China faz história: pela primeira vez, nasce uma semente de algodão na Lua

billdavis6959 / Flickr

Sonda chinesa Chang’e 3

A missão espacial chinesa conseguiu fazer brotar uma semente de algodão na Lua, informou nesta terça-feira (15) a imprensa estatal, em um feito inédito, alcançado pelo Chang’e 4, a primeira sonda a pousar no lado oculto da Lua.

Segundo uma equipe de cientistas da Universidade de Chongqing, sudoeste da China, trata-se da primeira “miniexperiência” na biosfera realizada com sucesso por um satélite.

A sonda Chang’e 4, que é o nome da deusa chinesa da Lua, pousou no satélite, em 3 de janeiro, levando sementes de algodão, colza, batata, ovos de mosca da fruta e algumas leveduras, visando criar uma “minibiosfera simples”, segundo a agência oficial chinesa Xinhua. As imagens enviadas pelo Chang’e 4 mostram uma semente de algodão brotando.

Não é um feito simples: as temperaturas na superfície lunar podem exceder 100 graus Celsius durante o dia e 100 negativos durante a noite, além de maior radiação solar e uma gravidade menor que na terra.

Citado pelo jornal South China Morning Post, o cientista chinês Xie Gengxin, encarregado pela experiência, afirmou que sua equipe desenhou um recipiente capaz de manter a temperatura entre 1 e 30 graus, permitindo a entrada de luz natural, água e nutrientes.

A fabricação do referido dispositivo, um cilindro de alumínio com 18 cm de altura e 16 de diâmetro, que pesa 3 quilos, custou mais de 10 milhões de yuan (1,29 milhão de euros).

Segundo o Russia Today, o objetivo passa agora por observar a germinação, o crescimento e a respiração desses organismos nas condições de baixa gravidade da superfície lunar, tentando criar uma “minibiosfera” que poderia produzir a primeira flor na Lua.

Os cientistas explicaram que essa carga biológica está no recipiente lacrado e, por isso, não há risco de poluir o ambiente lunar: “Como sabemos, não há ar ou oxigênio na Lua, e a temperatura é sempre muito extrema”, disse Xie Gengxin, chefe do projeto de experiências biológicas na missão Chang’e 4.

“Mesmo que alguns [desses compostos] vazassem, não teriam chances de sobreviver, uma vez que se decompõem em substâncias orgânicas inofensivas“, sustentou.

A China anunciou na semana passada a sua intenção de continuar a expandir seu programa de exploração espacial, com o objetivo de coletar amostras na Lua, durante este ano, e em Marte, em 2020.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Netanyahu é indiciado por corrupção pela Justiça israelense

A Justiça de Israel acusou nesta quinta-feira (21) o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, por uma série de crimes de corrupção, aprofundando ainda mais a crise política no país. O procurador-geral israelense, Avichai Mandelblit, indiciou o …

Processo de impeachment contra Trump deixa Ucrânia em posição difícil

Em meio a inquérito nos EUA, presidente Zelensky se vê num dilema: se confirmar pressão de Washington, perde a boa vontade de Trump. Se desmentir, arrisca fechar a porta para uma futura Casa Branca sob …

Caso Marielle: Moro defende Bolsonaro e fala em 'fraude' para envolver nome do presidente

  O ministro da Justiça, Sergio Moro, defendeu nesta quinta-feira o presidente Jair Bolsonaro (PSL), cujo nome nas últimas semanas esteve vinculado ao assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do seu motorista, no Rio de …

Príncipe Andrew vira centro de escândalo sexual

O príncipe Andrew do Reino Unido comunicou nesta quarta-feira (20/11) que decidiu se afastar da vida pública após o agravamento da controvérsia em torno de seu envolvimento com o milionário americano Jeffrey Epstein, acusado de …

Brasil é o maior hub de fintech da América Latina

O Brasil é o maior país da América Latina — tanto em massa quanto em população — e ocupa uma posição influente no cenário global. Depois dos Estados Unidos, o Brasil lidera a lista do …

Entomólogo dos EUA acredita ter identificado fósseis de insetos em Marte

O entomólogo William Romoser, professor emérito da Universidade de Ohio (EUA), analisou fotos captadas por rovers da NASA em Marte e afirma ter achado nelas fósseis de insetos. Romoser analisou detalhadamente estruturas parecidas a abelhas, bem …

China se irrita com decisão americana sobre Hong Kong e convoca diplomata

Pequim convocou nesta quarta-feira (20) um diplomata do alto escalão dos Estados Unidos após a adoção na terça-feira (19), pelo Senado americano, de um texto que apoia os "direitos humanos e democracia" em Hong Kong. Os …

Porteiro que citou Bolsonaro no caso Marielle recua em novo depoimento

O porteiro que citou o presidente Jair Bolsonaro nas investigações sobre a morte da vereadora Marielle Franco e do motorista, Anderson Gomes, depôs nesta terça-feira (19/11) à Polícia Federal e recuou da versão que havia …

Anistia Internacional denuncia mais de 100 mortes em protestos no Irã

ONG relata uso de munição real contra manifestantes e diz que total de mortos pode ser ainda maior. Presidente e líder supremo dizem que país teve êxito ao lidar com distúrbios provocados por inimigos externos. A …

Áustria decide sobre polêmica do destino da casa onde nasceu Hitler

Por enquanto, parece ter se encerrado a polêmica sobre qual destino dar à residência onde nasceu Adolf Hitler. O edifício, que fica na Áustria, se tornará uma delegacia de polícia, segundo anunciou o governo austríaco …