Pedras com 5 mil anos podem ser os mapas mais antigos do mundo

Bornholms Museum / Facebook

"Pedra Solar" com 5000 anos descoberta em Vasagard, Dinamarca

“Pedra Solar” com 5000 anos descoberta em Vasagard, Dinamarca

Arqueólogos dinamarqueses descobriram mais de 200 pedras cobertas de gravuras de linhas e quadrados que podem ter sido os primeiros mapas do mundo, usados há cinco mil anos.

Estas pedras planas foram descobertas em escavações num local sagrado com cinco mil anos que é conhecido como Vasagard, em Bornholm, uma ilha dinamarquesa situada no Mar Báltico.

Nesse lugar, que é alvo de escavações desde a década de 1990, foram encontradas mais de 200 pedras quebradas, cobertas de gravuras de linhas e quadrados, que os arqueólogos acreditam terem sido uma espécie de mapas simbólicos antigos.

Chamadas de “pedras do sol” ou “pedras solares”, estes objetos com padrões de linhas direitas são associados pelos pesquisadores às crenças de uma religião neolítica que venerava o sol, há cerca de cinco mil anos, conforme nota o site Live Science.

O arqueólogo Flemming Kaul, curador e pesquisador de pré-história do Museu Nacional da Dinamarca, explica que estas pedras milenares podem ter sido mapas simbólicos de paisagens e que terão sido, provavelmente, usadas em rituais pelos agricultores da Idade da Pedra, com o intuito de influenciar magicamente o sol e a fertilidade das suas terras.

Bornholms Museum / Facebook

"Pedra Solar" com 5.000 anos descoberta em Vasagard, Dinamarca

“Pedra Solar” com 5.000 anos descoberta em Vasagard, Dinamarca

“Há uma pedra em particular que parece ser bastante complicada e concordamos todos que parece uma espécie de mapa – não um mapa no nosso sentido moderno, mas um mapa estilizado“, sublinha Flemming Kaul em declarações ao Live Science.

Apresentando linhas e quadrados que parecem campos, cercas e plantas, o arqueólogo diz que vê “algumas semelhanças com as gravuras rupestres dos Alpes no norte de Itália, datadas do mesmo período de tempo e que são interpretadas como paisagens simbólicas”.

Este dado não significa, porém, que houvesse contato entre os povos que viviam na Escandinávia e os que habitavam outras zonas da Europa, há cinco mil anos, conforme constata o pesquisador.

Contudo, pode ser sinal de que havia ideias comuns e uma espécie de “tendência de desenvolvimento europeu geral”, também num “sentido espiritual ou religioso”, aponta Kaul.

“As imagens do sol devem ter algo a ver com o culto solar – e temos muitas outras indicações europeias disso, tal como Stonehenge na Inglaterra, por volta da mesma altura, e sepulturas de passagem na Irlanda que estão orientadas em função do nascer-do-sol do solstício de Inverno”, acrescenta o arqueólogo.

Do leque de pedras descobertas na Dinamarca, a mais detalhada tem cerca de cinco centímetros de largura e foi quebrada em três partes, uma das quais ainda não foi encontrada, conforme constata o Live Science.

Kaul descreve a pedra como “muito complexa”, com “diferentes tipos de campos e algo que parecem plantas”, e conclui que pode simbolizar “uma colheita como a cevada” e que terá sido usada num ritual religioso algures entre 2900 e 2700 a.C..

Os arqueólogos publicaram detalhes científicos sobre a descoberta na revista científica dinamarquesa Skalk.

SV, ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Delta pode causar covid-19 mais grave, alerta agência americana

Documento interno do órgão de prevenção de doenças dos EUA indica que a variante delta do coronavírus é tão contagiosa quanto a catapora e pode ser transmitida mesmo por indivíduos vacinados. "A guerra mudou", diz …

Vendas de vacinas anticovid impulsionam lucros de laboratórios

A empresa farmacêutica AstraZeneca anunciou nesta quinta-feira (28) que as vendas de sua vacina contra a Covid-19 alcançaram US $ 1,17 bilhão no primeiro semestre do ano. Este número corresponde à entrega de aproximadamente …

Cientistas transformaram água pura em metal pela primeira vez

Cientistas transformaram, pela primeira vez, água pura em metal. A pesquisa poderia permitir um estudo detalhado das condições de extrema alta pressão dentro de grandes planetas. A água pura é um isolante quase perfeito. Sim, a …

Imagens do satélite Amazonia-1 já estão disponíveis — e qualquer um pode acessar

O Ministério da Ciência e Tecnologia comunicou, nesta semana, que as imagens do Amazonia-1 já podem ser acessadas pelo público. O satélite Amazonia-1 foi lançado em fevereiro de 2021 e, desde então, já avançou por etapas importantes, …

Alemanha acusa médico sírio de crimes contra a humanidade

Promotores federais da Alemanha acusaram nesta quarta-feira (28/07) um médico sírio de assassinato e crimes contra a humanidade. O suspeito enfrenta 18 acusações de tortura contra pacientes de hospitais militares nas cidades sírias de Homs e …

Suposto 'padrão' citado por Bolsonaro não indica fraude eleitoral; presidente admite não ter provas

O presidente Jair Bolsonaro usou sua live semanal desta quinta-feira (29/07) para fazer uma apresentação questionando a lisura das últimas eleições e apontando o que considera ser "fortíssimos indícios" de fraudes nas urnas eletrônicas. No entanto, …

Cientistas revelam novos dados sobre neandertais e denisovanos após analise sanguínea

Cientistas, que analisaram os genes de três neandertais e um denisovano, descobriram que ambas as espécies de pessoas ancestrais provêm da África. Os autores também encontraram uma ligação genética entre os neandertais e os aborígines …

Uruguai anuncia 3ª dose para vacinados com CoronaVac; Brasil e Chile avaliam mesmo caminho

Brasil, Chile e Uruguai são os três países da região que aplicam, maciçamente, o imunizante chinês. A efetividade da CoronaVac é a menor entre todas as vacinas atualmente disponíveis e diminui substancialmente depois dos …

Apple fatura US$ 84 bi no trimestre graças a vendas sólidas de iPhones

Com crescimento em todas as linhas de produtos — até mesmo no segmento de serviços —, a Apple obteve uma receita de US$ 84,1 bilhões (cerca de R$ 434 bilhões) em seu terceiro trimestre fiscal …

Vento solar de 400 km/s causa fissura no campo magnético da Terra, diz portal

Os ventos solares provocaram uma ruptura no campo magnético de nosso planeta, informa portal SpaceWeather.com. O campo magnético da Terra é crucial para a vida de todos os seres vivos, já que protege a camada de …