Tórax dos neandertais era adaptado para conseguir mais oxigênio

Erich Ferdinand / Flickr

O Homem do Neandertal

O tórax do homem de Neandertal era consideravelmente mais amplo na parte inferior do que o do Homo sapiens, o que lhe permitia inalar mais oxigênio, segundo um estudo realizado por pesquisadores do Museu Nacional de Ciências Naturais e da Universidade Autônoma de Madri (UAM).

O trabalho, publicado no Journal of Human Evolution, se baseia na análise de fósseis da caverna de El Sidrón, no norte da Espanha, o sítio Neandertal mais importante da Península Ibérica.

O homem de Neandertal foi uma espécie humana inteligente que conviveu com o Homo sapiens e que foi extinto há 40 mil anos.

A principal caraterística dos Neandertais era a sua grande massa muscular que, segundo os especialistas, exigia uma grande quantidade de ar no organismo, já que o tecido muscular é um grande consumidor de oxigênio.

E embora este alto consumo de oxigênio seja refletido na caixa torácica, até agora foi não foi possível comprová-lo mediante métodos tradicionais, já que as costelas e vértebras do fóssil estão geralmente fragmentadas ou deformadas.

No entanto, utilizando técnicas como morfometria geométrica 3D, os cientistas conseguiram determinar como era o tórax Neandertal.

Para isso, estudaram mais de 100 caixas torácicas (costelas e vértebras) do sítio de El Sidrón, junto com partes de outros Neandertais.

Após reconstruir costelas e vértebras com técnicas 3D, os pesquisadores chegaram à conclusão de que os Neandertais eram caraterizados por uma caixa torácica relativamente mais curta e mais ampla na parte inferior que o Homo sapiens.

“Como o diafragma, um dos músculos mais envolvidos na respiração, se situa na parte inferior do tórax, uma expansão desta área poderia conferir aos Neandertais uma maior potência respiratória e uma maior entrada de ar no organismo devido a uma maior contribuição diafragmática”, explicou Daniel García Martínez, do MNCN, doutorado pela UAM e coautor do trabalho.

“Esta maior entrada de ar no organismo seria totalmente coerente com a necessidade de uma maior presença de oxigênio no organismo, pois sua massa muscular era maior que na nossa própria espécie”, acrescentou.

O porquê da maior massa muscular em Neandertais é algo controverso até hoje.

Alguns autores pensam que poderia ser uma adaptação à luta corpo a corpo contra grandes predadores; outros dizem que se trata de um traço genético, e enquanto outra corrente acredita que era um isolamento térmico, já que os Neandertais viviam na Europa quando a temperatura média anual era muito baixa.

Ciberia // EFE / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

OMS considera elevado risco global de coronavírus

A Organização Mundial da Saúde admitiu nesta segunda-feira (27/01) um erro na avaliação de risco global do novo coronavírus, que surgiu na China, e disse que o nível correto é elevado. Anteriormente, ele havia sido …

Quem é Vanessa Nakate, ativista negra cortada de foto com Greta em Davos

O tema era o meio-ambiente, mas o debate sofre o futuro da humanidade ganhou outros vultos quando a jovem ativista climática de Uganda, Vanessa Nakate, descobriu que havia sido cortada pela agência de notícias Associated …

Sobreviventes retornam a Auschwitz nos 75 anos da libertação

Autoridades de 50 países participam da solenidade no antigo campo de concentração na Polônia, em meio a temores pelo aumento do antissemitismo. "Precisamos tomar cuidado para que não volte a acontecer", diz sobrevivente. Mais de 200 …

Por que cientistas querem tanto provar que Einstein e Galileu estavam errados

Ano entra, ano sai, e tanto a lei dos corpos em queda de Galileu Galilei quanto a teoria da relatividade de Albert Einstein são testadas novamente apenas para os pesquisadores confirmarem pela enésima vez que …

Morreu Kobe Bryant, um dos maiores astros da NBA

Neste domingo (26), o astro do basquete norte-americano, Kobe Bryant, faleceu em acidente de helicóptero, na cidade de Los Angeles, nos EUA. Autoridades e testemunhas levantam as primeiras hipóteses sobre a causa da queda. O lendário …

Coronavírus terá impacto no PIB chinês e na economia global

A nova epidemia de coronavírus é um balde de água fria na cabeça do mundo. A começar pelos chineses. Em 2003, o último vírus mortal se propagando pelo mundo inteiro – o SARS – …

Abelhas adoram cannabis e este caso de amor pode ajudar a salvar a espécie

Consideradas os seres vivos mais importantes do planeta, as abelhas são animais insubstituíveis, dos quais dependemos para viver. No entanto, nas últimas décadas, devido ao aquecimento global e o uso execessivo de pesticidas, elas estão …

Cientistas finalmente descobriram como capturar o espectro todo da luz solar para gerar hidrogênio

Pela primeira vez, cientistas da Universidade Estadual de Ohio (EUA) desenvolveram uma molécula que é capaz de coletar a energia de todo o espectro da luz solar. O processo, 50% mais eficiente que as atuais …

Você agora pode ouvir a voz de uma múmia de 3 mil anos

Com uso de tomografia computadorizada, impressão 3D e laringe eletrônica, pesquisadores do Reino Unido reconstruíram o trato vocal de uma múmia egípcia. Para a realização do projeto que teve início em 2013, foi preciso combinar medicina, …

Krakatoa, o inferno de Java: a erupção há 137 anos que foi sentida no planeta inteiro

Em 1883, o mundo presenciou um evento natural tão bombástico e violento que pôde ser notado de alguma forma por praticamente todos os habitantes do planeta. A erupção do vulcão Krakatoa, na Indonésia, lançou detritos a …