Jovens americanos se suicidam mais depois de seriado na Netflix e não sabemos por quê

(dr) Netflix

De acordo com um estudo dos Institutos Nacionais da Saúde (NIH) dos EUA, a taxa de suicídios de jovens norte-americanos aumentou em quase um terço no mês seguinte à estreia do popular seriado da Netflix “13 Reasons Why” (na versão brasileira, “Os Treze Porquês”), em 2017.

O enredo conta a história de uma adolescente que deixa para trás uma série de 13 fitas descrevendo por que ela decidiu tirar sua própria vida. Os autores disseram que o estudo tem limitações e que eles não podem estabelecer um nexo causal direto entre o seriado e o aumento das taxas de suicídio, ou excluir outros fatores.

Vale mencionar que uma pesquisa anterior descobriu que “13 Reasons Why” estava associado a um risco reduzido de lesões autoprovocadas em alguns adultos jovens. A taxa de suicídio em abril de 2017 foi 28,9% maior entre os jovens dos EUA entre 10 e 17 anos do que seria esperado com base em tendências observadas em anos anteriores.

A pesquisa descobriu que as taxas de suicídio para crianças de 10 a 17 anos também foram maiores no resto do ano, resultando em um adicional estimado de 195 mortes por suicídio de abril a dezembro de 2017 versus expectativas baseadas em anos anteriores. O aumento foi impulsionado principalmente por jovens rapazes.

Um porta-voz da Netflix disse que a empresa havia acabado de ver o estudo e estava revisando-o. “É um tópico extremamente importante e temos trabalhado duro para garantir que lidamos com essa questão delicada com responsabilidade”, disse.

O porta-voz também afirmou que a pesquisa está em conflito com uma descoberta recente de uma equipe da Universidade da Pensilvânia (EUA). Nesse estudo com jovens de 18 a 29 anos, os cientistas descobriram que os estudantes que assistiram toda a segunda temporada de “13 Reasons Why” eram menos propensos a relatar pensamentos suicidas do que aqueles que não assistiram à série.

O último episódio da primeira temporada mostrou a protagonista cortando seus pulsos em uma banheira. A cena gráfica causou uma reação entre pais e profissionais de saúde, o que levou a plataforma Netflix a colocar avisos adicionais aos espectadores e direcioná-los a grupos de apoio em 2017. Uma segunda temporada foi lançada em maio de 2018 e uma terceira já foi encomendada pela companhia.

O presidente-executivo Reed Hastings defendeu a renovação da terceira temporada em uma reunião de acionistas em junho de 2018. “’13 Reasons Why’ foi muito popular e bem-sucedida. É um conteúdo envolvente. É controverso. Mas ninguém tem que assistir”, argumentou.

Os pesquisadores apoiados pelo NIH disseram que suas descobertas “devem servir como um lembrete para se estar atento aos possíveis impactos não intencionais da representação do suicídio e como um apelo à indústria do entretenimento e à mídia para que usem as melhores práticas ao se envolver com esse tópico”.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Coronavírus na Coreia do Norte: Kim Jong-un declara 'sucesso brilhante' no combate à pandemia e zero casos

O líder norte-coreano Kim Jong-un elogiou o "sucesso brilhante" de seu país ao enfrentar a pandemia de covid-19, segundo a agência de notícias estatal KCNA. Falando em uma reunião do Politburo, Kim disse que o …

Bolsonaro veta uso obrigatório de máscaras em comércio, templos e repartições públicas

Presidente alegou que uso de máscaras em locais fechados pode ser classificado como "violação de domicílio" e vetou trecho que obrigava o poder público a fornecer máscaras para a população mais pobre. O presidente Jair Bolsonaro …

Novos hábitos devem fazer parte da vida das sociedades no pós-pandemia, dizem especialistas

Enquanto a vacina que poderá conter a disseminação do novo coronavírus não sai, o mundo seguirá lavando as mãos. exaustivamente, abusando do álcool gel (ou de desinfetantes poderosos), caprichando na limpeza de tudo o …

Coroas de buracos negros supermassivos podem ser fonte de "partículas fantasmas"

Nas profundezas do gelo antártico, estão enterrados mais de 5.000 sensores de luz, que fazem parte do Observatório IceCube, um detector de neutrinos. Em 2018, este observatório recebeu a atenção da comunidade científica de todo …

Partícula exótica nunca vista antes é descoberta no CERN

Cientistas trabalhando no Grande Colisor de Hádrons (LHC) observaram uma partícula exótica composta de quatro quarks charm. Essa é provavelmente a primeira descoberta de uma classe de partículas jamais observada pelos físicos. O quark é uma …

Lava Jato denuncia José Serra por lavagem de dinheiro

Ministério Público Federal acusa senador de ter recebido pagamentos indevidos da Odebrecht através de contas no exterior. Verônica Serra, filha do político, também é denunciada. A força-tarefa da Operação Lava-Jato em São Paulo denunciou nesta sexta-feira …

'Morra quem morrer', diz prefeito na Bahia ao decretar reabertura do comércio

O prefeito da cidade de Itabuna (BH), Fernando Gomes, declarou em vídeo divulgado nas redes sociais que autorizará reabertura de estabelecimentos comerciais em 9 de julho. Ao anunciar a implementação do decreto que autorizará reabertura do …

Édouard Philippe, premiê francês, pede demissão e deixa cargo após três anos

O primeiro-ministro francês, Édouard Philippe, apresentou sua demissão nesta sexta-feira (3) ao presidente Emmanuel Macron, que aceitou o pedido. O anúncio foi feito nesta manhã pela assessoria do palácio do Eliseu, a sede da …

Crânio achado em tumba submarina revela aparência de homem da Idade da Pedra

Oscar Nilsson, um artista forense sueco, reconstruiu virtualmente a aparência de um homem da Idade da Pedra, cujo crânio sem mandíbula foi encontrado em uma estaca dentro de uma tumba submarina de aproximadamente oito mil …

Alemanha quer eliminar extremismo de direita de tropa de elite

Com reforma, Ministério da Defesa alemão pretende "apertar o botão de reset" no KSK, unidade de elite das Forças Armadas abalada por escândalos sobre envolvimento de seus membros com extremismo de direita. A ministra alemã da …