Maior abelha do mundo é redescoberta na Indonésia

(dr) Clay Bolt

A abelha gigante de Wallace, como o nome já indica, não é exatamente discreta

A abelha gigante de Wallace, como o nome já indica, não é exatamente discreta: quatro vezes maior que uma abelha comum, é de um tamanho de um polegar adulto. Agora, depois de ficar desaparecida por 38 anos, foi felizmente reencontrada nas Molucas Setentrionais, um arquipélago na Indonésia.

Uma equipe de biólogos norte-americanos e australianos encontrou uma única abelha da espécie, Megachile pluto, vivendo dentro de um ninho de cupins em uma árvore a mais de dois metros do solo.

Foi absolutamente deslumbrante ver esse ‘buldogue’ voador que não tínhamos mais certeza se existia”, contou Clay Bolt, fotógrafo especializado que fez as primeiras imagens da espécie viva.

“Realmente ver quão bela e grande a espécie é em vida, ouvir o som de suas asas gigantes batendo quando passou pela minha cabeça, foi simplesmente incrível”.

A fêmea desta abelha, descoberta em 1858 na ilha tropical indonésia de Bacan pelo explorador e naturalista britânico Alfred Russel, pode medir cerca de 4 centímetros de comprimento. Russel a descreveu como “um inseto grande, parecido com uma vespa preta, com imensas mandíbulas como um besouro lucano”.

Apesar de sua grande estatura, a abelha permaneceu elusiva. Até hoje, os biólogos não sabem muito sobre o ciclo de vida secreto da fêmea, que envolve a fabricação de ninhos com resina de árvore dentro de cupinzeiros arbóreos ativos.

(dr) Clay Bolt

Megachile pluto, a abelha gigante de Wallace

A espécie só foi vista novamente por cientistas em 1981, quando Adam Messer, um entomologista americano, redescobriu-a em três ilhas indonésias. Messer observou como a abelha usava suas gigantescas mandíbulas para coletar resina e madeira para seus ninhos à prova de cupins.

Equipes de busca não conseguiram encontrar a abelha novamente, mas essa última descoberta de uma única fêmea aumenta as esperanças de que as florestas da região ainda abriguem essa espécie.

O habitat da abelha na Indonésia está ameaçado pelo desmatamento maciço para a agricultura. Seu tamanho e raridade ainda a tornam um alvo para colecionadores. Não há, no momento, nenhuma proteção legal relativa ao comércio da abelha gigante de Wallace.

Robin Moore, biólogo de conservação da Global Wildlife Conservation que dirige um programa chamado The Search for Lost Species, disse: “Sabemos que divulgar essa redescoberta pode parecer um grande risco, dada a demanda, mas a realidade é que colecionadores inescrupulosos já sabem que a abelha está lá fora”.

Moore disse que é vital que os conservacionistas conscientizem o governo indonésio sobre a abelha e tomem medidas para proteger a espécie e seu habitat.

“Ao transformar a abelha em um símbolo mundialmente famoso para a conservação, estamos confiantes de que a espécie tem um futuro melhor do que se simplesmente a deixássemos ser colecionada até o esquecimento”, concluiu.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

‘Grande ameaça à saúde pública’: cientistas descobrem mutação resistente a remédio contra a malária

Pesquisadores em Ruanda identificaram uma cepa do parasita causador da malária que é resistente a medicamentos. O estudo, publicado na revista Nature, revelou que os parasitas eram capazes de resistir ao tratamento com a artemisinina, um …

Brasil, um ano no foco da crítica ambiental mundial

Em agosto de 2019, país virou pária ambiental devido a incêndios e aumento do desmatamento. Bolsonaro reagiu com agressividade e insultos. Agora, aumenta a pressão de investidores estrangeiros por uma mudança de rumo. Foi uma catástrofe …

Com medo da Covid-19, Venezuela discrimina venezuelanos que voltam ao país

Várias medidas vêm sendo aplicadas na Venezuela para conter a Covid-19. Um estádio foi transformado em hospital de campanha, blocos de concreto foram colocados nas vias, festas estão proibidas e há um canal de …

Centro Gamalei, desenvolvedor de vacina russa, explica como funciona e se há riscos para o paciente

O diretor do Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamalei falou sobre os testes da vacina, que será registrada oficialmente na quarta-feira (12). As partículas do coronavírus na vacina da COVID-19 não podem prejudicar …

Mistura inusitada de amônia e água cria raios superficiais e granizos em Júpiter

Júpiter, o maior gigante gasoso do Sistema Solar, é um lugar coberto por tempestades estranhas. O que os cientistas ainda não sabiam é que no meio dessas tormentas, existem raios de natureza bem diferente dos …

Emocionante avanço da teoria para a realidade: bizarro efeito quântico é observado

No núcleo toda estrela anã branca — o denso resto de uma estrela que queimou todo seu combustível — existe um fenômeno quântico enigmático: enquanto ganha massa ela reduz de tamanho chegando a um ponto …

Estudo prevê 300 mil mortes por covid até fim do ano nos EUA

Pesquisadores da Universidade de Washington pintam cenário sombrio caso restrições não sejam respeitadas. Enquanto primeiros epicentros registram queda, outros estados americanos divulgam taxas de infecções recordes. A epidemia de covid-19 deve matar aproximadamente 300 mil americanos …

Coronavírus: Exportações devem cair mais de 20% na América Latina, diz ONU

As exportações da América Latina e do Caribe podem cair mais de 20% em 2020 devido às consequências da pandemia do coronavírus, que também terá um impacto negativo nas importações, disse uma agência da …

O que é nitrato de amônio, que pode provocar explosões como a de Beirute?

A recente tragédia no país árabe trouxe de novo à tona preocupações sobre o armazenamento do perigoso material, tornando necessário saber como esses incidentes ocorrem para os prevenir. A explosão de nitrato de amônio em Beirute, …

Astrônomos descobrem nuvens gigantes "escondidas" em Vênus há 35 anos

Uma equipe de astrônomos encontrou nuvens venenosas, com gotas de ácido sulfúrico em sua formação, em meio à densa atmosfera de Vênus. Curiosamente, essas nuvens já estavam presente na atmosfera venusiana há pelo menos 35 anos, …