Lula reconhece erros e afirma que eleitorado de Dilma em 2014 “se sentiu traído”

Antonio Cruz / Agência Brasil

Dilma Rousseff e Lula da Silva

Em plena campanha para voltar ao Planalto em 2018, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tentou explicar, em entrevista ao jornal espanhol El Mundo, as razões do colapso econômico brasileiro.

Para ele, o rompimento da confiança no Brasil começou com as manifestações de 2013 e se agravou em 2015, quando sua sucessora, Dilma Rousseff (PT), “anunciou o ajuste fiscal e traiu o eleitorado que a elegeu em 2014 com a promessa de manutenção dos gastos”*.

Este teria sido o segundo principal erro do governo petista. O maior, avalia Lula, foi “exagerar nas políticas de desoneração das grandes empresas”. “O Estado deixou de arrecadar para devolver aos empresários e em 2014 saía mais dinheiro do entrava”, apontou.

Na entrevista, o ex-presidente foi questionado se estava arrependido de não ter disputado o pleito de 2014 no lugar de Dilma. Lula diz que não é “o tipo de pessoa que se arrepende”, mas que foi “leal” à democracia e a Dilma, e que reconhecia o direito que ela tinha de ser reeleita.

“Mas eu pensei nisso muitas vezes e sei que ela também”, afirmou.

Ainda na sua argumentação sobre a perda de credibilidade brasileira, o petista comparou o penúltimo ano de sua sucessora com 1999, primeiro ano do segundo mandato do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Disse que a diferença principal não estava no governo, mas na Câmara. Enquanto FHC teve a seu lado o presidente da Casa, o hoje presidente da República Michel Temer (PMDB), Dilma Rousseff contou com a oposição de Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Lula disse ainda que se candidata à Presidência aos 72 anos “porque há muita gente que sabe governar, mas não há ninguém que saiba cuidar do povo mais necessitado” como ele. “Conheço suas entranhas, como vivem, o que necessitam”, avaliou.

Sobre a hipótese de ser condenado em segunda instância e ficar de fora das eleições, afirma que “ninguém é imprescindível” e que existem “milhares de Lulas”.

Política externa

O ex-presidente brasileiro respondeu a algumas questões relacionadas a política mundial. Questionado se estava mais próximo do “populismo latino-americano” ou da “social-democracia europeia”, disse respeitar a segunda, mas considerou que, no Brasil, “nós construímos o Estado a nossa maneira, nem melhor, nem pior”.

O ex-presidente ainda questionou a definição de populismo: “O que é ser populista? É falar a língua do povo e defendê-lo?”.

O petista negou que dê “apoio incondicional” ao presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, mas defendeu a posição de que os habitantes do país devem resolver a crise política “entre eles”, sem “ingerência externa”.

Lula, que já foi chamado de “o cara” pelo ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama, disse que preferia não analisar pessoas a ser questionado sobre Donald Trump. No entanto, não se conteve em afirmar que “não é possível governar o mundo pelo Twitter”.

Ele ainda comentou a crise vivida pela Espanha durante a movimentação do governo da Catalunha por independência.

O ex-presidente disse “entender que o nacionalismo catalão tem uma história antiga”, e admitiu que prefere “uma Espanha unida”. O petista também recomendou ao rei Felipe VI que não tome partido e que o papel do monarca deveria ser “o de um mediador”.

ATUALIZAÇÃO – 24/10/2017:
*O jornal El Mundo, depois da repercussão da notícia, reescreveu a frase, informando que o ex-presidente Lula teria dito que o eleitorado “se sentiu traído”, e não que Dilma tenha traído seus eleitores.

Ciberia // GNI

COMPARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Não foram essas as palavras de Lula. Ele disse que o eleitorado “se sentiu traído” e não que “Dilma traiu o eleitorado”. Faz alguma diferença isso. Convém prestar atenção no que escreve pra evitar cair em descrédito.

  2. A falta de escrúpulos é tamanha, que justifica a declaração do próprio quando apoiava a Dilma em campanha: “Eles não sabem do que somos capazes para vencer esta eleição”.

  3. a atualização muda completamente a manchete, acho canalhice deixar uma correção pequena no fim e manter a mentira estampada na chamada.

  4. Podemos concluir que fica na história Brasileira um ex Presidente corrupto que é especialista em colocar a culpa de tudo nos outros, inclusive na esposa falecida, em quanto não sabia de nada que acontecia em sua volta, deveria ser processado por improbidade e não ficar dando conselhos a outros Governos, dizem que está na frente das pesquisa, devem ter sido feitas na terra dele, ou para quem recebe bolsa família, diga se de passagem para mim é a instituição da compra de votos.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Receita afirma que "só rico lê" e reforça preconceito de classe brasileiro

A Receita Federal deseja manter o projeto que cobra impostos sobre livros. Através da mesclagem entre PIS e Cofins, a nova CBS (Contribuição sobre bens e serviços), uma espécie de imposto sobre valor agregado, o …

Tribunal europeu dá aval a vacinação obrigatória

Corte de direitos humanos diz que medida pode ser necessária em sociedades democráticas e abre precedente no combate à covid-19. Tribunal julgava ação de famílias tchecas que se recusaram a vacinar os filhos. O Tribunal Europeu …

Covid-19: Governo chinês recompensa quem se vacina distribuindo ovos

Primeiro país afetado pela Covid-19, mas também o primeiro a se recuperar da pandemia, a China ainda encontra dificuldades para convencer sua população a se vacinar contra o coronavírus. O governo em algumas regiões …

Bloomberg revela planos de Biden de cortar orçamento do Pentágono

A administração Biden alegadamente pretende propor ao Pentágono um orçamento menor do que sob a administração Trump, reportou a agência Bloomberg citando três fontes. De acordo com agência, o orçamento será US$ 7 bilhões menor (cerca …

Cientistas revelam ameaça de grande desabamento de plataformas de gelo na Antártida

Novo estudo demonstrou que mais de um terço da área das plataformas de gelo na Antártida pode cair no mar se as temperaturas globais aumentarem em quatro graus, em comparação com o nível pré-industrial. De acordo …

“É como um lindo instrumento”: mais de 2 mil microfones desvendam o mistério o zunido dos beija-flores

O beija-flor faz um agradável zumbido quando paira na frente das flores para se alimentar. Mas só agora ficou claro como suas asas gera o som harmônico enquanto bate suas asas a impressionantes 40 vezes …

Barroso determina que presidente do Senado instale "CPI da covid"

Pedido para criar a comissão foi protocolado no início de fevereiro, mas Rodrigo Pacheco resistia. Colegiado deve apurar irregularidades e pode gerar desgaste ao governo. O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou …

Cientistas descobrem segredo do computador de mais de 2 mil anos

A Máquina de Anticítera permanecia há mais de um século como um dos grandes mistérios do planeta até março desse ano: espécie de primeiro computador da história, o mecanismo com mais de 2 mil anos …

Família real britânica: morre príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth 2ª

O príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth 2ª, morreu nesta sexta-feira (09/04) aos 99 anos, anunciou o Palácio de Buckingham. Em um comunicado, o palácio disse: "É com profunda tristeza que Sua Majestade a Rainha anunciou …

Dinamarca suspende vistos e se torna 1° país europeu a ordenar retorno de refugiados à Síria

A Dinamarca acredita que a situação na província de Damasco se encontra atualmente estabilizada e decidiu suspender as autorizações de residência temporária de várias centenas de sírios. Trata-se do primeiro país europeu a ordenar …