Ocupação de casas no Alemão pela PM é tema de audiência na Defensoria Pública

Bruno Itan / Coletivo Alemão

-

A Defensoria Publica do Rio de Janeiro realizará uma audiência pública na tarde de hoje (24) para debater, com as Comissões de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do estado (Alerj) e da Câmara Municipal, além de movimentos sociais que atuam no Complexo do Alemão, sobre a desocupação das casas na comunidade pela Polícia Militar (PM).

Segundo informações da Defensoria Pública, desde fevereiro policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da favela Nova Brasília ocupam residências para serem utilizadas como posto de observação da movimentação de criminosos.

Em nota divulgada pela Defensoria Pública do Rio, o ouvidor-geral da Defensoria Pública, Pedro Strozenberg, lembra que o impasse já se arrasta por dois meses e que, mesmo não havendo novas invasões, as casas “tomadas” em fevereiro “continuam sendo utilizadas pelos policiais, que montam vigilância um dia numa, outro dia noutra, segundo relatos que chegaram à Defensoria”.

Segundo ele “os moradores se sentem inseguros e reféns de uma situação não resolvida”.

De acordo com a Polícia Miliar, os imóveis usados – localizados em pontos estratégicos da comunidade, estariam vazios. No entanto, quatro pessoas já procuraram o Núcleo de Defesa dos Direitos Humanos da Defensoria para denunciar que, ao contrário do que alega a PM, os imóveis são ocupados por moradores.

A Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) de Nova Brasília diz que os imóveis estão em uma localização estratégica para o combate ao  crime e que a polícia está construindo uma base própria no complexo, mas enquanto a estrutura não fica pronta, a orientação é usar imóveis vazios.

Após as denúncias, o próprio ouvidor-geral e representantes da Assembleia Legislativa e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) foram ao local para conversar com a comunidade e registrar, em fotos e vídeo, a situação das casas.

Parceria

A audiência pública de hoje é mais um esforço da parceria entre a defensoria, parlamentares e o movimento social para discutir o problema e buscar uma solução junto ao Ministério Público e as secretarias estaduais e municipais do Rio.

Strozenberg ressalta o fato de que a iniciativa partiu de movimentos sociais que atuam no Alemão e foi encampada pela Assembleia e pela Câmara Municipal. “Está é a primeira vez que uma audiência pública das duas casas legislativas é sediada pela Defensoria, o que só reforça nossa legitimidade e compromisso na busca de uma solução para o problema”, diz.

A audiência será presidida pela defensora do Núcleo de Defesa dos Direitos Humanos, Livia Casseres, e contará também com a presença dos presidentes das Comissões de Direitos Humanos da Assembleia, deputado Marcelo Freixo, e da Câmara, vereador Reimont.

Foram convidados o Ministério Público e autoridades do Estado, dentre elas o secretário de Segurança Pública e o comandantes da PM. Os moradores do Alemão, inclusive aqueles diretamente atingidos pela ocupação dos imóveis, participarão do debate.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

As vovós que lutam pela democracia na Polônia

Idosas polonesas organizam protestos regulares contra erosão da democracia no país, governado por partido ultraconservador. "Não sou capaz de ficar tranquila em casa, cada violação dos direitos me dói", diz aposentada. Clima de fim de expediente …

Coruja super rara dá o ar da graça depois de 125 anos

A coruja rajá de Bornéu (Otus brookii brookii) é uma espécie tão pequena que apenas seu tamanho já tornaria sua identificação mais complexa. Nativa do Sudeste da Ásia e com peso médio de apenas 100 gramas, …

Nintendo bate todos os recordes de lucros com videogames durante a pandemia

A Nintendo apresentou resultados recordes para o ano fiscal de 2020/21 encerrado em 31 de março, impulsionada pela mania global dos videogames em tempos de pandemia, mas o grupo japonês não espera repetir essa …

Doença cerebral misteriosa intriga médicos no Canadá

Médicos no Canadá têm deparado com pacientes que apresentam sintomas semelhantes aos da doença de Creutzfeldt-Jakob, um mal raro e fatal que ataca o cérebro. Mas quando resolveram investigar o mal em mais detalhe, o …

Governador do Rio diz que operação que terminou com 25 mortos foi ação de 'inteligência'

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, afirmou que a operação da Polícia Civil realizada no Jacarezinho foi "ação pautada e orientada por longo e detalhado trabalho de inteligência e investigação".  A operação terminou com …

Butantan diz que ataques de Bolsonaro à China afetam vacinas

Presidente insinuou que chineses, principais fornecedores de matéria-prima para imunizantes ao Brasil, criaram vírus como parte de "guerra química". "Essas declarações têm impacto", diz diretor do Instituto Butantan. A direção do Instituto Butantan e o governador …

Fotos da última sessão de Kurt Cobain são vendidas como NFT

As imagens da última sessão de fotos da vida do compositor e cantor Kurt Cobain irão a leilão em formato de token não-fungível, os célebres NFTs. O anúncio foi feito por Jesse Frohman, fotógrafo por trás …

EUA, França e Rússia apoiam quebra de patentes contra a Covid-19, mas laboratórios resistem

A ideia de suspender as patentes da fabricação de vacinas contra a Covid-19 continuou a ganhar apoio em todo o mundo nesta quinta-feira, após o impulso inicial dado Estados Unidos. Porém, os laboratórios resistem, …

Descoberta a evidência mais antiga de atividade humana

Uma das atividades mais antigas de humanos foi identificada em uma caverna na África do Sul. Uma equipe de geólogos e arqueólogos encontrou evidências de que nossos ancestrais estavam fazendo fogo e ferramentas na Caverna …

Jeff Bezos: os planos do homem mais rico do mundo para voo espacial turístico

O fundador da Amazon, Jeff Bezos, afirma que está pronto para levar pessoas ao espaço. A empresa Blue Origin, do empresário americano detentor de uma fortuna estimada em R$ 1 trilhão, diz que lançará uma tripulação …