Neymar ganha a Messi e Brasil goleia Argentina por 3 a 0

(dr) Lucas Figueiredo / CBF

Com Messi e Neymar em campo, os torcedores presentes no Mineirão na noite desta quinta-feira (10) já esperavam um espetáculo. Os dois astros, que são colegas no Barcelona, justificaram as expectativas e foram responsáveis por jogadas que arrancaram aplausos do estádio. Mas a estrela que mais brilhou na noite foi a do brasileiro.

Com um placar construído no primeiro tempo e ampliado no segundo, o Brasil venceu a Argentina por 3 a 0, com gols de Phillipe Coutinho, Neymar e Paulinho. A partida era válida pelas eliminatórias da América do Sul para a Copa do Mundo de 2018, que será disputada na Rússia.

O gol de Neymar foi o 50º pela seleção. Foi também a primeira vez que ele superou Messi em um confronto entre ambos e o brasileiro marcou seu primeiro gol tendo o argentino como adversário.

Até então os dois haviam se enfrentado em quatro ocasiões: três amistosos entre Brasil e Argentina e a final do Mundial de Clubes de 2011, quando Neymar ainda defendia o Santos e viu sua equipe perder para o Barcelona por 4 a 0. No total dos confrontos, Messi havia conquistado três vitórias, um empate e marcado seis gols.

O público de 53.490 pessoas colaborou com a festa. Um mosaico preparado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) surgiu como novidade em jogos da seleção.

Tanto a torcida brasileira quanto a argentina, em menor número, entoaram músicas fazendo comparações entre Pelé e Maradona. No final só um lado saiu cantando, com a frase “o campeão voltou”.

O jogo também serviu para o Brasil virar a página no retorno ao Mineirão, após a goleada por 7 a 1 para a Alemanha na semifinal da Copa do Mundo de 2014.

O jogo

O confronto começou tenso. Aos 10 minutos, o árbitro havia marcado oito faltas. O volante Fernandinho, que aos dois minutos foi obrigado a parar Messi após tomar um chapéu, levou cartão amarelo ao cometer uma segunda infração quatro minutos depois.

O duelo dos companheiros de Barcelona acabou enriquecendo o espetáculo. Neymar logo responderia o astro argentino também com um chapéu no meio de campo, que teve o volante Biglia como vítima.

A melhor jogada da Argentina no primeiro tempo veio justamente num chute de Biglia, que recebeu de Messi e arriscou de fora da área aos 23 minutos. O goleiro Alison se esticou e fez belíssima defesa. No minuto seguinte, mais ou menos da mesma distância, Philippe Coutinho ajeitou e colocou a bola no ângulo sem chances para o goleiro argentino.

Os argentinos reclamaram muito de um pênalti em falta cobrada por Messi aos 36 minutos, alegando que Neymar desviou a bola com o braço. O brasileiro não se preocupou muito e em grande jogada no minuto seguinte, driblou dois defensores e chutou na trave.

O gol apenas havia sido adiado. Aos 45 minutos, o camisa 10 do Brasil recebeu em profundidade de Gabriel Jesus e só teve o trabalho de tocar para o gol na saída do goleiro Romero.

Perdendo de 2 a 0, a Argentina voltou para o segundo tempo precisando atacar. E o técnico Bauza tirou o volante Enzo Pérez e colocou o atacante Kun Agüero, mas foi o Brasil que começou assustando, em chute para fora de Gabriel Jesus logo aos 2 minutos.

O jogo continuou com muitas faltas e Marcelo tomou cartão amarelo, se tornando desfalque do Brasil para a partida contra o Peru.

A partida ficou aberta com boas chances para os dois lados. E aos 13 minutos, Paulinho, que já havia perdido uma ótimo oportunidade, se redimiu e apareceu no meio da área para aproveitar cruzamento de Renato Augusto e marcar o terceiro gol brasileiro.

A Argentina continuava se lançando ao ataque e possuía mais posse de bola, mas as melhores chances ocorriam quando o Brasil achava espaços para criar seus contra-ataques. Aos 23 minutos Neymar chegou na cara do gol e foi travado na hora do chute por Zabaleta. Aos 36, Gabriel Jesus errou o drible no goleiro Romero e perdeu outra boa chance.

Perdida em campo e vendo os brasileiros inspirados, a seleção argentina apelou para várias faltas no meio de campo. Otamendi e Biglia acabaram levando cartão amarelo.

Bauza ainda tentou mais uma mudança. Colocou o Ángel Correa no lugar de Di María, mas não surtiu efeito. O Brasil também fez suas substituições: Firmino, Douglas Costa e Thiago Silva entraram, enquanto Gabriel Jesus, Phillipe Coutinho e Miranda saíram.

Classificação

Com a derrota, a Argentina chega à quarta partida consecutiva sem vitória nas eliminatórias da América do Sul e termina a rodada na sexta posição. Apenas os quatro primeiros asseguram sua classificação para a Copa do Mundo de 2018. O quinto colocado precisará superar uma seleção da Oceania, em partida de repescagem.

Já o Brasil segue na liderança, agora com 24 pontos. O técnico Tite mantém seu aproveitamento de 100%. Desde que ele assumiu a seleção, são cinco jogos e cinco vitórias.

O Brasil jogou com Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda (Thiago Silva) e Marcelo; Fernandinho, Paulinho, Renato Augusto e Phillipe Coutinho (Douglas Costa); Neymar e Gabriel Jesus (Roberto Firmino).

Já a Argentina do técnico Eduardo Bauza teve Sergio Romero; Pablo Zabaleta, Nicolás Otamendi, Ramiro Funes Mori e Emanuel Mas; Javier Mascherano, Enzo Perez (Kün Aguero), Lucas Biglia e Angel Di María (Ángel Correa); Messi e Gonzalo Higuaín.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Asteroide passará perto da Terra a 27.000 km/h na sexta-feira, alerta NASA

Um grande corpo celeste está se movendo na direção da Terra e chegará ao ponto mais próximo do nosso planeta nesta sexta-feira (6). De acordo com as estimativas da NASA, o asteroide 2019 WR3 mede entre …

Mensagem misteriosa pintada em urso polar na Rússia alarma pesquisadores

Imagens compartilhadas por perfis russos nas redes sociais com um urso polar pintado em spray com o símbolo "T-34" ter alarmado especialistas. Eles advertem que a pintura — cujas circunstâncias ainda não foram identificadas — pode …

Experimento deve provar que microgravidade inibe crescimento de tumores

De onde estiver, Stephen Hawking segue presente na ciência, e seus últimos conselhos devem render uma descoberta para lá de impressionante (e revolucionária). Em conversa com um pesquisador da Austrália, o gênio da física falou sobre …

Justiça absolve Lula e Dilma no caso "quadrilhão do PT"

Juiz que analisou caso afirma que denúncia apresentada por Rodrigo Janot contra cúpula do PT em 2017 foi tentativa de "criminalizar a atividade política". Ministério Público pediu absolvição dos réus em outubro. A Justiça Federal do …

Chineses ativam o primeiro radiotelescópio posicionado no lado afastado da Lua

Um experimento que levou mais de um ano para ser concluído no lado afastado da Lua finalmente está em funcionamento. Não está ainda 100%, mas o Netherlands-China Low-Frequency Explorer (NCLE) já consegue captar sinais de …

"Vão ter que mudar", diz Greta sobre Bolsonaro e Trump em retorno à Europa

A ativista chegou em Lisboa na tarde desta terça-feira (3), 21 dias depois de sair dos EUA a bordo de um veleiro. A jovem sueca retorna à Europa para participar da COP 25, a conferência …

Museu decide comprar apenas obras de mulheres por um ano por reparação histórica

Para se transformar a velha normalidade repleta de preconceitos, violências e desigualdades embutidas é preciso atitudes efetivas e concretamente transformadoras. Da mesma forma que a dívida histórica racial deve ser reparada não somente no discurso, mas …

Black Friday no Brasil superou a dos EUA nos apps de compras, segundo estudo

Neste ano, a Black Friday fez a sua marca entre as compras dos brasileiros. O próprio Canaltech fez uma cobertura muito especial em torno da Black Friday deste ano.Importada dos EUA, a tradição está mesmo …

Para acalmar a crise, presidente chileno propõe ajuda de R$ 520 para 1 milhão de famílias

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, propôs nesta terça-feira (3) a criação de um bônus de 100.000 pesos chilenos (cerca de R$ 520), que serão distribuídos para 1,3 milhão de famílias. O objetivo da medida, …

Anvisa dá aval à venda de maconha medicinal em farmácias

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta terça-feira (03/12) um novo marco regulatório para o registro e venda de produtos à base de cannabis em farmácias no país, tornando o Brasil a nação …