Encontradas duas câmaras secretas na Grande Pirâmide de Gizé

https://vimeo.com/143189512

-

A Grande Pirâmide de Gizé, no Egito, tem duas cavidades que ficaram escondidas do olhar dos cientistas que estudam, há vários anos, essa Grande Maravilha do Mundo. A descoberta foi feita graças a uma tecnologia usada para mapear vulcões.

Estas duas “câmaras secretas” foram detectadas nas paredes da Grande Pirâmide de Gizé no âmbito do projeto colaborativo de pesquisa entre várias universidades e institutos científicos que é conhecido como “Scan Pyramids“, que já tinha permitido identificar pontos de calor misteriosos no monumento egípcio.

A equipe internacional de cientistas tem recorrido a técnicas como a termografia, a radiografia de múon (que é habitualmente usada para fazer o mapeamento do interior dos vulcões) e simulações 3D com o intuito de revelar os segredos das pirâmides.

Foi assim que se conseguiu descobrir a presença de dois vazios misteriosos no interior da Grande Pirâmide, um deles situado na extremidade nordeste e outro por trás do corredor descendente, de acordo com um comunicado do HIP Institute, que coordena a pesquisa.

Ainda não se sabe o que é que estes dois compartimentos escondem, mas a técnica que permitiu revelá-los, conhecida como radiografia de múon, pode também ser fundamental para responder a essa pergunta.

O pesquisador Mehdi Tayoubi, envolvido nas pesquisas em torno da pirâmide, explicou ao ScienceAlert como funciona esta técnica.

“Como os raios-X passam através dos nossos corpos, permitindo visualizar nosso esqueleto, essas partículas elementares, pesando cerca de 200 vezes mais do que os elétrons, podem muito facilmente passar através de qualquer estrutura, mesmo rochas grandes e espessas, como montanhas”, frisa Mehdi Tayoubi, em declarações publicadas em Maio.

É assim que se pode “agora confirmar a existência de um vazio escondido atrás da Face Norte que pode ter a forma de um corredor para o interior da Grande Pirâmide”, salientam os pesquisadores do HIP.

“A forma e tamanho precisos e a posição exata deste vazio está agora sendo alvo de mais pesquisas”, referem os cientistas, notando que, em finais de outubro, esperam poder avançar mais dados.

A equipe também está estudando a chamada “Câmara da Rainha”, no interior da pirâmide, que foi construída como um túmulo para o Faraó egípcio Quéops, através da mesma técnica de radiografia de múon, contando ter mais resultados “durante os primeiros três meses de 2017”.

SV, ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Identificada a causa da maior extinção em massa na história da Terra

A vida na Terra tem uma história longa, mas também extremamente turbulenta. Em mais de uma ocasião, a maioria de todas as espécies foi extinta e uma biodiversidade já altamente desenvolvida reduziu para um mínimo …

Cães farejadores de covid: eficazes e baratos, mas esnobados

A Europa está em pânico em meio ao segundo surto de covid-19, com taxas de contágio explodindo e os PIBs despencando. A Bélgica acaba de anunciar que não mais testará cidadãos assintomáticos, mesmo que tenham …

Bolsonaro é avaliado positivamente por 37% da população, diz pesquisa

Entre os que souberam do dinheiro na cueca do senador Chico Rodrigues (52%), 74% não mudaram sua avaliação sobre o presidente Bolsonaro. Os que mais mudaram de opinião foram os pesquisados com ensino superior (26%) …

Tribunal Constitucional da Polônia invalida direito ao aborto por malformação do feto

O Tribunal Constitucional da Polônia invalidou nesta quinta-feira (22) uma disposição que permitia a interrupção voluntária da gravidez (IVG) em caso de malformação do feto. Uma vez que a decisão entre em vigor, apenas o …

Estudo descobre 1,8 bilhão de árvores no deserto do Saara e no Sahel

Um estudo publicado na revista Nature descobriu que na região do Saara Ocidental e no Sahel, há mais de um bilhão de árvores. No meio da aridez do local, a surpreendente descoberta colocou um novo …

Guerra Fria 2.0 entre EUA e China será uma batalha tecnológica, dizem especialistas

A batalha mundial pelo domínio da alta tecnologia está cada vez mais centrada em EUA e China. Com confronto aberto no caso da Huawei, especialistas do clube Valdai alertam para uma longa guerra fria tecnológica …

Combate à corrupção reduz mortalidade infantil, aponta estudo

Auditorias anticorrupção realizadas em municípios brasileiros entre 2003 e 2015 reduziram a mortalidade infantil. Esta é a principal conclusão de um estudo, conduzido por pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, que relacionou o …

2.300 maneiras de prevenir o Covid-19 foram mapeadas por universidade brasileira

Está disponível online a Plataforma das Universidades contra COVID-19 organizada pelo Projeto Ciência Popular e desenvolvida em parceria com a Empresa Júnior de Sistemas de Informação da EACH/USP (Síntese Jr.). Em setembro havia sido publicado o …

Debate nos EUA: Trump não disse nada de novo para reverter vantagem de Biden, diz historiador

O segundo e último debate entre o presidente americano, Donald Trump, e seu rival democrata Joe Biden, nesta quinta-feira (22), em Nashville, foi mais civilizado do que a primeira confrontação entre os dois candidatos …

Mais humanos estão evoluindo para ter três artérias nos braços; entenda porquê

Não se engane ao achar que o corpo humano não está em constante evolução. Pesquisadores australianos descobriram recentemente que o nosso organismo parece estar, aos poucos, desenvolvendo uma nova artéria no braço: a artéria mediana. Esse …