Inundações no norte da Europa deixam mais de 100 mortos e 1.300 desaparecidos

Luis Forra / EPA

As inundações provocadas pelas chuvas torrenciais dos últimos dias no norte da Europa já deixaram quase cem mortos. No oeste da Alemanha, o país mais afetado pelas enchentes, pelo menos 93 pessoas morreram e cerca de 1.300 estão desaparecidas.

Os estados de Renânia do Norte-Vestfália e Renânia-Palatinado, no oeste da Alemanha, são os mais atingidos pelas inundações. Essa é a pior catástratofe natural vivida pelo país nos últimos 20 anos. As autoridades estão sem notícias de 1.300 moradores da região vinícola de Ahrweiler, ao sul de Colônia, como se um tsunami tivesse passado pelo local.

Em Euskirchen e Erftstadt-Blessem, casas inteiras desabaram na manhã desta sexta-feira (16). Em imagens divulgadas pelas autoridades desta região, uma cratera pode ser vista, sob um mar de lama e entulho.

Jamais vi uma coisa parecida com isso em toda a minha vida. É um rio de lama em fúria”, afirmou Winfried Köller à TV local WDR. Ele foi socorrido em Hagen, depois de ter ficado trancado dentro de seu carro.

A polícia local e bombeiros pedem a familiares que enviem vídeos com imagens das residências e dos desaparecidos para ajudar nas operações de busca. No entanto, a rede de telefonia celular está cortada em vários setores, o que dificulta os trabalhos de resgate.

“Estamos recebendo ligações de muitas casas, mas não estamos dando conta de enviar ajuda”, explicam as autoridades locais. O balanço de vítimas deve aumentar após esses desabamentos. “Muitas pessoas estão desaparecidas e vários óbitos foram confirmados”, declarou uma porta-voz da prefeitura de Erftstadt-Blessem.

Estradas bloqueadas

Pacientes e idosos foram retirados preventivamente de hospitais e casas de repouso. Os transportes ferroviário, rodoviário e fluvial também estão prejudicados. Os socorristas têm dificuldades para acessar vários locais atingidos porque diversas estradas estão bloqueadas.

A Alemanha registrava, até a manhã desta sexta-feira, 93 mortos. “Temo que vejamos a catástrofe se estender nos próximos dias”, afirmou a chanceler alemã, Angela Merkel, em Washington, onde realiza uma visita oficial.

O oeste do país receia ser palco de novas enchentes nesta sexta-feira. Perto da fronteira com a Bélgica, a barragem de Rurtalsperre está prestes a ceder.

“É uma catástrofe única e sem precedentes“, afirma Gerd Landsberg, diretor de uma associação municipal de Ahrweiler. “Avaliando os estragos, milhares de euros estão em jogo”, reiterou.

12 mortos na Bélgica

Na Bélgica, que também é palco de chuvas torrenciais e inundações, o balanço de mortos subiu para 12 vítimas fatais e pelo menos cinco desaparecidos. Cerca de 21 mil domicílios estão sem eletricidade.

A região da Valônia, onde se fala francês, foi particularmente castigada pelas precipitações e rios que saíram do leito. A França enviou bombeiros para ajudar no resgate das vítimas.

Os moradores do centro de Liège, quarta maior cidade da Bélgica, tiveram que ser retirados do local depois que o rio Meuse transbordou e inundou bairros inteiros. Viviers e a cidade termal de Spa ficaram sob as águas.

Os vizinhos Países Baixos e Luxemburgo também sofrem com as chuvas e, até o momento, registram danos materiais.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Não vacinados ameaçam combate à covid nos EUA

Em meio à disseminação de teorias da conspiração e a uma alta das infecções pelo coronavírus entre não vacinados, autoridades de saúde dos EUA lutam para convencer mais pessoas a se imunizarem contra a covid-19. Em …

Helicóptero da NASA estabelece novo recorde durante seu 10º voo em Marte

Neste sábado (24) o pequeno helicóptero da NASA em Marte, Ingenuity, conseguiu ultrapassar a marca de 1,6 km de distância percorrida acumulada após sobrevoar uma região rochosa na cratera Jezero. No sábado, o helicóptero robótico completou …

A curiosa rejeição de parte dos franceses ao passaporte sanitário na pandemia

No país onde o debate é uma espécie de esporte nacional, qualquer imposição verticalizada do governo pode ser considerada um acinte. Desde a Revolução, os franceses alimentam uma espécie de ojeriza ao compulsório que …

Astrônomo amador descobre nova lua na órbita de Júpiter

O corpo celeste recebeu o nome provisório de EJc0061 e mais provável é que seja um novo membro do grupo Carme, que orbita o planeta junto a outras 78 luas. O estudante Kai Ly se tornou …

Microsoft diz que 70% dos brasileiros já foram alvos do golpe de suporte técnico

Imagine estar navegando pela internet e se deparar com uma janela afirmando que há algo de errado com sua instalação do Windows. Ao clicar, você consegue entrar em contato com um técnico, que dá instruções …

Orçamento recorde não salva Jogos Olímpicos de Tóquio do desânimo causado pela Covid-19

Os jornais franceses desta detalharam o desafio dos organizadores dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, que começaram oficialmente nesta sexta-feira (23) sob a ameaça da Covid-19 e uma impopularidade recorde no Japão. Para a imprensa …

Comunidade LGBTQ da Hungria teme repressão e perseguições

Nos últimos meses, Boldizsár Nagy teve que lidar com situações que nunca imaginara. Por muito tempo, ele foi um jornalista e editor de livros infantis desconhecido, "ninguém especial", em suas próprias palavras. Quando, em 2020, ele …

68 anos! Conheça a história do homem com a maior crise de soluço do mundo

Você provavelmente já teve soluços ao longo da vida, certo? Alguns minutos de soluço são suficientes para deixar qualquer um emburrado. Mas já pensou soluçar por nada menos que 68 anos seguidos? Pois foi isso …

Mesmo após crise gerada por pandemia, Brasil terá 10 milhões de desempregados, dizem economistas

Com a aceleração da vacinação na maior parte do país, os brasileiros já começam a vislumbrar uma luz no fim do túnel da pandemia do coronavírus. Diante da perspectiva de gradual volta à normalidade, espera-se …

Pentágono confirma que 7 colombianos presos no Haiti passaram por treinamento militar nos EUA

Pentágono revelou que sete dos ex-militares colombianos acusados de assassinar o presidente haitiano Jovenel Moïse receberam treinamento nos EUA enquanto estavam no serviço militar colombiano. Além disso, os militares participaram de um programa de elite do …