Montes do Ultima Thule estão deixando astrônomos perplexos

NASA

Astrônomos procuram uma resposta para essa questão, já que, até o momento, eles não sabem o motivo da irregularidade do objeto mais distante já explorado.

Em janeiro, a sonda New Horizons da NASA passou por cima do Ultima Thule, um objeto pequeno e gelado localizado a aproximadamente um bilhão de quilômetros além da órbita de Plutão. As fotos capturadas durante o encontro revelaram um mundo diferente de qualquer outro já visto, isso porque o Ultima Thule, de 33 quilômetros, é dividido em duas partes, assemelhando-se a um boneco de neve.

O principal pesquisador da New Horizons, Alan Stern, afirmou que o Ultima Thule não é esférico, destacando que essa característica “pegou todos de surpresa”, já que o objeto é achatado. Além disso, imagens revelaram uma série de características semelhanças às de um monte adjacente no maior dos dois lobos, que foi chamado pela equipe de Ultima, enquanto que o lobo menor foi chamado de Thule.

“Eles parecem ter sido criados, mas não temos certeza sobre o que exatamente causou isso”, afirmou Stern.

Entretanto, há a hipótese de que os montes são resultado da convecção do gelo impulsionado pelo calor gerado pelo decaimento radioativo do alumínio-26. A equipe de Stern acredita que os montes sejam contornos retidos dos pequenos planetesimais, que se juntaram para formar o lobo Ultima há muito tempo.

Vale ressaltar que o Ultima Thule se uniu a uma nuvem rochosa e gelada distante do sol, e esses pequenos pedaços formaram dois objetos maiores, que aparentemente orbitaram um centro de massa comum, como um par binário. Esses dois corpos então se uniram lentamente, formando o Ultima Thule, oficialmente chamado de 2014 MU69, declarou Stern, segundo o portal Live Science.

Graças a simulações computadorizadas, a equipe de Stern conseguiu colocar alguns “limites de velocidade” na união, que ajudaram a descobrir que uma colisão a 18 km/h levaria a uma fusão, mas não uma que resultasse um objeto de dois lóbulos, como o Ultima Thule. Sendo assim, a equipe considera que uma colisão ocorreu de forma mais lenta, algo em torno de 8,9 km/h, afirma Stern.

Até o momento, a equipe não notou qualquer evidência de qualquer tipo de atmosfera no Ultima Thule, além de não identificar sinais de satélite ou sistemas de anéis. A New Horizons deve concluir o envio de dados para a Terra em 16 meses, o que poderá ajudar a equipe a desvendar a grande incógnita sobre o objeto mais distante já estudado.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

COVID-19: produção de vacina pode causar morte de meio milhão de tubarões, alertam especialistas

Óleo natural feito a partir do fígado dos tubarões é um componente-chave entre os ingredientes utilizados por vários candidatos a vacina contra a COVID-19. A Shark Allies, uma organização de defesa aos tubarões, da Califórnia, EUA, …

Quem é Amy Barrett, a indicada de Trump para Suprema Corte?

Se aprovada pelo Senado, atual juíza federal e católica devota poderá influenciar a vida pública dos EUA por décadas e mover de vez a composição da Corte para uma orientação conservadora. Se no Brasil o presidente …

Uber ganha 18 meses de licença para atuar em Londres

Após uma longa batalha jurídica, a Uber ganhou uma licença para restabelecer suas operações em Londres pelos próximos 18 meses. Em novembro de 2019, a empresa havia sido impedida de atuar na capital inglesa, depois que …

Testes de DNA da moda não identificam indígenas brasileiros

Testes de DNA estão na moda. Se você pensou em exames para comprovar paternidade ou algo nesse sentido: não é disso que estamos falando (embora pudéssemos). A nova tendência — entre aqueles que têm condições para …

EUA e Brasil querem barrar governo Maduro na Organização Pan-Americana da Saúde

Os Estados Unidos, o Brasil e outros 11 países rejeitaram nesta segunda-feira (28) a legitimidade do governo de Nicolás Maduro na Venezuela para participar do Conselho Diretor da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). A …

Água líquida em Marte: descobertas mais reservas no polo sul do Planeta Vermelho

Em 2018, pesquisadores italianos anunciaram que haviam encontrado evidências da existência de água líquida em Marte, abaixo da calota polar sul. Agora, a equipe voltou em mais uma série de informações que não apenas sustentam essa …

Cientistas russos encontram nova forma de tratamento para covid-19

Uma equipe de cientistas russos sugeriu tratar os pacientes gravemente afetados pelo coronavírus SARS-CoV-2 da mesma maneira que são tratados alguns casos de intoxicação. De acordo com os especialistas do Instituto de Pesquisa de Medicina de …

Covid-19 já causou a morte de um milhão de pessoas no mundo

Nove meses após seu surgimento na China, a pandemia de Covid-19 superou, neste domingo (27), o número simbólico de um milhão de mortos no mundo. No total, o coronavírus causou 1.000.009 mortes e 33.018.877 casos …

Homem que comia alcaçuz todos os dias morre e médicos alertam sobre riscos à saúde

Um homem de 54 anos morreu após consumir alcaçuz em excesso. Segundo os médicos do Hospital Geral de Massachussets (EUA), após duas semanas ingerindo alcaçuz preto em excesso, o homem teve uma overdose de uma …

Conflito armado se acirra na fronteira entre Armênia e Azerbaijão

A Armênia e o Azerbaijão se acusaram mutuamente neste domingo (27/09) de iniciar confrontos mortais na região separatista de Nagorno-Karabakh, na fronteira entre os dois países, em meio a uma disputa territorial de décadas. Ao …