“Não devia estar aqui, mas na escola”, diz Greta Thunberg aos dirigentes mundiais na ONU

A jovem militante sueca pediu satisfações aos líderes mundiais na abertura do Encontro de Ação Climática, organizado pelo secretário das Nações Unidas, Antonio Guterres, denunciando a “falta de ação” dos dirigentes.

“Eu não deveria estar aqui, deveria estar na escola, do outro lado do oceano”, disse a estudante, com a voz tremendo. “Como vocês ousam? Vocês roubaram meus sonhos e minha infância com suas palavras vazias”, disse Greta Thunberg aos dirigentes mundiais.

Sessenta e seis países se comprometeram à chamada “neutralidade do carbono” até 2050. Segundo a ONU, dificilmente esse engajamento se transformará em leis locais.

O objetivo é reduzir as emissões de gases causadores do efeito estufa em pelo menos 45% até 2030 e alcançar a neutralidade de carbono em meados do século. Os países devem compensar as emissões plantando árvores, por exemplo.

Mas o pessimismo reina: o Brasil, que detém a maior parte da Amazônia, e os Estados Unidos, o terceiro país que mais emite gás carbônico no mundo, não participaram da cúpula da ONU nesta segunda-feira.

O presidente americano, Donald Trump, apareceu rapidamente e sentou-se por cerca de dez minutos, causando espanto nos presentes. “Acredito no ar e na água pura e todos os países deviam se unir para isso”, declarou. A China e a Índia, dois dos maiores consumidores de carvão, não assumiram novos compromissos.

Para Laurence Tubiana, uma das negociadoras do acordo de Paris assinado em 2015, sobre o clima, as principais declarações da China e da Índia devem ser feitas no que vem, antes da reunião da COP26 prevista para o fim de 2020. Mas a China pelo menos renovou seu apoio ao processo que envolve o acordo de 2015, o que já é positivo.

“Precisamos dos jovens”

Sem citar diretamente a jovem sueca, o presidente francês, Emmanuel Macron, disse que “ninguém pode ignorar essa exigência de justiça entre as gerações. Precisamos dessa juventude para ajudar a mudar as coisas e botar mais pressão em cima daqueles que são refratários a mudanças”.

Ele julgou as manifestações pelo clima, ocorridas no fim de semana na França, “simpáticas”, ressaltando que seria mais ”, ressaltando que seria mais útil pressionar países como a Polônia, que se recusa a assumir compromissos.

Os cinco últimos anos foram o período mais quente já registrado na Terra, de acordo com um relatório publicado recentemente pela ONU. A Terra tem 1° grau a mais em relação ao século 19, e acabará com 3° em 2100 se as medidas para proteger o planeta não evoluírem.

// RFI

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Concordo com a declaração registrada no título da reportagem. Deveria estar na escola, não na ONU. Ainda tem muito feijão para comer e muita fralda para trocar antes de se meter nos assuntos dos adultos. Antes de salvar o mundo, as crianças têm que aprender a fazer todo o trabalho doméstico, dar conta das matérias escolares e, em seguida, ser treinadas na administração do lar.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Colômbia é o 1º país latino-americano a receber vacinas da iniciativa COVAX

Nesta segunda-feira (1º), um lote de 117 mil doses da vacina da Pfizer/BioNTech chegou à Colômbia por meio da iniciativa COVAX. O país é o primeiro na região a receber os imunizantes do consórcio da …

Twitter vai tolerar até cinco posts antes de banir por desinformação sobre covid-19

O Twitter resolveu endurecer suas políticas de uso e vai pegar mais pesado contra quem dissemina fake news a respeito da COVID-19, tal como a eficácia e segurança das vacinas que visam combater a doença. Em …

EUA: "Trump tenta manter opções em aberto" para eleições presidenciais de 2024

Não demorou muito para Donald Trump se recuperar de sua derrota - que, aliás, ele ainda não reconhece. No domingo (28), o ex-presidente encerrou a Conferência de Ação Política Conservadora em Orlando, na Flórida. Diante …

Japão nomeia ministro da solidão para enfrentar o isolamento social no país

Os sintomas diretos da Covid-19 sobre nossa saúde já são bastante sabidos, entre febre, cansaço excessivo, dores no corpo, tosse seca e problemas respiratórios, mas uma série de efeitos indiretos vem sendo percebidos – se …

Estudo de esqueletos de 200 gerações revela como humanos evoluíram para lutar contra germes

Estudiosos analisaram cerca de 70 mil esqueletos de 200 gerações a fim de entender como a humidade passou por pandemias anteriores. Os estudos foram feitos acerca de doenças infecciosas como tuberculose, treponematose e hanseníase. Os pesquisadores …

Médica adverte sobre síndrome inflamatória multissistema em pacientes que superaram covid

A médica-chefe de um hospital de Moscou, Mariana Lysenko, declarou em uma entrevista ao canal RT que alguns dos pacientes que superaram a COVID-19 podem desenvolver uma síndrome inflamatória multissistema. De acordo com a médica, a …

Militares abrem fogo contra manifestantes em Mianmar

Forças de segurança reforçam repressão aos protestos contra golpe de Estado e deposição do governo democraticamente eleito. Relatos de mortes surgem de várias cidades. ONU condena violência e o uso de força excessiva. As forças de …

LEGO lança quiz online para educar a criançada sobre cyberbullying

O sentido educacional que os brinquedos da LEGO oferecem ganha nova e ainda maior dimensão com o lançamento do Safer Internet Day (ou Dia da Internet mais Segura, em tradução livre), um quiz virtual desenvolvido …

Covid-19: Peru prorroga suspensão de voos do Brasil até 14 de março

O governo do Peru anunciou neste domingo (29) a prorrogação até 14 de março da suspensão de voos procedentes do Brasil. A medida preventiva visa evitar a entrada de passageiros que podem estar infectados …

Ex-funcionários do McDonald's revelam "estratégia de espionagem" da rede de fast-food

A revista Vice analisou testemunhos de supostos trabalhadores anônimos do McDonald's que tinham conhecimento direto da vigilância, e vazou documentos que explicam as táticas de espionagem. Uma equipe de analistas de inteligência da cadeia de fast-food …