Pare de sorrir: isso faz você parecer mais velho

Dizem que sorrir é o melhor remédio. Mas não quando alguém quer parecer mais jovem. Segundo um estudo das universidades Ben-Gurion (Israel) e Western (Canadá), quem sorri parece um a dois anos mais velho do que realmente é.

O motivo são as rugas no canto dos olhos, que surgem por causa da movimentação dos músculos no momento do sorriso. Na percepção de quem observa o rosto risonho, as pequenas linhas sugerem mais idade do que o mesmo rosto com expressão de surpresa ou sério.

Os resultados do estudo, publicado na edição de maio da revista médica Psychonomic Bulletin and Review, surpreenderam participantes do experimento. Eles foram apresentados a imagens de pessoas e tiveram que classificá-las das mais velhas à mais moças. Havia imagens de rostos sorridentes, expressões neutras e aparências surpresas.

Os participantes classificaram as faces sorridentes como as mais envelhecidas, seguidas pelos mesmos rostos com expressões neutras e de surpresa.

Para os pesquisadores, o mais interessante foi notar que os próprios voluntários acreditavam ter classificado os sorridentes como mais moços. O estudo foi explicitamente projetado para julgar se há realmente uma discrepância entre percepção e crença.

“Ironicamente, descobrimos que a mesma pessoa pode acreditar que sorrir faz você parecer mais jovem e julgar rostos sorridentes como mais velhos do que os neutros”, diz Melvyn Goodale, diretor do Brain and Mind Institute da Western University.

Segundo Tzvi Ganel, chefe do Laboratório de Percepção e Ação Visual do Departamento de Psicologia da Universidade Ben-Gurion, as pessoas percebem rostos de forma holística. Não compreendem uma parte da face sem lidar com todo o conjunto, que, no caso, inclui olhos, boca e nariz.

Ganel explica que, na primeira vez que olhamos para alguém, tentamos logo saber qual é a sua idade – e adivinhamos, em geral, com uma margem de erro de 6 anos a mais ou a menos. Queremos saber se temos algo em comum com a pessoa, se é compatível em termos românticos, se vale à pena empregá-la.

Mas, como identificar idades não é uma ciência exata, qualquer detalhe pode influenciar. Quando uma pessoa sorri, causando as rugas nos cantos dos olhos, a percepção é de que ele tem um a dois anos a mais do que o mesmo rosto neutro.

Tzvi Ganel assinala que, quando as rugas são retiradas do rosto apresentado, através de retoque digital ou maquiagem, o fenômeno desaparece.

“O sorriso, como uma convenção social, é realmente visto como algo positivo, ligado a elementos de atração, saúde e também de juventude. A ideia geral é a de que, quem sorri, deveria ser visto como mais jovem. O que mostramos, de forma direta, é que se trata de um conceito errado”, diz Ganel.

“Há um paradoxo aí. Se, por um lado, o sorriso denota juventude, por outro, as rugas nos olhos fazem o rosto parecer mais velho, o que, para muitos, é algo negativo”, continua o pesquisador, citando o fenômeno do agism (discriminação etária).

No caso de pessoas com idade mais avançada, a questão das rugas nos olhos não é tão relevante. Mas, quando se trata de gente com idades entre 20 e 30 anos, esse detalhe influencia na identificação dos rostos.

Na primeira sessão do experimento, realizado na Universidade Ben-Gurion, 40 voluntários observaram 140 fotos de 70 rostos – um deles com sorriso e outro, com a face neutra. Os rostos sorridentes foram julgados como mais velhos. No entanto, após o experimento, os participantes acreditaram ter classificado as faces risonhas como mais jovens.

(dr)

-

O mesmo aconteceu na segunda fase do experimento, quando 42 voluntários analisaram 180 fotos, dessa vez com os rostos de 60 pessoas, mas com três expressões: sorridentes, neutros ou surpresos.

Os rostos sorridentes foram novamente percebidos como mais velhos do que os neutros, que por sua vez eram percebidos como mais velhos do que os surpresos. Novamente, após o teste, os participantes acreditaram ter classificado os sorrisos como mais jovens.

Apesar dessa aparente incoerência, no entanto, o professor Tzvi Ganel acredita que é melhor mostrar os dentes ao conhecer novas pessoas.

“No caso do sorriso, acho que os aspectos positivos pesam mais do que o preço que se paga em termos de idade. Mesmo que sejam percebidas como mais velhas, as pessoas são consideradas mais atraentes, quando sorriem. No caso de políticos, parecer mais velhos e experientes pode até ajudar. Numa certa idade, essas rugas passam algo muito profundo sobre a pessoa, como se ela fosse mais inteligente”.

A psicóloga e psicanalista brasileira Simone Wenkert concorda com a noção de que, mesmo “correndo o risco” de parecer mais velhos, quando os seres humanos sorriem, expressam capacidade de comunicação e abertura para o outro.

“O valor da juventude é um algo contemporâneo, não foi uma verdade absoluta ao longo da história humana. E, mesmo hoje, não é um valor em todas as sociedades. Quando você vê rugas, acha a pessoa mais velha”, diz Simone.

“No entanto, a satisfação de ver um rosto sorrindo, de alguém que se comunica, que interage, que é capaz de ter empatia, é muito importante para o ser humano”, acrescenta. “Não é à toa que se diz que olhos são o espelho da alma“.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

China consegue pousar veículo não tripulado em Marte

A China conseguiu neste sábado pousar um veículo autônomo não tripulado em Marte. A fase final da operação Tianwen-1 aconteceu sem falhas, informou a TV estatal chinesa, que transmitiu um programa especial chamado Alo …

Lewandowski permite que Pazuello fique em silêncio na CPI

Ex-ministro da Saúde será obrigado a comparecer ao depoimento, mas não precisará responder perguntas que possam incriminá-lo. No entanto, será obrigado a falar a verdade em fatos e questões relacionados a terceiros. O ministro do Supremo …

Como o coronavírus afeta o fígado

O SARS-CoV-2, vírus causador da covid-19, mudou completamente a cara do mundo que conhecíamos até então. Ele afetou praticamente todos os aspectos da vida cotidiana e causou mudanças substanciais nas ciências da saúde e, portanto, na …

'Síndrome de Havana': lesão cerebral atinge ao menos 130 diplomatas e oficiais americanos, dizem EUA

Diplomatas, agentes da CIA e oficiais de defesa dos EUA relataram sintomas graves da perturbação conhecida como "síndrome de Havana" nas últimas semanas. O elevado número de casos causa espanto. Nas últimas semanas, foram relatados mais …

RJ comunica 1º caso de raiva em cachorro em quase três décadas

Pela primeira vez desde 1995, o Laboratório Municipal de Saúde Pública (Lasp) do Rio de Janeiro diagnosticou um caso de raiva animal. A descoberta parte do resultado de perícia no corpo de um cão morto …

O que dizem cientistas sobre isenção de máscaras para vacinados nos EUA

Os Estados Unidos anunciaram nesta quinta-feira (13/05) o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção na maioria das situações para pessoas que já foram completamente vacinadas contra a covid-19. Segundo a nova orientação do …

Putin: Rússia reagirá de maneira devida às ameaças perto de suas fronteiras

Durante reunião com membros do Conselho de Segurança da Rússia nesta sexta-feira (14), o presidente da Rússia pediu que lhe fosse reportado sobre o agravamento do conflito israelo-palestino, que toca diretamente os interesses de segurança …

Covid: 16 mil pessoas foram imunizadas com doses de vacina trocadas no Brasil

Um levantamento de dados da Folha de São Paulo com informações do DataSUS, base de dados do Ministério da Saúde, mostrou que pelo menos 16 mil pessoas receberam doses de vacinas diferentes em seu processo …

Covid-19: diretor do Butantan prevê vacinação lenta até setembro no Brasil

Como diretor do Instituto Butantan desde 2017, Dimas Covas sempre precisou aliar o conhecimento técnico e científico com as particularidades do mundo político que, na visão dele, não parecem seguir uma lógica. E essa necessidade se …

Escalada de violência entre israelitas e palestinianos já fez mais de 100 mortos

O conflito entre israelitas e palestinianos subiu de tom na madrugada de hoje, com o Exército israelita a bombardear a faixa de Gaza. Desde segunda-feira já morreram 119 palestinianos nestes ataques, entre eles 31 …