Organismo marinho de 47 metros de comprimento descoberto na Austrália

(dr) Schmidt Ocean Institute

Pesquisadores conseguiram captar imagens de vídeo fascinantes de um organismo “de outro mundo” nas águas ao largo da costa ocidental da Austrália.

Segundo comunica a Newsweek, uma equipe a bordo do RV Falkor, o principal navio de pesquisa do Instituto Oceanográfico Schmidt, avistou o organismo, um tipo de sifonóforo conhecido como apolemia, usando para o efeito um veículo submarino operado remotamente (ROV, na sigla em inglês) a oeste da Austrália, na zona de Ningaloo.

“Vejam este belo sifonóforo Apolemia gigante filmado durante a expedição a Ningaloo Canyons. Provavelmente este espécime é o maior alguma vez registrado, e tem uma estranha postura de alimentação semelhante a um OVNI”, lê-se no tweet.

Parecendo um longo pedaço de corda, os sifonóforos, hidrozoários aparentados a medusas e corais, podem parecer um só organismo, mas na verdade são colônias de vários membros, morfológica e funcionalmente especializados, que se juntam para formar uma única entidade, sendo cada membro da colônia especializado em uma tarefa específica.

Com a ajuda de lasers montados em seu ROV, os cientistas estimaram que o anel externo deste sifonóforo media 15 metros de diâmetro e 47 metros de comprimento, o equivalente a um prédio de 11 pisos.

Sifonóforos são predadores das profundezas marinhas que ficam à espera que animais descuidados entrem em contato com os pólipos peçonhentos de alguns de seus membros especializados.

“Participei de numerosas expedições e nunca vi nada parecido com isto”, afirmou à Newsweek Rebecca Helm, professora da Universidade da Carolina do Norte (EUA), acrescentando que “a maioria das colónias de sifonóforos que vi têm talvez 20 centímetros de comprimento, no máximo um metro”.

“Mas este é enorme, e não apenas enorme, a colônia exibe um comportamento espantoso: ela está caçando”, prosseguiu a professora universitária.

“Seus corpos esguios ficam suspensos com um único tentáculo longo pendurado como uma linha de pesca com anzol”, não precisando a colônia de se mover para se alimentar, prosseguiu Helme.

“Quando as presas são digeridas, os nutrientes são enviados através de um longo tubo digestivo que percorre totalmente a colônia, para que todos seus membros possam se alimentar”, disse ela.

Embora seja difícil determinar a idade de uma colônia de sifonóforos, Helm sugere que o animal em causa poderia ter dezenas ou possivelmente centenas de anos de idade.

“Tudo nas profundezas marinhas cresce incrivelmente devagar. [A temperatura] está apenas alguns graus acima de zero, a vida leva tempo a crescer“, disse ela, para quem, à medida que os oceanos sejam explorados, provavelmente vamos nos deparar com mais fenômenos como este.

O ambiente marinho de Ningaloo, localizado na costa noroeste da Austrália Ocidental e Patrimônio da UNESCO, apesar de conhecido por sua biodiversidade, ainda está pouco explorado.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

"Peças extraordinárias" achadas na Indonésia podem ser da lendária "ilha do Ouro"

Tesouros no valor de milhões de dólares encontrados nos últimos cinco anos ao longo do rio Musi podem ser do antigo império malaio Serivijaia, na ilha de Sumatra, que por 300 anos dominou as rotas …

Pandemia de Covid-19 vai acabar "quando o mundo decidir acabar com ela", diz diretor da OMS

A pandemia de Covid-19 vai acabar "quando o mundo decidir acabar com ela", disse neste domingo (24) o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Ghebreyesus. O representante da ONU discursou na abertura …

Google está “criando Deus”, alerta ex executivo da Google

Segundo um ex-executivo do Google, a singularidade está chegando. E, segundo ele isso representa uma grande ameaça para a humanidade. Mo Gawdat, ex-diretor de negócios da organização moonshot do Google, que na época se chamava Google …

Pandemia causa a maior redução na expectativa de vida desde a Segunda Guerra

Desde a descoberta do coronavírus SARS-CoV-2, mais de 4,9 milhões de pessoas morreram oficialmente em consequência da infecção, segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins. Nesse cenário, a pandemia da covid-19 reduziu a expectativa de vida …

Forças Armadas da Noruega assinam contrato bilionário de mísseis para caças F-35

Noruega tem sido um parceiro ativo no programa de caças dos EUA F-35, tendo em conta que 18 empresas deste país nórdico são parceiros diretos. Subsequentemente, a Noruega decidiu adquirir 52 caças F-35 para substituir …

Brasil fez lobby para mudar relatório climático, diz Greenpeace

Vários países, entre eles o Brasil, tentaram fazer mudanças em um crucial relatório da ONU sobre como combater o aquecimento global, afirmou o Greenpeace nesta quinta-feira (21/10), citando um grande vazamento de documentos. Os documentos aos …

Site da Coreia do Sul é usado para hospedar vírus e distribuí-lo via torrents

Uma campanha de distribuição de malwares na Coreia do Sul está disfarçando cavalos de troia de acesso remoto como um jogo para o público adulto, compartilhado via serviço de hospedagem de arquivos, como o WebHard, …

América Latina pode levar ‘muitos anos’ para superar impacto da pandemia, alerta FMI

Os efeitos negativos da pandemia de Covid-19 em termos de produtividade, emprego e capital humano na América Latina e Caribe podem "demorar muitos anos para serem revertidos". O alerta foi feito nesta quinta-feira (21) pelo …

Dinossauro “garça do inferno com cara de crocodilo” é descoberto

Dois dinossauros carnívoros de dentes pontiagudos com crânios de crocodilo apareceram uma vez nas margens do rio na Ilha de Wight, na Inglaterra, revelam novos fósseis. Os cientistas deram às criaturas nomes científicos que se traduzem …

As 9 acusações contra Bolsonaro no relatório da CPI - e a manobra governista para tentar blindá-lo

Após o relatório da CPI da Covid no Senado acusar o presidente Jair Bolsonaro de nove crimes durante a pandemia, um senador da bancada governista tentou uma manobra para "blindar" o chefe do Executivo e …