A múmia mais bonita já encontrada é uma princesa com 900 anos

Institute of the Problems of Northern Development SB RAS

“Princesa polar” com 900 anos encontrada ainda com órgãos internos, pestanas e cabelo intactos na Sibéria, Rússia

Uma múmia descoberta na Sibéria, na Rússia, está surpreendendo os pesquisadores, por manter os órgãos internos intactos, longos cílios e cabelos arrumados em ótimo estado de conservação, apesar dos 900 anos de existência.

A descoberta foi feita por cientistas russos e sul-coreanos no local arqueológico conhecido como Zeleny Yar, perto de Salekhard, cidade conhecida como a capital russa do Ártico.

A múmia com cerca de 900 anos mantém os órgãos internos intactos, exibindo também cílios longos, cabelos arrumados e brincos, sinais de que teria pertencido a uma família nobre, conforme repara o The Siberian Times que noticia o achado.

A ótima preservação desta “Princesa Polar”, como a denominam os pesquisadores, explica-se pelas camadas de permafrost ou pergelissolo – o tipo de solo gelado da região do Ártico – que a cobriram ao longo destes 900 anos.

Enterrada em um casulo de pele e cobre, trata-se da única mulher descoberta, até agora, em Zeleny Yar. “Isto muda radicalmente nosso conceito sobre este cemitério. Anteriormente, pensávamos que havia apenas homens adultos e crianças, mas agora temos uma mulher. É fantástico”, constata o arqueólogo Alexander Gusev, do Centro russo de Pesquisa do Ártico, em declarações ao The Siberian Times.

Esta mulher do século XII teria 35 anos de idade, quando morreu, e 1,55 metro de altura. Os arqueólogos dizem que teria pertencido a uma tribo siberiana desconhecida que vivia da pesca e da caça, próximo do Círculo Polar Ártico.

“As múmias árticas, semelhantes às encontradas em Zeleny Yar, são muito raras. É por isso, que são únicas“, constata no The Siberian Times o pesquisador Dong-Hoon Shin, da Universidade Nacional de Seoul, na Coreia do Sul.

Dong-Hoon Shin atesta ainda que é “incrivelmente interessante para a pesquisa” que os órgãos internos da múmia se mantenham intactos.

Os pesquisadores retiraram amostras da múmia para realizar testes de DNA e esperam conseguir reconstruir o rosto da mulher e entender melhor a presença humana na inóspita região do Ártico.

// ZAP

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Bom dia, sempre senti o interesse em antiguidades ainda mais sendo de um outro país como por exemplo a do Egito, que foi uma grande potência no séculos passado. Estou estudando uma hora propicia pra fazer visita ao museu egípcio do Bacacheri.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …