“Não devia estar aqui, mas na escola”, diz Greta Thunberg aos dirigentes mundiais na ONU

A jovem militante sueca pediu satisfações aos líderes mundiais na abertura do Encontro de Ação Climática, organizado pelo secretário das Nações Unidas, Antonio Guterres, denunciando a “falta de ação” dos dirigentes.

“Eu não deveria estar aqui, deveria estar na escola, do outro lado do oceano”, disse a estudante, com a voz tremendo. “Como vocês ousam? Vocês roubaram meus sonhos e minha infância com suas palavras vazias”, disse Greta Thunberg aos dirigentes mundiais.

Sessenta e seis países se comprometeram à chamada “neutralidade do carbono” até 2050. Segundo a ONU, dificilmente esse engajamento se transformará em leis locais.

O objetivo é reduzir as emissões de gases causadores do efeito estufa em pelo menos 45% até 2030 e alcançar a neutralidade de carbono em meados do século. Os países devem compensar as emissões plantando árvores, por exemplo.

Mas o pessimismo reina: o Brasil, que detém a maior parte da Amazônia, e os Estados Unidos, o terceiro país que mais emite gás carbônico no mundo, não participaram da cúpula da ONU nesta segunda-feira.

O presidente americano, Donald Trump, apareceu rapidamente e sentou-se por cerca de dez minutos, causando espanto nos presentes. “Acredito no ar e na água pura e todos os países deviam se unir para isso”, declarou. A China e a Índia, dois dos maiores consumidores de carvão, não assumiram novos compromissos.

Para Laurence Tubiana, uma das negociadoras do acordo de Paris assinado em 2015, sobre o clima, as principais declarações da China e da Índia devem ser feitas no que vem, antes da reunião da COP26 prevista para o fim de 2020. Mas a China pelo menos renovou seu apoio ao processo que envolve o acordo de 2015, o que já é positivo.

“Precisamos dos jovens”

Sem citar diretamente a jovem sueca, o presidente francês, Emmanuel Macron, disse que “ninguém pode ignorar essa exigência de justiça entre as gerações. Precisamos dessa juventude para ajudar a mudar as coisas e botar mais pressão em cima daqueles que são refratários a mudanças”.

Ele julgou as manifestações pelo clima, ocorridas no fim de semana na França, “simpáticas”, ressaltando que seria mais ”, ressaltando que seria mais útil pressionar países como a Polônia, que se recusa a assumir compromissos.

Os cinco últimos anos foram o período mais quente já registrado na Terra, de acordo com um relatório publicado recentemente pela ONU. A Terra tem 1° grau a mais em relação ao século 19, e acabará com 3° em 2100 se as medidas para proteger o planeta não evoluírem.

// RFI

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Concordo com a declaração registrada no título da reportagem. Deveria estar na escola, não na ONU. Ainda tem muito feijão para comer e muita fralda para trocar antes de se meter nos assuntos dos adultos. Antes de salvar o mundo, as crianças têm que aprender a fazer todo o trabalho doméstico, dar conta das matérias escolares e, em seguida, ser treinadas na administração do lar.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Câmara dos EUA condena retirada militar do norte da Síria

Por 354 votos a 60, deputados rejeitaram decisão de Trump de abandonar forças curdas que lutavam ao lado dos EUA. Resolução contou com apoio de mais da metade da bancada republicana. A Câmara de Representantes dos …

Vacina contra o câncer de mama pode estar disponível em 8 anos, diz a Clínica Mayo

Pesquisadores da Clínica Mayo desenvolveram uma vacina contra o câncer ovário e de mama que poderia estar disponível dentro de apenas oito anos. A ideia da vacina é estimular o próprio sistema imunológico dos pacientes a …

Líder de Hong Kong abandona discurso no Parlamento após protestos

Parlamentares pró-democracia forçam Carrie Lam a interromper pronunciamento anual. Sem conseguir completar fala, chefe do Executivo faz discurso sobre futuro político da região administrativa especial da China em vídeo. A chefe do Executivo de Hong Kong, …

Barcelona se prepara para novos protestos, depois de noite tensa em aeroporto

A Catalunha se prepara para um novo dia de indignação, depois que milhares de ativistas pela independência cercaram o aeroporto de Barcelona, na segunda e terça-feira, para denunciar a condenação de seus líderes a sentenças …

Erdogan acusa militares sírios de bombardear posições turcas

Dois soldados turcos foram mortos na área de Manbij pelo Exército do governo sírio, disse o presidente turco Recep Tayyip Erdogan. No dia anterior foi noticiada a morte de mais dois soldados turcos durante um ataque …

Operação da PF amplia briga interna no PSL

A disputa pública pelo comando do PSL, o partido do presidente Jair Bolsonaro, ganhou um novo capítulo nesta terça-feira (15/10) quando agentes da Polícia Federal (PF) realizaram uma operação de busca e apreensão na casa …

Cidade na Itália proíbe Google Maps porque pessoas 'se perdem' o tempo todo

Serviços de emergência de Baunei já tiveram que resgatar 144 perdidos em dois anos devido ao Google Maps. O prefeito da cidade italiana de Baunei, Salvatore Corrias, proibiu o uso do aplicativo de localização geográfica Google …

Emma Watson lança consultoria jurídica gratuita para mulheres assediadas no local de trabalho

A atriz Emma Watson acaba de lançar uma consultoria jurídica gratuita para mulheres que sofreram assédio no local de trabalho. O serviço está disponível na Inglaterra e no País de Gales. De acordo com o texto …

Polícia do Rio perdeu imagens que poderiam identificar assassinos de Marielle

A Polícia Civil do Rio de Janeiro perdeu imagens do carro dos suspeitos de matar a vereadora Marielle Franco gravadas no dia do homicídio, em 14 de março de 2018. A informação foi publicada neste domingo …

Protestos se espalham pela Catalunha após condenação de separatistas

Manifestantes bloqueiam principal aeroporto de Barcelona, além de ruas e uma via férrea, após nove líderes catalães serem condenados pela tentativa de independência da região. Confrontos com a polícia deixam feridos. A condenação de nove líderes …