Cartógrafa desvenda origem dos grandes geoglifos da Montanha dos Mortos na Rússia

Cientistas conseguiram explicar a origem dos misteriosos geoglifos, que foram recentemente descobertos na Montanha dos Mortos, mais especificamente nos Urais, pelo pesquisador Valentin Degtyarev.

A diretora da empresa de cartografia temática Skaneks, Nina Moiseeva, disse à Sputnik que os geoglifos foram feitos com árvores derrubadas, que pode ser visto nas imagens de satélite.

“Se observarmos a área de perto, é possível ver muitos vestígios de árvores derrubadas, bem como intrusões trimestrais de infraestrutura linear e caminhos de desmatamento. Analisando esses fragmentos, é possível imaginar imagens diferentes, formas geométricas ou pessoas. No fundo, tudo depende da imaginação“, comentou Moiseeva.

A especialista também destacou que, se fossem reais, os geoglifos de tal envergadura já teriam sido detectados, porque a vigilância da Terra desde o espaço é realizada frequentemente e em detalhe.

No dia 8 de outubro, Degtyarev anunciou ter encontrado imagens de satélite mostrando geoglifos parecidos com aves e cometas, que, segundo ele, datam do período Neolítico.

“O mais interessante é que este monumento incrível do período neolítico não foi encontrado por ninguém antes. Ele está localizado a apenas 60 quilômetros da região com má fama”, disse o pesquisador.

A região de má fama se refere a Passo Dyatlov, onde em fevereiro de 1959 um grupo de alpinistas morreu em  circunstâncias desconhecidas.

De acordo com o russo Degtyarev, o geoglifo teria cerca de 10 quilômetros de comprimento por cinco de largura. “Todos os desenhos, e há dezenas deles, estão no chão. Não têm nada a ver com geologia ou corte de madeira. Parecem algo semelhante a um cometa ou um asteroide”, comentou, na época, convencido de que o geoglifo existia.

Degtyarev acredita que a descoberta comprova que o território em volta do Passo Dyatlov era considerado sagrado pela etnia mansi, que habita esta região da Rússia.

Região “de má fama”

A costa leste da montanha Kholat Syakhl, cujo nome em mansi significa “Montanha dos Mortos”, foi “rebatizada” de Passo Dyatlov devido ao incidente de fevereiro de 1959, que permanece um mistério.

Um grupo de nove esquiadores, liderados por Igor Dyatlov, apareceu morto. A falta de testemunhas deu abertura para que muitas especulações fossem feitas.

Pesquisadores da época determinaram que os esquiadores tinham rasgado as barracas de dentro para fora, fugindo a pé sob forte nevasca. Apesar dos corpos não demonstrarem sinais de luta, duas vítimas apresentavam o crânio fraturado e duas tinham costelas quebradas.

As autoridades soviéticas determinaram que uma “força desconhecida” tinha provocado as mortes. O acesso à região foi consequentemente bloqueado a esquiadores e aventureiros por três anos após o incidente.

Ciberia // Sputnik News / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Guaidó desafia proibição de deixar Venezuela e inicia giro internacional em busca de apoio

O opositor venezuelano Juan Guaidó voltou a desafiar a proibição de deixar o país. O autoproclamado presidente interino viajou para a Colômbia, antes de seguir para Bélgica e Suíça. Ele pretende participar do Fórum …

FMI prevê melhora para economia brasileira, apesar da redução do crescimento mundial

O Fundo Monetário Internacional reduziu nesta segunda-feira (20) sua expectativa de crescimento global para este ano. A instituição é mais otimista sobre a situação do Brasil, que deve crescer nos próximos anos. O FMI disse …

Harry diz estar triste por deixar deveres reais

O príncipe Harry falou neste domingo (19/01) de sua tristeza por ser obrigado a desistir de seus deveres reais em um acordo com a família real britânica, dizendo não haver outra opção se ele e …

Ultrassom destrói células cancerosas

Cientistas do Instituto de Tecnologia da Califórnia e do Instituto de Pesquisa Beckman da Cidade da Esperança desenvolveram uma técnica de ultrassom direcionado de baixa intensidade que mata células cancerígenas sem afetar as células saudáveis …

Robôs são maior ameaça à humanidade que mudança climática, segundo especialista

Especialista em inteligência artificial acredita que robôs podem ser hackeados por terroristas, além de outros problemas, tornando-os potencialmente perigosos para o homem. Se por um lado a tecnologia pode ajudar o homem em suas tarefas do …

Sem capacidade para reciclar, Malásia devolve lixo para países desenvolvidos

A Malásia devolveu 150 contêineres de lixo ilegal para seus países de origem. Entre eles estão os Estados Unidos, a França, o Reino Unido e o Canadá, anunciaram as autoridades nesta segunda-feira (20). Segundo …

Defesa de Trump diz que processo de impeachment é ilegal

Em primeira manifestação formal desde o início do julgamento do presidente, defesa acusa oposição democrata de tentar interferir nas eleições de 2020. Os advogados do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disseram neste sábado que o …

Cidade de interior de SP inicia tarifa zero no transporte público

Enquanto diversas capitais ao redor do país aumentam o valor das passagens no transporte público, algumas outras cidades pensam diferente. Se o transporte coletivo gratuito parece um sonho inalcançável e utópico, algumas administrações públicas buscam maneiras …

Quantos anos de vida saudável os ricos ganham em relação aos pobres?

Um novo estudo europeu e americano descobriu que os ricos possuem cerca de nove anos de vida saudável a mais do que os pobres. A pesquisa foi bastante abrangente – os cientistas analisaram dados de mais …

O país sul-americano que deve crescer 14 vezes mais que a China neste ano

A Guiana ganhou na loteria e está prestes a resgatar o prêmio. Seus vizinhos, especialmente a Venezuela, aguardam intrigados para saber em que ela vai gastar. De acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), a economia …