Microsoft culpa NSA e empresas pelo ciberataque (que explora vulnerabilidade do Windows)

O recente mega-ataque cibernético contra 150 países deve ser interpretado como um “alerta”, disse a Microsoft.

Hackers tiveram acesso a dados sobre uma falha no sistema operacional Windows, da Microsoft, que já havia sido identificada pelo governo americano, e a usaram para disseminar um vírus.

Especialistas acreditam que o mega ataque cibernético teve origem numa falha dos sistemas da Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos, NSA – levantando dúvidas sobre a decisão do governo americano de manter essas vulnerabilidades em segredo.

Um dos principais elementos do software maligno usado no ataque de sexta-feira foi identificado como sendo parte de uma ferramenta que teria sido criada pela NSA, segundo a empresa de segurança cibernética russa Kaspersky Lab.

Uma vez dentro do computador da vítima, o vírus assume o controle sobre seus arquivos bloqueando o acesso e exigindo US$ 300 (R$ 937) para devolver o comando ao usuário – um tipo de ataque conhecido como ransonware.

Desde sexta-feira, mais de 200 mil pessoas já foram afetadas. Entre as organizações atingidas, estão grandes empresas, como a FedEx, Telefónica e Renault, e órgãos governamentais, como o Ministério do Interior russo e o sistema de saúde britânico, o NHS.

Apesar de o vírus explorar uma vulnerabilidade do Windows, que é conhecida há alguns anos, a Microsoft atribuiu a culpa do ataque a governos, por armazenarem informações sobre vulnerabilidades de programas e sistemas de computador sem o cuidado devido, o que permite que esses dados caiam na mão de cibercriminosos.

Vulnerabilidades

Uma declaração do diretor jurídico da Microsoft, Brad Smith, criticou a forma como governos armazenam informações sobre falhas de segurança em sistemas de computador.

“Já vimos vulnerabilidades identificadas pela CIA serem publicadas no Wikileaks, e agora, essa falha que era armazenada pela NSA afetou consumidores ao redor do mundo”, disse Smith. “O equivalente com armas convencionais seria o roubo de mísseis do Exército americano. Governos ao redor do mundo deveriam tratar esse ataque como um alerta.”

Segundo a Microsoft, as organizações não mantêm seus sistemas atualizados, o que permite que o vírus se espalhe.

A empresa anunciou ter liberado uma correção de segurança do Windows em março para lidar com o problema relacionado a este ataque recente, mas ainda há muitos consumidores que precisam instalá-lo.

“Conforme cibercriminosos se sofisticam, simplesmente não há como os consumidores se protegerem contra ameaças a não ser que atualizem seus programas.”

Dave Lee, repórter de tecnologia da BBC na América do Norte, avalia que as instituições que não tomaram o cuidado devido com suas redes e as organizações que podiam agir para nada disso ocorresse em primeiro lugar deverão ser fortemente questionados nesta segunda-feira.

“A NSA tém uma série de ciberarmas para usar contra seus alvos, mas a Microsoft diz há tempos que isso é perigoso. “Se uma falha no Windows é identificada, a melhor coisa a fazer é informar a Microsoft o quanto antes para que a possa ser corrigir”, diz Lee.

Ao mesmo tempo, destaca o jornalista, a Microsoft precisa levar em consideração sua obrigação com todos os usuários de atualizar seus sistemas e não só daqueles que pagam por funções extras de segurança em versões mais antigas dos programas.

“Atualizar seu computador se você é uma pessoa comum é simples, mas, para fazer isso com uma rede como a do NHS demanda tempo e é caro e complexo. Se uma empresa como a Microsoft diz que só vai atualizar esses sistemas caso pague-se por isso, isso é uma forma de fazer alguém de refém“.

// BBC

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. tenho 33 anos de TI.
    desde o início dos Windows a Microsoft nega o óbvio.
    o sistema sempre foi falho, algumas versões mais que outras.
    por isso sempre tivemos que por anteparos, com Unix ou Linux (tão logo surgiu).
    nunca vai reconhecer sua culpa.
    e tome bravatas, com o suporte de milhões de dólares, e muita mídia, para abafar sua parte no problema.
    talvez nunca mude.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Mandetta diz à CPI que Bolsonaro ignorou a ciência no combate à covid-19

Ex-ministro afirma que presidente queria alterar bula da cloroquina para que fosse indicada no tratamento contra o coronavírus. Falta de unidade nas ações do governo confundiu população e afetou combate à doença, avalia. O ex-ministro da …

Vacina EpiVacCorona tem eficácia de mais de 90%, segundo desenvolvedor

Especialista do centro desenvolvedor da EpiVacCorona informou que os estudos aleatórios em grupos imunizados mostram uma eficácia de mais de 90%. Os anticorpos contra o novo coronavírus, após a vacinação com o imunizante russo EpiVacCorona, se …

Covid: 5 motivos que explicam por que Índia recebe mais ajuda do mundo que Brasil

Hospitais em colapso. Pacientes sem vagas nas UTIs. Falta de oxigênio para quem precisa. O cenário devastador que assola a Índia agora durante a pandemia de covid-19 foi o mesmo do Brasil de algumas semanas atrás. …

Google tem sistema para busca de postos de vacinação contra covid

A partir de agora, o Google vai te ajudar a encontrar o lugar mais próximo para você tomar aquela dose tão sonhada da vacina contra a covid-19. A ferramenta se baseia em buscas do tipo ‘como …

Pessoas vacinadas serão isentas de restrições sanitárias na Alemanha

A Alemanha pretende suspender algumas restrições para as pessoas que já foram vacinadas contra o coronavírus. Quem já foi imunizado não será mais obrigado a apresentar um teste negativo para entrar em lojas que …

Com a tecnologia atual não teríamos nenhuma chance contra esse asteróide

Um asteróide fictício vindo em direção a Terra se mostrou mais poderosos que todos os cientistas. Um grupo de especialistas de agências espaciais dos EUA e da Europa participou de um exercício de uma semana liderado …

Divórcio de Bill e Melinda Gates: as dúvidas sobre o destino de fortuna de US$ 124 bilhões

Bill e Melinda Gates anunciaram na segunda-feira (03/05) que vão se divorciar após 27 anos juntos, pondo fim a um dos casamentos mais famosos do mundo dos negócios. Eles se conheceram na década de 1980, quando …

Atraso para tomar 2ª dose não prejudica imunização contra a COVID-19, explica infectologista

Pelo menos nove capitais brasileiras suspenderam a aplicação da segunda dose da vacina contra a COVID-19 fabricada pelo Instituto Butantan, a CoronaVac. Os municípios alegam que as mudanças nas regras do Ministério da Saúde prejudicaram …

Viaduto de metrô desaba no México e deixa mais de 20 mortos

Colapso de estrutura sobre movimentada avenida deixa 70 feridos na Cidade do México. Linha de metrô que trafegava pelo viaduto foi inaugurada há menos de dez anos. Ao menos 23 pessoas morreram e 70 ficaram feridas …

Converse abre loja virtual na famosa Ilha de Lixo do Pacífico

A Converse quer ajudar a limpar a ilha de Lixo do Pacífico por meio de uma campanha de conscientização que uniu criativos de todo o mundo. A marca de calçados juntou um grupo de jovens artistas …