Empresa diminui jornada de trabalho para 4 dias na Nova Zelândia; salário continua o mesmo

Os trabalhadores da Perpetual Guardian trabalham apenas quatro dias por semana e recebem o mesmo salário. A empresa neozelandesa decidiu fazer a experiência e os resultados não poderiam ser melhores.

Mantendo o mesmo salário e sem necessidade de fazerem horas extras, os funcionários da empresa Perpetual Guardian, na Nova Zelândia, puderam tirar um dia de folga por semana. A experiência foi realizada durante oito semanas e revelou ser um autêntico sucesso.

A empresa gerou o mesmo, mas com menos um dia de trabalho, fazendo com que a produtividade aumentasse, assim como os níveis de motivação dos funcionários. O diretor da empresa afirmou que os resultados foram “empolgantes”, destacando um maior equilíbrio entre a vida profissional e a vida familiar.

Andrew Barnes, fundador e diretor da Perpetual Guardian, é o responsável pela ideia de implementar a semana de apenas quatro dias de trabalho. E não se arrepende! Em entrevista à Radio Live, o diretor revelou ainda que a ligação entre os funcionários da empresa aumentou significativamente. “As pessoas ficaram mais confortáveis com a organização da empresa”, declarou.

No entanto, a existência de um dia de folga extra existe um maior empenho por parte dos trabalhadores para que os níveis de produtividade se mantenham inalterados. “Nós não reduzimos o número de horas de trabalho contratualizadas, mas o que dissemos foi: ‘se não mantêm a produtividade, retiramos o presente’”, explicou Barnes.

Segundo o Diário de Notícias, os 240 trabalhadores da empresa neozelandesa mantiveram a produtividade e, inacreditavelmente, os níveis de estresse diminuíram.

Ainda assim, os funcionários precisaram de um período de adaptação. Segundo o diretor, tiveram que se ajustar a nova realidade, que começou a ser testada em março deste ano. Apesar da regalia, Barnes deixa claro que “isso é um presente, e não um direito”.

Se me dão a produtividade que eu quero eu dou um dia de folga. É respeito mútuo”, afirmou, aconselhando todas as empresas do país a seguirem o exemplo de modelo de trabalho.

As oito semanas da experiência foram analisadas por acadêmicos da Universidade de Auckland. Através de várias entrevistas e análises, os especialistas chegaram à conclusão que a semana de quatro dias de trabalho não teve qualquer efeito negativo na produtividade da empresa… pelo contrário!

Ao The Guardian, Helen Delaney, professora da Escola de Negócios da Universidade de Auckland, disse que os funcionários “projetaram uma série de inovações e iniciativas para trabalhar de uma forma mais eficiente e produtiva, desde automatizar processos manuais ou eliminar o uso da internet não relacionado com o trabalho”.

Antes da experiência revolucionária, 54% dos funcionários afirmaram que conseguiram equilibrar a vida profissional com a vida familiar. Mas o número aumentou para 78% após as oito semanas. Além disso, o nível de estresse diminuiu 7% e a satisfação com a vida subiu 5%.

Por enquanto, a semana de quatro dias de trabalho não é permanente na empresa, mas Barnes já trabalha nesse sentido. O diretor da Perpetual GUardian vai enviar à administração recomendações para que o modelo de trabalho não seja extinto e se torne comum na companhia.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Astrônomos continuam encontrando inexplicáveis anéis circulares misteriosos no céu

Nos últimos anos, astrônomos avistaram vários objetos de rádio gigantescos e quase perfeitamente circulares no universo distante. Embora ninguém tenha uma explicação para essas entidades misteriosas ainda, uma equipe adicionou recentemente outra ao seu catálogo, …

Conflito tem seu dia mais sangrento em Gaza

Bombardeios israelenses deixam pelo menos 42 palestinos mortos e elevam total de vítimas a 188. Netanyahu diz que ataques continuarão. Sem um cessar-fogo à vista, o atual conflito entre Israel e Hamas teve neste domingo (16/05) …

Apple é acusada de enganar usuários através de aplicativos fraudulentos na App Store

A Apple segue batendo recordes financeiros. No entanto, escândalos um atrás do outro aumentam a preocupação em torno da App Store. Após chamar a atenção internacional com as recentes revelações sobre a existência de cassinos ocultos …

Chile escolhe representantes para elaborar nova Constituição

O domingo foi o último dia de votação no Chile para a escolha dos redatores da nova Constituição do país. Os 155 representantes eleitos terão a tarefa de mudar o texto herdado da ditadura. …

China consegue pousar veículo não tripulado em Marte

A China conseguiu neste sábado pousar um veículo autônomo não tripulado em Marte. A fase final da operação Tianwen-1 aconteceu sem falhas, informou a TV estatal chinesa, que transmitiu um programa especial chamado Alo …

Lewandowski permite que Pazuello fique em silêncio na CPI

Ex-ministro da Saúde será obrigado a comparecer ao depoimento, mas não precisará responder perguntas que possam incriminá-lo. No entanto, será obrigado a falar a verdade em fatos e questões relacionados a terceiros. O ministro do Supremo …

Como o coronavírus afeta o fígado

O SARS-CoV-2, vírus causador da covid-19, mudou completamente a cara do mundo que conhecíamos até então. Ele afetou praticamente todos os aspectos da vida cotidiana e causou mudanças substanciais nas ciências da saúde e, portanto, na …

'Síndrome de Havana': lesão cerebral atinge ao menos 130 diplomatas e oficiais americanos, dizem EUA

Diplomatas, agentes da CIA e oficiais de defesa dos EUA relataram sintomas graves da perturbação conhecida como "síndrome de Havana" nas últimas semanas. O elevado número de casos causa espanto. Nas últimas semanas, foram relatados mais …

RJ comunica 1º caso de raiva em cachorro em quase três décadas

Pela primeira vez desde 1995, o Laboratório Municipal de Saúde Pública (Lasp) do Rio de Janeiro diagnosticou um caso de raiva animal. A descoberta parte do resultado de perícia no corpo de um cão morto …

O que dizem cientistas sobre isenção de máscaras para vacinados nos EUA

Os Estados Unidos anunciaram nesta quinta-feira (13/05) o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção na maioria das situações para pessoas que já foram completamente vacinadas contra a covid-19. Segundo a nova orientação do …