Jovem é queimada viva após denunciar abuso sexual em Bangladesh

(dr)

Nusrat Jahan Rafi

A polícia de Bangladesh anunciou nesta sexta-feira (19) que uma estudante foi queimada viva na semana passada após ter denunciado um abuso sexual em sua escola. O caso causou forte comoção e provocou protestos em todo o país.

A bengalesa Nusrat Jahan Rafi, de 19 anos, prestou queixa na polícia no final de março após ter sido vítima de uma agressão sexual por parte do diretor do seminário islâmico onde estudava. “Não é nada grave”, foi a reação do policial que registrou o depoimento da jovem.

Nos dias seguintes, a garota passou a ser pressionada pelo diretor, que exigia que ela retirasse a queixa. “Ele me tocou”, conta a garota em um vídeo no qual conta a agressão. “Vou lutar contra esse crime até meu último suspiro“, reitera Rafi nas imagens.

Alguns dias depois, a estudante foi atraída por um grupo de pessoas até o terraço de sua escola. Os cinco homens, entre os quais três colegas de classe da vítima, exigiram que ela desmentisse a acusação. Quando a garota se recusou, foi banhada em querosene e queimada. A jovem morreu no dia 10 de abril em um hospital, com queimaduras em 80% de seu corpo.

A polícia anunciou nesta sexta-feira que 17 pessoas foram presas em conexão com assassinato. “O diretor pediu para eles pressionarem Rafi a retirar a queixa ou a matá-la se ela se recusasse”, afirmou o superintendente da polícia bengalesa, Mohammad Iqbal. Segundo ele, os suspeitos amarraram a estudante com um cachecol antes de incendiá-la.

O caso de Rafi provocou forte comoção em Bangladesh. Manifestantes se reuniram na capital, Daca, nesta sexta-feira, para pedir uma investigação não apenas dos suspeitos, mas da responsabilidade da polícia no caso.

A terrível morte de uma mulher corajosa que lutou por justiça mostra até que ponto o governo do Bangladesh não cumpre suas obrigações em relação às vítimas de agressões sexuais”, afirma Meenakshi Ganguly, diretora do escritório do Sudeste Asiático da ONG Human Rights Watch.

A primeira-ministra bengalesa, Sheikh Hasina, prometeu que todas as pessoas envolvidas no assassinato serão julgadas e penalizadas. Segundo ela, os culpados “não escaparão da Justiça”.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Secularismo e tolerância a minorias predizem a prosperidade de um país

Pesquisadores da Universidade de Bristol e Universidade do Tennesse analisaram dados de quase 500 mil pessoas de 109 países e concluíram que mudanças na cultura geralmente vêm antes da melhora na riqueza, educação e democracia. Os …

Estudo: declínio de abelhas se aproxima da extinção em massa

De acordo com um novo estudo liderado por cientistas da Universidade de Ottawa (Canadá), a probabilidade de uma população de abelhas sobreviver em qualquer lugar diminuiu 30% no curso de uma geração humana. Os pesquisadores sugerem …

Pesquisador diz ter descoberto droga capaz de apagar memória ruim de separação amorosa

Um pesquisador de Montreal, no Canadá, diz ter encontrado uma maneira de acabar com o sofrimento causado por uma separação traumática — ele "edita" as memórias dolorosas usando um betabloqueador e sessões de terapia. Alain Brunet …

Documento revela que Facebook poderia ter virado uma "Wikipédia da vida privada"

Steven Levy, conhecido editor da Wired, conseguiu colocar as mãos em algo que ele talvez nunca imaginou encontrar: um diário de Mark Zuckerberg, CEO e fundador do Facebook, datado de 2006 e que mostra algumas …

Missão suicida: satélite queimará na atmosfera da Terra, mas por uma boa causa

Na próxima semana, a Agência Espacial Europeia (ESA) vai destruir um satélite, lançando-o em direção à atmosfera da Terra, só para vê-lo queimar durante a reentrada. Sim, tudo de propósito. Trata-se de um experimento muito …

Pé Grande vagueia pelo Reino Unido enquanto centenas de relatos são registrados

Apesar de a lenda do Pé Grande ser tipicamente americana, centenas de pessoas relataram ter visto a enigmática criatura em diversas localidades do Reino Unido. Se por um lado o Reino Unido é um país relativamente …

Um terço de todas as espécies de animais e plantas pode desaparecer em 50 anos

Um novo estudo da Universidade do Arizona (EUA) estimou que um terço de todas as espécies de plantas e animais do planeta pode ser extinta em até 50 anos devido aos efeitos da mudança climática. Para …

Huawei ataca governo dos EUA e lembra caso Snowden

Em comunicado publicado nesta quinta-feira (13), a Huawei voltou a se defender dos ataques feitos pelos Estados Unidos nesta semana, afirmando que, se tem alguém envolvido com espionagem internacional, esse alguém é justamente o governo …

Os efeitos políticos e religiosos do encontro entre Lula e o papa

Reunião no Vaticano vai além de troca de gentilezas entre dois líderes sul-americanos. Para especialistas, audiência tem repercussões para o ex-presidente, o PT e a própria Igreja Católica, que vive disputa de poder. A reunião entre …

Candidato de Macron à prefeitura de Paris renuncia devido a escândalo sexual

Reviravolta na campanha pelas eleições municipais em Paris a apenas um mês da votação. O candidato do partido presidencial, Benjamin Griveaux, renunciou nesta sexta-feira (14) à corrida pela prefeitura da capital. A decisão foi anunciada …