que o país pode enfrentar uma nova onda de coronavírus. Segundo ele, o aumento do número de doentes, causado pela chegada da variante Delta, “importada” por …

Cientistas resolvem enigma de esculturas de pedra de 3.200 anos da Turquia

Um recente estudo permitiu descobrir finalmente o significado e a função dos relevos em pedra criados há 3.200 anos no santuário de Yazilikaya, na Turquia, após 200 anos de conjeturas. No século XIII a.C., a alguns …

EUA não devem esperar retomada do diálogo com Pyongyang, diz irmã de Kim Jong-un

As expectativas de retomada do diálogo entre os EUA e a Coreia do Norte são erradas, podendo levar a uma "decepção ainda maior", declarou a irmã do líder norte-coreano. Na terça-feira (22), Kim Yo Jong, alta …