Pesquisadores portugueses revelam que os neandertais foram pioneiros na exploração de recursos marinhos

Um novo estudo liderado por pesquisadores da Universidade de Lisboa (Portugal) descobriu que a familiaridade dos hominídeos com o mar e os seus recursos é muito mais antiga do que se pensava – ao que tudo indica, a pesca e a recolha de marisco contribuíram de forma muito significativa para a economia de subsistência dos neandertais.

Esse tipo de consumo alimentar, ao lado de novas evidências sobre cultura material simbólica entre essa população, indica que os neandertais possuíam comportamentos avançados muito semelhantes aos dos humanos modernos.

Para chegar a essas conclusões, os pesquisadores escavaram a Gruta da Figueira Brava, situada no Portinho da Arrábida, entre 2010 e 2013.

Esta gruta, atualmente à beira mar, mas que chegou a estar a 2.000 metros da costa, foi constantemente usada como lugar de habitação ao largo dos vinte milênios compreendidos entre 86 e 106 mil anos atrás.

Lá, são abundantes os vestígios arqueológicos deixados por comunidades neandertais, como cinzas, carvões e outras provas de utilização intensiva do fogo, utensílios em quartzo e sílex e restos alimentares.

Os cientistas analisaram amostras de ossos humanos de centenas de enterramentos mesolíticos, descobrindo quantidades significativas de restos de peixe e marisco. Isso os levou a concluir que o componente marinho era importante para os neandertais, tomando até 50% de suas dietas.

“Por toda parte, há evidências de um sistema de assentamento/subsistência baseado na exploração regular de todos os recursos animais oferecidos pelo ambiente costeiro: grandes caranguejos, moluscos marinhos, peixes, aves e mamíferos marinhos, tartaruga, aves aquáticas e caça de animais com cascos”, dizem os cientistas em seu artigo, publicado na revista Science.

De acordo com os cientistas, a imagem dos neandertais como povo “do frio”, especializados na caça de mamutes, rinocerontes, bisontes e renas, é uma distorção criada pela história da investigação.

Esses preconceitos de investigação explicariam por que isso tipo de registro (o marinho) não foi encontrado anteriormente na Europa na escala vista entre populações de países africanos.

Os pesquisadores defendem que a grande maioria dos neandertais provavelmente viveu como os de Figueira Brava.

“Podemos inferir, portanto, que terá sido também assim no caso das populações neandertais do litoral atlântico da Península Ibérica”, disse o coordenador da pesquisa, o professor João Zilhão.

O artigo sobre o novo estudo foi publicado na prestigiada revista científica Science.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Trump ameaça acionar Forças Armadas para conter protestos

No 7.º dia de manifestações antirracismo, Presidente dos EUA critica inação de governadores e promete enviar milhares de soldados para pôr fim a distúrbios. Visita de Trump a igreja é criticada como tentativa de autopromoção. O …

Não é apenas o coronavírus: surto de ebola retorna ao Congo

Foi confirmada, pelo ministro da Saúde do Congo, a descoberta de novos casos de Ebola na província de Équateur. O último surto do vírus altamente mortal ocorreu em 2018 e matou 33 pessoas no país. O …

Coronavírus: São Paulo se prepara para reabertura com 70% de leitos ocupados

O governo estadual de São Paulo ordenou a reabertura gradual dos estabelecimentos comerciais a partir dessa terça-feira (2). A gestão diz se basear no índice de infecções do novo coronavírus por cidade. Mesmo com 70% …

Júpiter é tão grande que quase virou um sol

Júpiter é o maior planeta do sistema solar. Assim, bem maior mesmo. Do tipo se você pegar todos os outros planetas e juntar suas massas, não chega nem aos pés dele. Nem mesmo metadinha. Esse gigante …

União Europeia pede que EUA reconsiderem sua decisão de cortar relações com a OMS

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e o chefe de relações internacionais da União Europeia, Josep Borrell, pediram neste sábado (30) que os Estados Unidos “reconsiderem a decisão anunciada” de romper …

Astronautas da NASA chegam à ISS em nave da SpaceX e entram para a história

Depois de viajarem pelo espaço por 19 horas, os astronautas Bob Behnken e Doug Hurley chegaram à Estação Espacial Internacional (ISS) a bordo da nave Crew Dragon alguns minutos antes do previsto. O lançamento histórico aconteceu …

Nova Zelândia se encontra em cima de enorme bolha de lava, segundo pesquisa

Durante os anos 70, pesquisadores propuseram a teoria de que o interior do planeta se agita lentamente como uma bolha de lava. Estas bolhas flutuantes surgem como plumas do manto derretido do centro da Terra, onde …

Alemães usam criatividade para manter distanciamento social

Até final de junho, distância mínima está em vigor em espaços públicos. Instituições de cultura encontraram meios engenhosos para reunir grupos com segurança. Ideias vão de chapéu com boia até orações em estacionamento. Com medidas de …

YouTube exibe mais de 100 filmes de ‘Cannes’ e outros festivais de cinema durante quarentena

Assim como outros eventos do cinema em 2020, o ‘Festival de Cannes’ foi cancelado em função da pandemia do novo coronavírus. Já os festivais de Veneza e Toronto, previstos para setembro, ainda são incertos. Mas, …

Moradores do Catar compram novos celulares para escapar de aplicativo espião anti-Covid

Os aplicativos para smartphones destinados a rastrear pessoas infectadas com o novo coronavírus se tornaram instrumentos de controle das atividades de milhares de cidadãos, principalmente em países não democráticos. É o caso do emirado do Catar, …