A Grande Pirâmide de Gizé pode concentrar energia eletromagnética

Um estudo recente de uma equipe de físicos permitiu concluir que a Grande Pirâmide de Gizé, no Egito, pode concentrar energia eletromagnética nas suas câmaras internas e sob sua base.

Este enorme “aranha céus”, construído sem computadores ou máquinas complexas, têm fascinado historiadores e arqueólogos durante séculos. Agora, com a recente pesquisa, pode trazer mais uma surpresa: concentração de energia eletromagnética.

Uma equipe de físicos alemães e russos estudava as propriedades da Grande Pirâmide, quando descobriu que a construção pode focar energia eletromagnética dentro das suas câmaras ocultas, direcionando as ondas eletromagnéticas para o seu interior, na base da pirâmide.

Construída no planalto de Gizé, no terceiro milênio antes de Cristo, pelo faraó Quéops, a Grande Pirâmide tem 138,8 metros de altura e é uma das maiores e mais altas estruturas construídas pelo homem.

No decorrer dos últimos dois séculos, cientistas descobriram quatro câmaras na Grande Pirâmide. Em uma delas, especula-se que existam os restos mumificados do próprio faraó Quéops; na segunda, estariam os restos mortais da sua esposa; a terceira seria uma armadilha para invasores do túmulo e, por fim, a quarta foi descoberta pelos físicos.

Nos corredores que conduziam à Câmara do Faraó, havia estranhos canais e estruturas que os cientistas modernos consideram ser elementos de um antigo “sistema de segurança”, que protegia o soberano contra os possíveis profanadores.

Segundo explica Andrei Yevlyukhin, coordenador da pesquisa da Universidade de São Petersburgo de Tecnologia da Informação, Mecânica e Ótica, a Pirâmide de Quéops e suas “primas” reúnem todo o tipo de propriedades “mágicas” – incluindo a capacidade de “concentrar energia cósmica” e outros fenômenos não científicos.

De acordo com os cientistas, que publicaram a pesquisa no Journal of Applied Physics no dia 20 de julho, a Grande Pirâmide, assim como outras construções feitas pelo Homem, poderia atuar como um ressonador, focalizando e amplificando ondas proporcionais ao tamanho dos próprios objetos.

Na física, entende-se como um ressonador um dispositivo que replica uma ressonância ou um comportamento ressonante. Ou seja, um dispositivo que oscila naturalmente a determinadas frequências – as ressonâncias –, com maiores ou menores amplitudes.

No caso da pirâmide de Gizé em particular, os cientistas examinavam ondas com comprimento de onda entre 200 a 600 metros – o valor que muitas estações de rádio utilizam.

Através de um modelo computorizado da Grande Pirâmide, os cientistas bombardearam a construção com ondas de rádio para avaliar como interagiam com a totalidade da pirâmide e com seus elementos.

De acordo com os cálculos dos físicos, a pirâmide interage com essas ondas de rádio, acumulando energia dentro da Câmara do Faraó, redirecionando-a depois para a camada inferior, onde está localizada a 3ª câmara. Essa interação afeta sobretudo as ondas com um comprimento de onda de 230 a 333 metros.

Os pesquisadores acreditam que a Grande Pirâmide e suas “primas” podem ainda interagir mais intensamente com outros tipos de ondas – ideia que precisa ainda de verificação.

Aplicações práticas, nanopartículas

Os egípcios estariam longe de pensar que essa peculiaridade no design fosse capaz de interagir com ondas eletromagnéticas, mas, na verdade, a pesquisa pode ser importante para o estudo de nanopartículas no futuro.

“As aplicações de métodos físicos modernos e as abordagens para a pesquisa das propriedades das pirâmides são importantes e produtivas“, consideraram os físicos.

Embora essa pesquisa seja totalmente teórica e, por isso, seja difícil saber o que esperar, os cientistas esperam criar um efeito semelhante em nanoescala.

“Escolhendo um material com propriedades eletromagnéticas adequadas, podemos obter nanopartículas piramidais com aplicação prática em nanossensores e células solares efetivas”, explica Polina Kapitainova, física da ITMO University, ao Science Alert.

Os segredos dessa estrutura secular podem assim, por exemplo, ser usados para criar nanopartículas que focalizam a luz, e não as ondas de rádio, permitindo desenvolver computadores leves e outros “aparelhos do futuro”.

“A radiação eletromagnética tem um papel muito importante no nosso cotidiano, e na realidade usamos vários tipos de energia eletromagnética todos os dias”, explica Antonija Grubisic-Cabo, da Monash University, na Austrália.

Com efeito, nossas próprias casas estão inundadas de radiação eletromagnética – seja a luz que vemos, ou a rede Wi-Fi que lhe permite ler esta matéria – que, todos nós sabemos, tem o péssimo hábito de evitar chegar a alguns dos cantos da casa.

Assim, talvez devêssemos pensar em construir nossas casas com os telhados em bico.

Ciberia // Sputnik / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

COVID-19: produção de vacina pode causar morte de meio milhão de tubarões, alertam especialistas

Óleo natural feito a partir do fígado dos tubarões é um componente-chave entre os ingredientes utilizados por vários candidatos a vacina contra a COVID-19. A Shark Allies, uma organização de defesa aos tubarões, da Califórnia, EUA, …

Quem é Amy Barrett, a indicada de Trump para Suprema Corte?

Se aprovada pelo Senado, atual juíza federal e católica devota poderá influenciar a vida pública dos EUA por décadas e mover de vez a composição da Corte para uma orientação conservadora. Se no Brasil o presidente …

Uber ganha 18 meses de licença para atuar em Londres

Após uma longa batalha jurídica, a Uber ganhou uma licença para restabelecer suas operações em Londres pelos próximos 18 meses. Em novembro de 2019, a empresa havia sido impedida de atuar na capital inglesa, depois que …

Testes de DNA da moda não identificam indígenas brasileiros

Testes de DNA estão na moda. Se você pensou em exames para comprovar paternidade ou algo nesse sentido: não é disso que estamos falando (embora pudéssemos). A nova tendência — entre aqueles que têm condições para …

EUA e Brasil querem barrar governo Maduro na Organização Pan-Americana da Saúde

Os Estados Unidos, o Brasil e outros 11 países rejeitaram nesta segunda-feira (28) a legitimidade do governo de Nicolás Maduro na Venezuela para participar do Conselho Diretor da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). A …

Água líquida em Marte: descobertas mais reservas no polo sul do Planeta Vermelho

Em 2018, pesquisadores italianos anunciaram que haviam encontrado evidências da existência de água líquida em Marte, abaixo da calota polar sul. Agora, a equipe voltou em mais uma série de informações que não apenas sustentam essa …

Cientistas russos encontram nova forma de tratamento para covid-19

Uma equipe de cientistas russos sugeriu tratar os pacientes gravemente afetados pelo coronavírus SARS-CoV-2 da mesma maneira que são tratados alguns casos de intoxicação. De acordo com os especialistas do Instituto de Pesquisa de Medicina de …

Covid-19 já causou a morte de um milhão de pessoas no mundo

Nove meses após seu surgimento na China, a pandemia de Covid-19 superou, neste domingo (27), o número simbólico de um milhão de mortos no mundo. No total, o coronavírus causou 1.000.009 mortes e 33.018.877 casos …

Homem que comia alcaçuz todos os dias morre e médicos alertam sobre riscos à saúde

Um homem de 54 anos morreu após consumir alcaçuz em excesso. Segundo os médicos do Hospital Geral de Massachussets (EUA), após duas semanas ingerindo alcaçuz preto em excesso, o homem teve uma overdose de uma …

Conflito armado se acirra na fronteira entre Armênia e Azerbaijão

A Armênia e o Azerbaijão se acusaram mutuamente neste domingo (27/09) de iniciar confrontos mortais na região separatista de Nagorno-Karabakh, na fronteira entre os dois países, em meio a uma disputa territorial de décadas. Ao …