Pobreza extrema cresce no Brasil e afeta 13,5 milhões de pessoas

Parcela da população com renda de até 145 reais mensais vem crescendo nos últimos anos e já supera o número total de habitantes de países como Bolívia e Portugal, segundo levantamento do IBGE.

A pobreza extrema no Brasil atingiu no ano passado seu nível mais alto desde 2012, com 6,5% da população – cerca de 13,5 milhões de pessoas – com renda mensal de até 145 reais, conforme dados divulgados nesta quarta-feira (06/11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A quantidade supera a população total de países como Bolívia e Portugal.

Desde 2014, 4,5 milhões de pessoas caíram para a pobreza extrema. Segundo a Síntese de Indicadores Sociais do IBGE, em 2018, o percentual de brasileiros em extrema pobreza cresceu 0,1 ponto percentual (equivalente a 200 mil pessoas) em relação a 2017.

O aumento estabeleceu um novo recorde desde o início da série histórica do IBGE, em 2012, quando o número de brasileiros com renda mensal abaixo de 145 reais era de 11,3 milhões (5, 8%).

Nos dois anos seguintes, o Brasil reduziu as taxas de pobreza extrema, que chegou a 4,5%. Entretanto, a partir de 2014 esta começou a crescer devido à grave crise econômica que fez o Produto Interno Bruto (PIB) cair sete pontos percentuais entre 2015 e 2016 e cujos efeitos ainda são sentidos no país.

Pela linha definida pelo Banco Mundial, seguida pelo IBGE, são considerados em pobreza extrema aqueles que vivem com até 1,90 dólares por dia (o equivalente a 145 reais por mês).

O gerente do relatório, André Simões, enfatizou a necessidade de promover políticas públicas de combate à pobreza extrema, que afeta os mais vulneráveis ​​e os que têm menos condições de entrar no mercado de trabalho.

“Esse grupo precisa de cuidados maiores, que seriam, por exemplo, políticas públicas de distribuição de renda e para dinamizar o mercado de trabalho”, explicou.

Ele enfatizou que o valor atual dos subsídios de assistência governamental para os mais desfavorecidos, como o programa Bolsa Família, “não é suficiente para tirar as pessoas da pobreza extrema”.

Um milhão de pessoas superou a linha da pobreza em 2018, mas um quarto da população brasileira ainda permanece nessa situação, ou seja, 52,5 milhões de pessoas.

A taxa de pobreza caiu de 26,5%, em 2017, para 25,3% em 2018, percentual ainda distante do registrado há cinco anos, quando era de 22,8%.

A pobreza atinge principalmente a população negra ou mestiça, que representa 72,7% dos pobres do Brasil.

O relatório desta quarta-feira está relacionado aos dados divulgados pelo IBGE no mês passado, apontando que a desigualdade entre ricos e pobres atingiu em 2018 seu nível mais alto dentro da série histórica da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (PNADC), também de 2012.

O rendimento médio mensal real do 1% da fatia mais rica da população brasileira atingiu em 2018 o equivalente a 33,8 vezes o ganho obtido pelos 50% mais pobres do país, segundo o IBGE.

O 1% da população mais rica – grupo que reúne apenas 2,1 milhões de cidadãos – teve rendimento médio mensal de 27.744 reais, enquanto os 50% mais pobres – mais de 100 milhões – só ganharam 820 reais por mês.

Os números da pesquisa divulgada no mês passado indicam que os pobres ficaram mais pobres, e os ricos, mais ricos. Os 30% mais pobres do país, cerca de 60 milhões, tiveram seu rendimento médio mensal reduzido, em alguns casos em até 3,2%. Os 5% mais pobres – cerca de 10 milhões –, por exemplo, tiveram ganhos mensais de apenas 153 reais em 2018, contra 158 reais em 2017. Já o 1% mais rico viu seu rendimento aumentar 8,4%, de 25.593 para 27.744 reais, entre 2017 e 2018.

// DW

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

FMI prevê melhora para economia brasileira, apesar da redução do crescimento mundial

O Fundo Monetário Internacional reduziu nesta segunda-feira (20) sua expectativa de crescimento global para este ano. A instituição é mais otimista sobre a situação do Brasil, que deve crescer nos próximos anos. O FMI disse …

Harry diz estar triste por deixar deveres reais

O príncipe Harry falou neste domingo (19/01) de sua tristeza por ser obrigado a desistir de seus deveres reais em um acordo com a família real britânica, dizendo não haver outra opção se ele e …

Ultrassom destrói células cancerosas

Cientistas do Instituto de Tecnologia da Califórnia e do Instituto de Pesquisa Beckman da Cidade da Esperança desenvolveram uma técnica de ultrassom direcionado de baixa intensidade que mata células cancerígenas sem afetar as células saudáveis …

Robôs são maior ameaça à humanidade que mudança climática, segundo especialista

Especialista em inteligência artificial acredita que robôs podem ser hackeados por terroristas, além de outros problemas, tornando-os potencialmente perigosos para o homem. Se por um lado a tecnologia pode ajudar o homem em suas tarefas do …

Sem capacidade para reciclar, Malásia devolve lixo para países desenvolvidos

A Malásia devolveu 150 contêineres de lixo ilegal para seus países de origem. Entre eles estão os Estados Unidos, a França, o Reino Unido e o Canadá, anunciaram as autoridades nesta segunda-feira (20). Segundo …

Defesa de Trump diz que processo de impeachment é ilegal

Em primeira manifestação formal desde o início do julgamento do presidente, defesa acusa oposição democrata de tentar interferir nas eleições de 2020. Os advogados do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disseram neste sábado que o …

Cidade de interior de SP inicia tarifa zero no transporte público

Enquanto diversas capitais ao redor do país aumentam o valor das passagens no transporte público, algumas outras cidades pensam diferente. Se o transporte coletivo gratuito parece um sonho inalcançável e utópico, algumas administrações públicas buscam maneiras …

Quantos anos de vida saudável os ricos ganham em relação aos pobres?

Um novo estudo europeu e americano descobriu que os ricos possuem cerca de nove anos de vida saudável a mais do que os pobres. A pesquisa foi bastante abrangente – os cientistas analisaram dados de mais …

O país sul-americano que deve crescer 14 vezes mais que a China neste ano

A Guiana ganhou na loteria e está prestes a resgatar o prêmio. Seus vizinhos, especialmente a Venezuela, aguardam intrigados para saber em que ela vai gastar. De acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), a economia …

Portugal supera marca histórica de 500 mil imigrantes residindo no país; brasileiros são a maioria

Portugal atingiu um número recorde de imigrantes vivendo no país. O anúncio foi feito pelo governo nesta quarta-feira (15), durante debate no Parlamento sobre o Orçamento de Estado para 2020. "Os dados preliminares levam a dizer …