“Não devia estar aqui, mas na escola”, diz Greta Thunberg aos dirigentes mundiais na ONU

A jovem militante sueca pediu satisfações aos líderes mundiais na abertura do Encontro de Ação Climática, organizado pelo secretário das Nações Unidas, Antonio Guterres, denunciando a “falta de ação” dos dirigentes.

“Eu não deveria estar aqui, deveria estar na escola, do outro lado do oceano”, disse a estudante, com a voz tremendo. “Como vocês ousam? Vocês roubaram meus sonhos e minha infância com suas palavras vazias”, disse Greta Thunberg aos dirigentes mundiais.

Sessenta e seis países se comprometeram à chamada “neutralidade do carbono” até 2050. Segundo a ONU, dificilmente esse engajamento se transformará em leis locais.

O objetivo é reduzir as emissões de gases causadores do efeito estufa em pelo menos 45% até 2030 e alcançar a neutralidade de carbono em meados do século. Os países devem compensar as emissões plantando árvores, por exemplo.

Mas o pessimismo reina: o Brasil, que detém a maior parte da Amazônia, e os Estados Unidos, o terceiro país que mais emite gás carbônico no mundo, não participaram da cúpula da ONU nesta segunda-feira.

O presidente americano, Donald Trump, apareceu rapidamente e sentou-se por cerca de dez minutos, causando espanto nos presentes. “Acredito no ar e na água pura e todos os países deviam se unir para isso”, declarou. A China e a Índia, dois dos maiores consumidores de carvão, não assumiram novos compromissos.

Para Laurence Tubiana, uma das negociadoras do acordo de Paris assinado em 2015, sobre o clima, as principais declarações da China e da Índia devem ser feitas no que vem, antes da reunião da COP26 prevista para o fim de 2020. Mas a China pelo menos renovou seu apoio ao processo que envolve o acordo de 2015, o que já é positivo.

“Precisamos dos jovens”

Sem citar diretamente a jovem sueca, o presidente francês, Emmanuel Macron, disse que “ninguém pode ignorar essa exigência de justiça entre as gerações. Precisamos dessa juventude para ajudar a mudar as coisas e botar mais pressão em cima daqueles que são refratários a mudanças”.

Ele julgou as manifestações pelo clima, ocorridas no fim de semana na França, “simpáticas”, ressaltando que seria mais ”, ressaltando que seria mais útil pressionar países como a Polônia, que se recusa a assumir compromissos.

Os cinco últimos anos foram o período mais quente já registrado na Terra, de acordo com um relatório publicado recentemente pela ONU. A Terra tem 1° grau a mais em relação ao século 19, e acabará com 3° em 2100 se as medidas para proteger o planeta não evoluírem.

// RFI

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Concordo com a declaração registrada no título da reportagem. Deveria estar na escola, não na ONU. Ainda tem muito feijão para comer e muita fralda para trocar antes de se meter nos assuntos dos adultos. Antes de salvar o mundo, as crianças têm que aprender a fazer todo o trabalho doméstico, dar conta das matérias escolares e, em seguida, ser treinadas na administração do lar.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …