Cartógrafa desvenda origem dos grandes geoglifos da Montanha dos Mortos na Rússia

Cientistas conseguiram explicar a origem dos misteriosos geoglifos, que foram recentemente descobertos na Montanha dos Mortos, mais especificamente nos Urais, pelo pesquisador Valentin Degtyarev.

A diretora da empresa de cartografia temática Skaneks, Nina Moiseeva, disse à Sputnik que os geoglifos foram feitos com árvores derrubadas, que pode ser visto nas imagens de satélite.

“Se observarmos a área de perto, é possível ver muitos vestígios de árvores derrubadas, bem como intrusões trimestrais de infraestrutura linear e caminhos de desmatamento. Analisando esses fragmentos, é possível imaginar imagens diferentes, formas geométricas ou pessoas. No fundo, tudo depende da imaginação“, comentou Moiseeva.

A especialista também destacou que, se fossem reais, os geoglifos de tal envergadura já teriam sido detectados, porque a vigilância da Terra desde o espaço é realizada frequentemente e em detalhe.

No dia 8 de outubro, Degtyarev anunciou ter encontrado imagens de satélite mostrando geoglifos parecidos com aves e cometas, que, segundo ele, datam do período Neolítico.

“O mais interessante é que este monumento incrível do período neolítico não foi encontrado por ninguém antes. Ele está localizado a apenas 60 quilômetros da região com má fama”, disse o pesquisador.

A região de má fama se refere a Passo Dyatlov, onde em fevereiro de 1959 um grupo de alpinistas morreu em  circunstâncias desconhecidas.

De acordo com o russo Degtyarev, o geoglifo teria cerca de 10 quilômetros de comprimento por cinco de largura. “Todos os desenhos, e há dezenas deles, estão no chão. Não têm nada a ver com geologia ou corte de madeira. Parecem algo semelhante a um cometa ou um asteroide”, comentou, na época, convencido de que o geoglifo existia.

Degtyarev acredita que a descoberta comprova que o território em volta do Passo Dyatlov era considerado sagrado pela etnia mansi, que habita esta região da Rússia.

Região “de má fama”

A costa leste da montanha Kholat Syakhl, cujo nome em mansi significa “Montanha dos Mortos”, foi “rebatizada” de Passo Dyatlov devido ao incidente de fevereiro de 1959, que permanece um mistério.

Um grupo de nove esquiadores, liderados por Igor Dyatlov, apareceu morto. A falta de testemunhas deu abertura para que muitas especulações fossem feitas.

Pesquisadores da época determinaram que os esquiadores tinham rasgado as barracas de dentro para fora, fugindo a pé sob forte nevasca. Apesar dos corpos não demonstrarem sinais de luta, duas vítimas apresentavam o crânio fraturado e duas tinham costelas quebradas.

As autoridades soviéticas determinaram que uma “força desconhecida” tinha provocado as mortes. O acesso à região foi consequentemente bloqueado a esquiadores e aventureiros por três anos após o incidente.

Ciberia // Sputnik News / ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA:

Modelo francesa se torna a primeira “playmate” transgênero da história da Playboy

A modelo francesa Ines Rau ganhou espaço nas páginas centrais da revista Playboy. Além de exibir suas curvas sem pudor, ela fez história ao se tornar a primeira “playmate” transgênero da história da revista. Ines não …

Poluição mata mais pessoas no mundo do que a guerra, a violência e a fome

Uma morte em cada seis ocorridas no mundo em 2015 esteve ligada à poluição, essencialmente à poluição do ar, mas também da água e dos locais de trabalho, segundo um estudo publicado na última sexta-feira …

Aplicativo para celular detecta sinais precoces do Mal de Parkinson

Uma equipe de pesquisadores portugueses participa de um projeto europeu que detecta os primeiros sintomas de Parkinson e combate a progressão da doença. O Parkinson é uma doença sutil e difícil de detectar. Os exames não …

Combate "fatal" entre robôs gigantes vira "aposta esportiva" do futuro

Como se fossem protagonistas da saga cinematográfica "Transformers", robôs humanoides gigantes se enfrentaram pela primeira vez em um duelo "fatal" em um projeto que pretende se transformar em uma modalidade esportiva com milhões de seguidores. Esse …

Putin revela há algo ainda “mais perigoso que uma bomba nuclear”

O presidente da Rússia falou a jovens de todo o mundo no sábado (21) a propósito do XIX Festival Mundial da Juventude e Estudantes, celebrado na Rússia entre os dias 22 e 14 de outubro. Seja …

Parada LGBT+ de Copacabana recorre a financiamento coletivo

Os organizadores da Parada LGBTI (lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e intersexuais) de Copacabana recorreram a uma ferramenta de financiamento coletivo na internet para compensar a crise enfrentada em 2017, enquanto negociam o patrocínio de apoiadores …

Relatório de CPI do Senado diz que Previdência Social não tem deficit

O relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Previdência, senador Hélio José (PROS-DF), apresentou nesta segunda-feira (23) o relatório final dos trabalhos ao colegiado, com a conclusão de que a Previdência Social não é …

PF indicia ex-presidente do BNDES e Carolina Oliveira, mulher do governador de Minas Gerais

A Polícia Federal (PF) concluiu inquérito da Operação Acrônimo e indiciou oito pessoas, entre as quais o ex-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) Luciano Coutinho e a primeira-dama de Minas Gerais, …

Coordenadora que convenceu aluno a parar de atirar em Goiânia: "Não tive medo"

A coordenadora que convenceu o adolescente de 14 anos a parar de atirar contra a turma disse neste domingo (22) ao Fantástico que não teve medo de abordar o aluno no Colégio Goyases, em Goiânia, …

O avião mais rápido do mundo chega a qualquer lugar em menos de 1 hora

A Lockheed Martin, fabricante de produtos aeroespaciais e principal produtora de equipamentos militares do mundo, prepara-se para apresentar seu novo avião de combate e espionagem SR-72, que será o mais rápido do mundo. O planos para …