Popa naufragada na Segunda Guerra é encontrada na costa do Alasca

(dr) Scripps Institution of Oceanography at UCSan Diego

Pesquisadores identificaram a popa de um navio da Segunda Guerra Mundial, atingido por uma mina japonesa no Mar de Bering há quase 75 anos. O destroço foi agora encontrado nas águas das Ilhas Aleutas, no Alasca.

Tecnologias de sonar e robôs aquáticos permitiram aos pesquisadores identificar a popa do USS Abner Read, arrancada do navio de guerra no dia 18 de agosto de 1943, a cerca de 88 metros abaixo da superfície do Mar de Bering, perto da ilha de Kiska, no Alasca. Cerca de 71 marinheiros americanos perderam a vida no naufrágio.

Não havia dúvidas“, disse em comunicado o líder da expedição Eric Terrill, oceanógrafo do Scripps Institution of Oceanography e cofundador do Project Recover, uma parceria público-privada que colaborou nas buscas.

“Nós conseguimos ver claramente a popa partida, a arma e o controle do leme, todos consistentes com os documentos históricos” da época, explicou.

No momento do naufrágio, o USS Abner Read patrulhava as águas de Kiska, no Alasca – que, juntamente com a ilha de Attu, era um dos dois únicos territórios dos EUA ocupados pelos japoneses durante a guerra.

Por volta da 1h50, horário local, deu-se uma enorme explosão que destruiu o navio de guerra. Acredita-se que tenha sido uma mina japonesa a causa da explosão.

O Abner Read, batizado em homenagem a um herói da Marinha da Guerra Civil, foi quase totalmente dilacerado e os marinheiros atirados ao mar gélido.

Apesar dos graves danos que a embarcação sofreu, a tripulação conseguiu impedir que a água chegasse à parte principal do navio, garantido assim a estabilidade do caso. Dois navios da Marinha ajudaram depois a rebocar os restos do navio até o porto.

“Esse foi um dano catastrófico que, por todas as razões, deveria ter afundado o navio inteiro”, disse Sam Cox, curador da Marinha e diretor do Comando de História e Patrimônio da Marinha, no mesmo comunicado.

(dr) Naval History & Heritage Command

Imagem do navio de guerra capturada em 1943

Apesar da destruição, o navio foi reparado e continuou a travar outras guerras contra os japoneses no Pacífico, antes de ser totalmente afundado em novembro de 1944. No entanto, a popa da embarcação nunca foi encontrada (até então). Durante a guerra, o Abner Read ganhou quatro estrelas de batalha.

Para encontrar o destroço, uma equipe de pesquisadores do Scripps Institution of Oceanography da Universidade da Califórnia, nos EUA, e da Universidade de Delaware começou a vasculhar o leito oceânico através de um sonar multi-feixes.

Quando era detectado um alvo provável, os cientistas enviavam um submarino operado remotamente para capturar imagens do objeto. Um destes vídeos confirmou que a popa pertencia ao USS Abner Read.

Naufrágios como o Abner Read são protegidos de buscas realizadas diretamente por mergulhadores, que podem danificar ou perturbar o local.

Essa é apenas a mais recente descoberta de uma série de navios e aeronaves da Marinha recentemente identificados. No início do ano, o Project Recover encontrou dois bombardeiros B-25, enquanto outras equipes de busca localizaram submarinos, navios de guerra e até um naufrágio da Guerra Civil dos EUA recorrendo a tecnologia semelhante.

“Entramos em uma nova era de exploração“, disse Mark Moline, cofundador do projeto. “Novos sensores e robôs subaquáticos aperfeiçoados estão sendo utilizados e podem transmitir imagens em tempo real, impulsionando novas descobertas”, concluiu.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Estou entusiasmado com este post, com as materias de interesse geral, jornalismo serio, conservando a lightness of being, mas alerta, com a nuance politica necessaria, mas sem proselitismo, o que e um balmo para o cerebro coberto de “partisanship” em todas as medias, inclusive e especialmente, esta em que nos comunicamos. Em todo o mundo (estou em NYC). Para os que vem acompanhando publicacoes e continuo a ser um fanatico da imprensa impressa, este post, na epoca em que os Brasileiros tinham publicacao de bancas troppo imediaticas, a sua resenha seria comparada a “Eu Sei Tudo”, algum senior por ai? Congratulations!

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Em nome da ciência, polvos tomaram ecstasy (e teve muito amor envolvido)

O que acontece quando um polvo consome drogas, mais precisamente ecstasy? Cientistas norte-americanos tiveram a oportunidade de descobrir. De acordo com o Science Alert, a equipe de pesquisadores deu MDMA, substância psicoativa também conhecida por ecstasy, …

Companhia austríaca cria método que transforma plástico em petróleo

A companhia petrolífera austríaca OMV apresentou nesta quinta-feira um inovador procedimento que permite a produção de petróleo a partir de resíduos de plástico (material fabricado a partir desse recurso natural). A inovadora tecnologia, batizada de ReOil, …

Múmia e amuletos divinos são descobertos no Egito

Um grupo de arqueólogos descobriu várias múmias antigas no Egito – incluindo os restos de um misterioso indivíduo extremamente bem conservado – em uma sepultura comum na margem oeste do Rio Nilo.  A tumba foi encontrado …

Em caso raro, mulher doa órgãos e transmite câncer a quatro pessoas

Quatro pessoas que receberam órgãos da mesma doadora desenvolveram posteriormente câncer de mama, revelou um novo estudo. O caso, que remota a 2007, representa uma situação extremamente rara. Rins, pulmões, fígado e coração foram retirados de …

Criatura “alienígena” é encontrada em praia na Nova Zelândia

Uma família neozelandesa passeava ao longo de uma praia no norte de Auckland quando encontrou uma bizarra criatura vermelha em forma de bolha. A criatura, que foi identificada como uma espécie específica de medusa, tem um …

Veneza quer proibir turistas de sentarem ou deitarem no chão

Veneza, famosa pelos seus canais, testemunhou um dilúvio de turistas nos últimos anos, que ultrapassa em muito a população residente e sobrecarrega a cidade. As autoridades da cidade italiana têm tomado várias medidas para travar …

Teia de aranha gigantesca cobre praia na Grécia

Um enorme teia de aranha com cerca de 300 metros cobriu uma área à beira-mar na cidade de Aitoliko, na região oeste da Grécia. A época de acasalamento das aranhas transformou a praia no pior …

Depois dos morangos, agulhas chegam às maçãs e bananas na Austrália

As autoridades australianas investigam mais de 100 casos por todo o país. Agora, além dos morangos, as agulhas também já chegaram a frutas como maçãs, bananas e mangas. A Austrália investiga uma série de casos misteriosos …

Proibição de doações empresariais não blinda política de interesses privados, afirma cientista político

Apesar da proibição do financiamento empresarial de campanhas, que vigora no país desde 2015 por força de uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), a classe empresarial continua engajada em diferentes candidaturas. Se, por um lado, …

Brasileiros são finalistas em Campeonato Mundial de Cubo Mágico

Criado nos anos 80, o cubo mágico é um dos brinquedos mais simples e fascinantes que existem. Quem nunca passou horas, dias, semanas ou até meses tentando acertar as cores de todas as faces ou …