Menina de 4 anos liga para serviço de emergência e salva vida da mãe

(cv) BBC

Suzie McCash telefonou para o 999 e salvou a vida de sua mãe

Suzie McCash telefonou para o 999 e salvou a vida de sua mãe

Uma menina britânica de 4 anos salvou a vida da própria mãe ao telefonar para o serviço de emergência da Inglaterra.

– “Alô, aqui é da polícia. Como posso ajudar?“, pergunta o atendente do serviço de emergência.
– “Minha mamãe ainda não respondeu. Não sei por quê. Ela não responde“, diz do outro lado da linha a pequena Suzie McCash, de 4 anos.
– “O que a sua mamãe está fazendo agora?
– “Ela só está sentada no sofá sem fazer nada.”

A emergência ocorreu há cerca de um mês. A menina estava em sua casa na cidade de Tynemouth, no interior da Inglaterra, quando sua mãe sofreu um choque anafilático.

“A reação alérgica foi severa, tudo aconteceu muito rápido. Não deu tempo de chamar o serviço de emergência. Em ocasiões anteriores eu havia conseguido chamar”, conta Rowena McCash, a mãe de Suzie.

A menina contou à BBC o que se lembra do dia em que chamou o telefone de emergência da Grã-Bretanha. “Eu sei chamar o 999. Minha mamãe me ensinou. Mas não sabia o que mais eu tinha que fazer”, conta Suzie.

Os pais de Suzie haviam dito antes à menina que, se alguém tivesse algum problema e não houvesse adultos perto, ela teria que procurar um telefone e chamar o serviço de emergência.

‘Fantástica’

Adam Hall, o atendente da polícia que recebeu a chamada, se disse surpreso com as informações fornecidas por Suzie. “Ela foi fantástica, do início ao fim. Nos deu informações precisas. Mencionou até a palavra anafilático, não sei como uma menina de quatro anos sabe isso”.

Rowena conta que está extremamente orgulhosa de sua filha e que sempre soube o quanto ela é inteligente. Mas que o ocorrido a impressionou muito.

“Me disseram que fiquei um tempo sem respirar. Lembro do momento em que tudo começou e vagamente da ambulância. Não muito mais que isso. Não me lembro de ter escutado Suzie fazer a chamada”.

Jamie Frend, o paramédico que tratou Rowena antes dela ser transferida para o hospital, disse que a menina fez um dos resumos mais sucintos e profissionais que já recebeu.

“Ela me disse que sua mãe provavelmente teve uma reação a algo, que havia tomado sua medicação duas vezes, mas que não havia funcionado”, disse ele.

“Também me explicou como sua mãe estava antes da chamada ao 999 e durante o telefonema, o que permitiu que eu soubesse muito bem o que estava acontecendo.”

A superintendente do departamento de polícia local, Nicola Musgrove, disse que a mãe teria morrido se Suzie não tivesse agido de forma rápida.

A menina ganhou um prêmio por seu feito: uma visita guiada ao centro de emergências da polícia. Ela pôde escutar a sirene de um veículo de emergência e ganhou um certificado.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Greve global pelo clima está marcada para o dia 19 de março

As mudanças climáticas costumam ser tratadas como uma pauta menos urgente e com maior prazo para ser resolvida, mas a verdade é que, pela gravidade do quadro e pela totalidade de sua abrangência, ela é …

Farmacêutico dos EUA que danificou centenas de doses da Moderna declarou-se culpado

O farmacêutico que tentou sabotar quase 600 doses da vacina da Moderna do Aurora Medical Center, no estado norte-americano de Wisconsin, se declarou culpado. O farmacêutico norte-americano Steven Brandenburg, de 46 anos, se declarou culpado por …

Cepa brasileira eleva preocupação mundial com mutações do coronavírus

A variante do coronavírus do Amazonas, assim conhecida por ter sido detectada pela primeira vez em pessoas que estiveram no estado brasileiro, ao lado de cepas identificadas no Reino Unido e na África do Sul, …

AstraZeneca nega que venderá vacinas ao setor privado

A farmacêutica soltou um comunicado após o governo federal brasileiro ter dado aval para empresas privadas adquirirem um lote de 33 milhões de doses do imunizante. Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro comemorou a possibilidade. A …

Islândia começa a emitir 'passaportes de vacinação' em meio à polêmica na UE

A Islândia emitiu seus primeiros "certificados" de vacinação destinados a facilitar as viagens de pessoas vacinadas contra a Covid-19, os chamados "passaportes de vacinação", segundo informações das autoridades nesta terça-feira. Ela se tornou um …

Governo alemão rejeita especulações sobre baixa eficácia da vacina de Oxford

Ministério da Saúde sugere que jornais confundiram proporção de idosos no estudo da AstraZeneca com percentual de eficácia em pessoas acima de 65 anos. Imbróglio deve ser esclarecido com análise de reguladores europeus. O ministro da …

Cidade é a 1 ª da América do Norte a ter doação automática de órgãos

A Nova Escócia acaba de se tornar a primeira jurisdição na América do Norte a implementar a doação automática de órgãos para quem vive na região. A nova Lei de Doação de Órgãos e Tecidos Humanos …

O maior mar da lua Titã pode ter mais de 300 metros de profundidade

Os oceanos da Terra não são os únicos que guardam vários mistérios ainda não explorados: os lagos e mares de Titã, a maior lua de Saturno, também são enigmáticos. Assim, em um novo estudo, astrônomos …

Xi deixa alerta para Biden: protecionismo norte-americano pode gerar 'nova Guerra Fria'

O líder chinês deixou um aviso para o presidente norte-americano, Joe Biden: os EUA arriscam entrar em uma nova Guerra Fria se continuarem com as políticas protecionistas do ex-presidente Donald Trump. Em um discurso virtual na …

Polícia prende ladrões que abriam túmulos e roubavam crânios para rituais nos EUA

A polícia do condado de Lake, no estado da Flórida, nos EUA, prendeu dois homens acusado de violarem sepulturas e roubarem crânios e ossos no cemitério Edgewood, na região. A investigação utilizou DNA encontrado em charuto, …