Pentágono quer editar o genoma de seus soldados para ‘protegê-los dos pés à cabeça’

O Pentágono estuda a possibilidade de pesquisar a edição do genoma para proteger as tropas contra ataques químicos e biológicos, anunciou um alto funcionário da Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa.

Nesta segunda-feira, o diretor da Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa (DARPA, na sigla em inglês), Steven Walker, revelou que as Forças Armadas norte-americanas estão próximas de se tornar ainda mais intrusivas, caso pesquisadores consigam editar o genoma de seus soldados com sucesso.

“Por que a DARPA está fazendo isso? [Para] proteger um soldado no campo de batalha contra armas químicas e bacteriológicas controlando o seu genoma, garantindo que o genoma produza proteínas que automaticamente irão protegê-lo dos pés à cabeça”, explicou Walker, falando nesta segunda-feira em um painel promovido pelo Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais.

O diretor reconheceu que a ideia pode soar um pouco heterodoxa, mas insistiu que os esforços de edição genética promovidos pela agência seriam, primordialmente, para proteger as tropas, e não para aprimorá-las.

“Essas tecnologias são de uso dual. Você pode usá-las para o bem ou para o mal. A DARPA está empenhada em usá-las para o bem, para proteger os nossos combatentes”, alegou Walker, de acordo com o informe do Departamento de Defesa dos Estados Unidos.

Se as pesquisas forem bem-sucedidas, a DARPA poderá ir mais longe e fornecer às Forças Armadas uma alternativa ao uso de vacinas.

“Será impossível estocar vacina e antivírus suficiente para proteger uma população inteira no futuro […] Até agora, tudo o que temos é pesquisa, não temos essa capacidade ainda”, reiterou. “Mas é por essas razões que queremos, se possível, transformar o nosso corpo em uma fábrica de anticorpos.”

Para que a técnica seja útil, será necessário desenvolver ainda a capacidade de remover os genes editados, a chamada “remediação genética“. O programa “Genes Seguros” da DARPA terá o objetivo ambicioso de reverter os efeitos da já conhecida técnica de Repetições Palindrômicas Curtas Agrupadas e Regularmente Interespaçadas (CRISPR, na sigla em inglês).

Essa técnica foi motivo de controvérsia na China recentemente, após um cientista alterar dois embriões produzidos com o esperma de um dador HIV-positivo e implantá-los em uma mãe HIV-negativa, com o intuito de gerar crianças imunes ao vírus.

Conforme apontou Walker, a tecnologia é de uso dual. Por exemplo, no início deste mês, a Universidade de Pequim publicou um estudo na Revista de Medicina de New England, na qual revelou ter tratado com sucesso um paciente sofrendo de leucemia linfoblástica aguda utilizando a técnica CRISPR.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Trump contradiz especialista e afirma que logo haverá vacina

Presidente diz que vacina contra covid-19 estará disponível daqui a algumas semanas, apenas horas depois de diretor de agência de saúde afirmar que ampla vacinação provavelmente ocorreria apenas em 2021. O presidente dos Estados Unidos, Donald …

Médicos estão prontos para implantar o primeiro olho biônico do mundo

Um time de cientistas da Monash University (Austrália) criou um “olho biônico” que, de acordo com eles, tem o potencial de devolver a visão a cegos através de um implante no cérebro. Os pesquisadores estão a …

Um planeta do tamanho de Júpiter conseguiu sobreviver perto de uma anã branca

Normalmente, para que uma anã branca seja formada, uma estrela passa pelo fim de sua evolução através de um processo que destrói qualquer coisa que estiver por perto. Entretanto, os astrônomos se depararam com um …

Internado há uma semana com Covid-19, cacique Raoni deve deixar o hospital

Internado há uma semana, o cacique Raoni Metuktire deverá deixar o hospital onde estava internado nas próximas horas, ainda nesta sexta-feira (4). Ele se recuperou de uma inflamação cardíaca, efeito colateral da Covid-19, e …

Barbados pretende destituir Elizabeth 2ª como chefe de Estado

Barbados pretende destituir a rainha Elizabeth 2ª do cargo de chefe de Estado e se tornar uma República, anunciou na terça-feira (15/09) o governo da pequena nação caribenha, reavivando um plano discutido várias vezes no …

Fator inesperado pode estar na base da existência de antiga civilização

Especialistas consideram que o fluxo de frações de poeira grossa favoreceu a fertilidade dos solos, e, dessa forma, a sobrevivência dos primeiros humanos. Um novo estudo defende que a existência de uma antiga civilização humana poderia …

Alemanha vai receber 1.550 refugiados que tiveram pedidos de asilo aceitos na Grécia

A Alemanha vai receber cerca de 1.550 migrantes que estão espalhados em várias ilhas gregas. A chanceler Angela Merkel costurou um acordo com seu ministro do Interior, Horst Seehofer, que era reticente à proposta, …

Em estudo, pesquisadores mostram por que é tão difícil encontrar vida em Marte

Julho de 2020 foi um mês agitado: três missões foram lançadas com destino ao Planeta Vermelho e, entre elas, está a missão Mars 2020, da NASA, levando consigo o rover Perseverance e helicóptero Ingenuity rumo …

O privilégio branco da professora universitária ‘negra’ que enganou todo mundo

Acadêmica voltada para estudos sobre diásporas africanas, a norte-americana Jessica Krug sustentou a carreira sob a alegação de ser negra. Contudo, a professora assistente da George Washington University resolveu se autodeclarar branca e desmentir suas …

Yoshihide Suga é eleito primeiro-ministro do Japão

O Parlamento do Japão elegeu nesta quarta-feira (16/09) Yoshihide Suga para o cargo de primeiro-ministro, em substituição a Shinzo Abe, que renunciou por questões de saúde após quase oito anos como líder do governo. Suga, de …