“Montanha de Deus” pode entrar em erupção a qualquer momento

Christoph Strässler / Flickr

Ol Doinyo Lengai, a “Montanha de Deus”

O vulcão Ol Doinyo Lengai, na Tanzânia, encontra-se em um local onde foram descobertas pegadas deixadas pelos nossos antepassados há 3,6 milhões de anos. E pode entrar em erupção enquanto você está lendo este texto.

Segundo adverte uma equipe de cientistas, uma erupção massiva do Ol Doinyo Lengai, vulcão tanzaniano conhecido pelos locais como “A Montanha de Deus”, está iminente, e pode destruir para sempre um local chave da história da Humanidade.

“O vulcão pode entrar em atividade a qualquer instante“, diz Sarah Stamps, geofísica da Virginia Tech, nos EUA, citada pela revista National Geographic.

O vulcão, com 2.331 metros de altura, encontra-se a menos de 115 quilômetros de Arusha, sítio arqueológico onde foram descobertas pegadas deixadas pelos nossos antepassados há mais de 3,6 milhões de anos, além dos vestígios de cerca de quatro centenas de pegadas humanas mais recentes, com “apenas” 19 mil anos.

Os geólogos colocaram em 2016 cinco sensores de movimento à volta do vulcão para monitorar a sua atividade e avaliar o risco de erupção. Em janeiro deste ano, registraram flutuações significativas nos valores registrados, que indicam que parte do vulcão está se elevando.

“Após estes sinais, nossa equipe instalou três novas estações de observação geológica, capazes de recolher dados em tempo real”, explica Sarah Stamps.

Sarah Stamps / MySpace

A geofísica norte-americana Sarah Stamps. Ao fundo, o vulcão tanzaniano Ol Doinyo Lengai

Mais cedo ou mais tarde

A equipe de geólogos e geofísicos que observa o Ol Doinyo Lengai identificou outros sinais, como o aumento das emissões de gases e de pequenos tremores de terra na região, que permitem concluir inequivocamente que uma erupção da “Montanha de Deus” está iminente.

“Neste caso, iminente significa daqui a um ano, uma semana, ou daqui a um segundo. Estes sinais são indicadores de uma deformação vulcânica que levará a uma erupção – mais cedo ou mais tarde“, explica Stamps.

A pesquisadora acrescenta que não tem a certeza de que uma erupção chegasse a atingir os locais arqueológicos de Arusha: a menos de 115 quilômetros de distância, no sítio de Laetoli, as famosas pegadas milenares de hominídeos, e no sítio de Engare Sero, a chamada “dança do homo sapiens“, que imortalizou pegadas com pouco menos de 20 mil anos.

Mas, diz Cynthia Liutkus-Pierce, geóloga da Universidade Estatal de los Apalaches, “se a erupção coincidir com a época das chuvas, é possível que os enormes fluxos de detritos que se formariam podem destruir os achados para sempre”.

O Ol Doinyo Lengai é o único vulcão ativo capaz de expelir lava rica em carbonatite, um tipo de rocha ígnea por vezes confundida com mármore. Esta lava, esguia e prateada, se desloca mais depressa do que uma pessoa consegue correr.

Tipicamente, a atividade do Ol Doinyo Lengai está confinada ao seu cume, mas ocasionalmente a Montanha de Deus ruge de forma mais dramática. Em setembro de 2007, o vulcão expeliu uma nuvem de fumaça a mais de 15 quilômetros de altitude, e lançou rios de lava que rasgaram a sua encosta oeste, deixado cicatrizes que foram visíveis do espaço.

E quando isso acontece, não adianta correr.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Pessoas feias superestimam drasticamente suas aparências

Pessoas pouco atraentes parecem menos capazes de julgar com precisão sua própria atratividade, e tendem a superestimar sua aparência. Não faltam disparidades entre pessoas atraentes e pouco atraentes. Estudos mostram que os mais belos entre nós …

Noruega acusa Pequim de ciberataque contra serviços do governo

Pela primeira vez na história, o Serviço de Segurança Policial da Noruega (PST, na sigla em inglês) identificou a China como sendo responsável por um ataque hacker contra as autoridades do país nórdico. A agência de …

China supera marca de 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 aplicadas

Quantia representa mais de um terço das doses aplicadas no mundo. Após início lento da imunização, autoridades chinesas querem vacinar completamente 40% da população até o final de junho. O número de doses de vacinas contra …

Brasileiros protestam no exterior contra Bolsonaro e gestão da epidemia

Dezenas de milhares de pessoas tomaram as ruas de várias capitais brasileiras neste sábado para protestar contra o presidente Jair Bolsonaro e sua gestão da pandemia, que já deixou mais de meio milhão de …

Relíquia do Jurássico: descoberto animal marinho cuja espécie vive há 180 milhões de anos

Um grupo de pesquisadores descreveu uma nova espécie de ofíuros – um animal marinho parecido com as estrelas-do-mar, que recebeu o nome de Ophiojura, informou nesta quinta-feira (17) Tim O’Hara, curador dos Museus Victoria (Austrália) …

Projeto de estrada cortando parque das cataratas de Iguaçu ameaça outras áreas de proteção pelo Brasil

Uma das paisagens naturais mais impressionantes do Brasil e reconhecida pela Unesco, o Parque Nacional do Iguaçu, que abriga as cataratas, no Paraná, pode ser cortado ao meio por uma rodovia asfaltada – em …

Por que a imunidade de rebanho está longe de ser realidade

Embora costume ser apresentada como simples cálculo matemático, alcançar a imunidade de rebanho não é tarefa fácil. Ela não só depende da infecciosidade das variantes, como da adoção de medidas sanitárias pela população. Apesar das campanhas …

Uso de maconha na adolescência pode atrapalhar o desenvolvimento do cérebro

O consumo de maconha pode ser prejudicial ao cérebro humano durante a adolescência, de acordo com estudo publicado na última quarta-feira (16). Segundo a pesquisa, realizada em regiões da Europa, o uso recreativo da planta pode …

EUA terão feriado para comemorar fim da escravidão

Data já celebrada na maioria dos estados vai se tornar feriado federal. O "Juneteenth" lembra dia em que os últimos escravos negros foram libertados no país, em 1865. Após aprovação pelo Congresso dos Estados Unidos na …

5 perguntas sobre os denisovanos, 'parentes' extintos dos humanos modernos que viveram na Terra há 50 mil anos

Desde que os primeiros vestígios dos denisovanos foram descobertos em 2008, os cientistas não descansaram tentando obter mais informações sobre eles. A tarefa, no entanto, não tem sido fácil, porque até agora só foram encontrados pequenos …