A múmia mais bonita já encontrada é uma princesa com 900 anos

Institute of the Problems of Northern Development SB RAS

“Princesa polar” com 900 anos encontrada ainda com órgãos internos, pestanas e cabelo intactos na Sibéria, Rússia

Uma múmia descoberta na Sibéria, na Rússia, está surpreendendo os pesquisadores, por manter os órgãos internos intactos, longos cílios e cabelos arrumados em ótimo estado de conservação, apesar dos 900 anos de existência.

A descoberta foi feita por cientistas russos e sul-coreanos no local arqueológico conhecido como Zeleny Yar, perto de Salekhard, cidade conhecida como a capital russa do Ártico.

A múmia com cerca de 900 anos mantém os órgãos internos intactos, exibindo também cílios longos, cabelos arrumados e brincos, sinais de que teria pertencido a uma família nobre, conforme repara o The Siberian Times que noticia o achado.

A ótima preservação desta “Princesa Polar”, como a denominam os pesquisadores, explica-se pelas camadas de permafrost ou pergelissolo – o tipo de solo gelado da região do Ártico – que a cobriram ao longo destes 900 anos.

Enterrada em um casulo de pele e cobre, trata-se da única mulher descoberta, até agora, em Zeleny Yar. “Isto muda radicalmente nosso conceito sobre este cemitério. Anteriormente, pensávamos que havia apenas homens adultos e crianças, mas agora temos uma mulher. É fantástico”, constata o arqueólogo Alexander Gusev, do Centro russo de Pesquisa do Ártico, em declarações ao The Siberian Times.

Esta mulher do século XII teria 35 anos de idade, quando morreu, e 1,55 metro de altura. Os arqueólogos dizem que teria pertencido a uma tribo siberiana desconhecida que vivia da pesca e da caça, próximo do Círculo Polar Ártico.

“As múmias árticas, semelhantes às encontradas em Zeleny Yar, são muito raras. É por isso, que são únicas“, constata no The Siberian Times o pesquisador Dong-Hoon Shin, da Universidade Nacional de Seoul, na Coreia do Sul.

Dong-Hoon Shin atesta ainda que é “incrivelmente interessante para a pesquisa” que os órgãos internos da múmia se mantenham intactos.

Os pesquisadores retiraram amostras da múmia para realizar testes de DNA e esperam conseguir reconstruir o rosto da mulher e entender melhor a presença humana na inóspita região do Ártico.

// ZAP

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Bom dia, sempre senti o interesse em antiguidades ainda mais sendo de um outro país como por exemplo a do Egito, que foi uma grande potência no séculos passado. Estou estudando uma hora propicia pra fazer visita ao museu egípcio do Bacacheri.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Bactérias em rochas a 6 km de profundidade no Pacífico reacendem esperanças de vida em Marte

Bactérias unicelulares recém-descobertas nas profundezas marinhas deram aos investigadores pistas sobre como podem encontrar vida em Marte. A novidade científica foi anunciada hoje (2) no portal SciTechDaily em um artigo da Universidade de Tóquio, Japão. Estas …

JK Rowling lança portal do Harry Potter e salva quarentena mundial

A saga de ‘Harry Potter’ acabou faz muito tempo e conquistou milhões de fãs ao redor de todo o mundo. E nesse momento de quarentena, quem poderia esquecer do bruxinho mais famoso da cultura pop? Quem …

Potência agrícola da Europa, Itália enfrenta falta de mão de obra para manter cadeia produtiva de alimentos

“Existe o risco de escassez de alimentos no mercado mundial, devido a perturbações derivadas da COVID-19 no comércio internacional e nas cadeias de suprimentos” . Este foi o alarme lançado na quarta-feira (1) em …

"Gangue" de cabras selvagens toma conta das ruas de uma cidade britânica em quarentena

Um rebanho de cabras selvagens simplesmente tomou as ruas desertas de Llandudno, no País de Gales, enquanto seus residentes ficam dentro de casa para limitar a propagação do coronavírus. O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, …

Floresta tropical de mais de 90 milhões de anos é descoberta na Antártica

Os restos do que outrora teria sido uma floresta tropical na Antártica foram descobertos em uma amostra de gelo obtida no continente congelado. A floresta, que existiu há 90 milhões anos, quando os dinossauros ainda habitavam …

Há uma mensagem codificada no rover Perseverance, que será enviado a Marte

Em breve, a missão Mars 2020 levará, no rover Perseverance, três chips com os nomes de 10.932.295 pessoas ao Planeta Vermelho. Uma foto da placa onde os chips estão anexados foi divulgada, mas o que …

Brasil ruma para "tempestade perfeita" em meio a pandemia

Abril teria sido um mês ocupado para os hospitais brasileiros, de qualquer modo: enquanto a população ainda enfrentas o vírus da dengue, a estação da gripe vai começar a se manifestar. Em 2020, porém, o …

Empresa japonesa testa nova molécula contra a Covid-19

O grupo japonês Fujifilm anunciou nesta quarta-feira (1) o início de testes clínicos de seu medicamento antigripal Avigan para avaliar sua eficácia contra o novo coronavírus. Até o final de junho, o produto vai ser …

Razão pela qual tubarões caçam em torno da Europa e EUA é revelada

Tubarões e grandes prestadores marinhos evitam caçar em águas quentes equatoriais e preferem viver mais ao norte e ao sul, em zonas que compreendem a Europa, os Estados Unidos e a África do Sul. Os tubarões …

Os distanciamentos do coronavírus mudaram a maneira como a Terra se move

As pessoas têm ficado em casa para diminuir a velocidade com a qual o novo coronavírus se espalha. Mas essa atitude pode significar que o planeta também está se movendo um pouco menos. Pesquisadores que estudam …