Casal de navegadores encontra plataforma gigante de rochas vulcânicas flutuando no Pacífico

(dr) Michael Hoult

Uma grande “plataforma” de rochas vulcânicas que se estende por mais de 150 quilômetros quadrados está flutuando no Oceano Pacífico, segundo cientistas.

De tamanho equivalente a 20 mil campos de futebol, a existência dessa plataforma foi relatada pela primeira vez por um casal australiano no início de agosto.

Segundo especialistas, essa massa de pedra provavelmente tem origem em um vulcão submarino perto de Tonga, que entrou em erupção por volta de 7 de agosto, de acordo com imagens de satélite.

A pedra-pomes é uma rocha vulcânica de baixa densidade, que pode flutuar na água. É produzida quando o magma resfria rapidamente.

Grandes plataformas de rocha vulcânica têm mais chances de se formar quando um vulcão está localizado em águas mais rasas, segundo especialistas.

Um casal australiano que navegou em direção a Fiji fez o primeiro relato sobre a plataforma de pedra-pomes. “As ondas ficaram mais calmas e a velocidade do barco foi reduzida a um nó”, escreveram Michael Hoult e Larissa Brill no dia 16 de agosto.

“A camada ia tão longe quanto conseguimos enxergar com a luz da lua e nossos holofotes.”

O casal ficou temporariamente preso no local depois que as pedras impediram o movimento do leme do barco, mas depois conseguiram sair da área.

Eles enviaram amostras de pedra-pomes coletadas no local para pesquisadores da Universidade de Tecnologia de Queensland (QUT), na Austrália.

A cada cinco anos

Scott Bryan, um geólogo que estuda as amostras na universidade, disse que essas massas de pedra-pomes podem ser vistas a cada cinco anos na região.

“É um fenômeno que tem sido relatado há tempos, geralmente como uma espécia de ilha no meio do oceano, que as pessoas encontram uma vez, mas depois não encontram de novo”, disse ele à BBC.

Bryan disse que as imagens de satélite mostraram que o campo havia se dividido em duas plataformas principais, com algumas “linhas” formadas pelas rochas.

“No momento, há mais de um trilhão de pedras-pomes flutuando juntas, mas com o tempo elas vão se dispersando“, disse ele.

As massas de pedra-pomes atualmente estão se deslocando para o oeste, em direção a Fiji, e é provável que passem pela Nova Caledônia e Vanuatu.

“Possivelmente também poderia chegar à Austrália daqui um ano, mas não sabemos se vai durar até lá”, disse Martin Jutzeler, da Universidade da Tasmânia.

Possível benefício aos corais

Segundo especialistas, as rochas devem se tornar “lar” da vida marinha enquanto flutuam pelo Oceano Pacífico.

“Muitas vidas marinhas podem se fixar nessas rochas, que serão transportadas a milhares de quilômetros de distância. Portanto, é uma maneira de renovar ecossistemas em algum lugar – mas isso também pode introduzir espécies invasoras”, disse Jutzeler.

Se chegar à Austrália, pode ser um benefício para a Grande Barreira de Corais danificada.

“Este é um mecanismo com potencial para reabastecer a Grande Barreira de Corais”, disse Bryan. “Baseado em eventos passados ​​que estudamos nos últimos 20 anos, ele traria novos corais saudáveis.”

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Este é o único restaurante possível em tempos de coronavírus

Um restaurante sueco encontrou uma maneira criativa de promover o isolamento social sem fechar as portas. No meio do campo, o estabelecimento serve apenas um cliente por vez em uma experiência que contrasta com opções …

'É cada vez mais difícil acreditar que Bolsonaro chegue ao final do mandato', vê historiador José Murilo de Carvalho

A gravidade da crise causada pelo novo coronavírus no Brasil ficou mais evidente quando o país atravessou pela primeira vez, na terça-feira (19/05), a barreira de mil mortes por covid-19 registradas em 24h, segundo dados …

Estudo indica razão bizarra para a existência de barba nos homens

Humanos são bastante diferentes dos outros grandes primatas no que se refere ao pelo corporal: de forma geral temos bem menos que eles, especialmente as mulheres. Os homens, por outro lado, conseguem produzir uma barba longa, …

EUA querem fechar brecha em regra que bloqueia fornecimento de chips para Huawei

Reguladores dos EUA querem fechar uma brecha na nova regra que bloqueia o fornecimento global de chips para a Huawei. Recentemente, a fabricante chinesa também teve a sua presença prorrogada por mais um ano na …

Objetos escondidos por prisioneiros são descobertos em Auschwitz

Talheres e outros itens encontrados num duto de chaminé de um dos blocos daquele que foi o maior campo de extermínio nazista podem revelar detalhes sobre a vida no local, onde mais de um milhão …

Troca de ministros é exemplo de 'simplificação da política' de Bolsonaro

Constantes mudanças de ministro feitas por Jair Bolsonaro têm "impacto político importante", mas "simplificação da política" praticada pelo presidente o "mantém no cargo", disse sociólogo à Sputnik Brasil. Para Dario Sousa e Silva, professor da Universidade …

Pinguins fazem tour exclusivo em museu fechado por causa do coronavírus

Por todo o mundo a pandemia do novo coronavírus e a quarentena fecharam as portas dos museus, deixando as obras de arte solitárias nos corredores esvaziados das instituições, que já há meses não recebem visitantes. Enquanto …

Esse pode ser o único sintoma de Covid-19 em alguns pacientes

De acordo com publicação da Universidade de Utah, o coronavírus pode causar conjuntivite em casos raros e não parece ser o único sintoma de Covid-19, sendo acompanhada de febre, tosse e falta de ar. Mas …

Spotify reforça ambição de expandir para além do streaming de música

O Spotify teve uma alta em suas ações nessa terça-feira (19), depois de anunciar que terá, com exclusividade, um dos maiores podcasters do mundo na sua plataforma. "The Joe Rogan Experience", um podcast no estilo …

Israel é alvo de ciberataques generalizados

Vários websites de Israel foram atingidos nesta quinta-feira (21) por um ataque cibernético coordenado, com suas páginas principais sendo substituídas por imagens da capital, Tel Aviv, e de outras cidades israelenses em chamas. De acordo com …