Maratonas de séries ou filmes contribuem para o aquecimento global, diz estudo

Dois estudos publicados nos Estados Unidos vieram para mostrar um lado que pouca gente pensa sobre o mundo do streaming de conteúdo: a poluição gerada.

E, de acordo com os pesquisadores, a atividade pode parecer mais verde, mas é só aparência mesmo, com um dos relatórios projetando um aumento de 0,3% nas emissões de carbono por conta das atividades, um total que só deve dobrar ao longo dos próximos anos.

A conclusão é de um estudo publicado na revista científica Nature, que associa a necessidade cada vez maior de data centers e sistemas de transmissão a um aumento na poluição gerada pela indústria da tecnologia.

E enquanto nomes como Google, Apple e Facebook trabalham para se tornarem sustentáveis, o mesmo não pode ser dito das companhias de streaming de conteúdo, que não fazem esforços nesse sentido ou não caminham nele em velocidade equivalente às suas necessidades energéticas.

Um segundo estudo segue nesse mesmo sentido e afirma com veemência que o consumo de conteúdo por streaming pode até parecer mais limpo do que a velha atividade de ir à locadora, mas essa é apenas uma sensação.

De acordo com a consultoria Shift Project, meia hora de seriado ou filme equivale a um passeio de carro de 6,2 quilômetros, distância, inclusive, maior do que a costumeira para chegar a um velho estabelecimento do tipo nas grandes cidades.

De acordo com a pesquisa, o mercado global de streaming gerou, em 2018, a mesma quantidade de emissões de carbono do que toda a Espanha. A Shift Project prevê esse total dobrando, também, nos próximos anos, na medida em que mais plataformas são lançadas, usuários assinam os serviços e mais shows são disponibilizados ao público.

O Greenpeace concorda com essa noção e aponta o aumento nas resoluções e na qualidade como um fator a ser considerado. Arquivos maiores exigem mais espaço, com data centers em expansão e, logicamente, maior gasto de energia. Novamente, a conta não fecha, com o crescimento das infraestruturas nem de longe acompanhando a popularização da energia limpa ou das iniciativas sustentáveis.

Estimativas do próprio mercado da tecnologia desenham esse cenário. De acordo com a Huawei, por exemplo, 4% de toda a eletricidade gerada no mundo será consumida pelos data centers até 2030, enquanto, já em 2022, 80% de todo o tráfego de internet será composto por conteúdos via streaming.

Novamente, é uma conta que não parece fechar direito, principalmente quando se leva em conta que, em casa, o aumento no consumo de televisores de tela plana e resoluções 4K também levaram a um incremento de 30% na utilização de energia.

O Greenpeace, porém, sabe que pedir uma redução no uso do streaming não é adequado, portanto, volta seu foco para as empresas. A ideia é trabalhar em iniciativas para garantir que as plataformas de streaming passem a usar energia sustentável e contribuam para projetos dessa categoria, de forma a reduzir seu impacto poluente no meio ambiente.

A organização pede que os usuários façam o mesmo e deem preferência a plataformas que já funcionam em ambientes dessa categoria.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Príncipe Andrew vira centro de escândalo sexual

O príncipe Andrew do Reino Unido comunicou nesta quarta-feira (20/11) que decidiu se afastar da vida pública após o agravamento da controvérsia em torno de seu envolvimento com o milionário americano Jeffrey Epstein, acusado de …

Brasil é o maior hub de fintech da América Latina

O Brasil é o maior país da América Latina — tanto em massa quanto em população — e ocupa uma posição influente no cenário global. Depois dos Estados Unidos, o Brasil lidera a lista do …

Entomólogo dos EUA acredita ter identificado fósseis de insetos em Marte

O entomólogo William Romoser, professor emérito da Universidade de Ohio (EUA), analisou fotos captadas por rovers da NASA em Marte e afirma ter achado nelas fósseis de insetos. Romoser analisou detalhadamente estruturas parecidas a abelhas, bem …

China se irrita com decisão americana sobre Hong Kong e convoca diplomata

Pequim convocou nesta quarta-feira (20) um diplomata do alto escalão dos Estados Unidos após a adoção na terça-feira (19), pelo Senado americano, de um texto que apoia os "direitos humanos e democracia" em Hong Kong. Os …

Porteiro que citou Bolsonaro no caso Marielle recua em novo depoimento

O porteiro que citou o presidente Jair Bolsonaro nas investigações sobre a morte da vereadora Marielle Franco e do motorista, Anderson Gomes, depôs nesta terça-feira (19/11) à Polícia Federal e recuou da versão que havia …

Anistia Internacional denuncia mais de 100 mortes em protestos no Irã

ONG relata uso de munição real contra manifestantes e diz que total de mortos pode ser ainda maior. Presidente e líder supremo dizem que país teve êxito ao lidar com distúrbios provocados por inimigos externos. A …

Áustria decide sobre polêmica do destino da casa onde nasceu Hitler

Por enquanto, parece ter se encerrado a polêmica sobre qual destino dar à residência onde nasceu Adolf Hitler. O edifício, que fica na Áustria, se tornará uma delegacia de polícia, segundo anunciou o governo austríaco …

Satélites Starlink já estão atrapalhando observações astronômicas

Em maio, Elon Musk garantiu que seus satélites Starlink não causariam impactos nas observações astronômicas — declaração dada pelo Twitter logo após o lançamento dos primeiros 60 satélites do projeto que visa pelo menos 12 …

As celebridades no esporte que adoram poker - 7 esportistas que jogam poker por lazer!

O poker está cada dia mais alcançando um status como esporte e poderá até mesmo se tornar um esporte olímpico. Desde 2009, o poker é considerado mundialmente como um esporte da mente pela International Mind Sports …

Tiro de PM causou morte da menina Ágatha no Rio, aponta inquérito

A Polícia Civil do Rio de Janeiro afirmou nesta terça-feira (19/11) que um cabo da Polícia Militar foi indiciado por homicídio doloso (quando há intenção de matar) pela morte de Ágatha Vitória Sales Félix, de …