Príncipe saudita afirma que assassinato de Khashoggi não ficará impune

Bandar Algaloud / Corte Real Saudita

Príncipe Mohammad bin Salman

O príncipe herdeiro saudita, Mohammad bin Salman, afirmou nesta quarta-feira que Arábia Saudita e Turquia estão tomando todas as medidas para levar diante da Justiça os autores do “incidente odioso” do jornalista opositor saudita Jamal Khashoggi e que não haverá nenhuma ruptura de relações entre os países por este caso.

“Este incidente foi realmente doloroso para todos os sauditas. E é doloroso para cada ser humano no mundo, é um incidente odioso que não pode ser justificado”, afirmou o príncipe herdeiro na segunda sessão do principal fórum de investimentos saudita realizado em Riad.

A tradução oficial em inglês do discurso utilizou o termo “crime” ao invés da palavra “incidente”, pronunciada em árabe por bin Salman.

O príncipe acrescentou que se está trabalhando “em cooperação com o governo turco” para finalizar a investigação e “apresentar os autores” do assassinato aos tribunais para que sejam julgados.

“Sem dúvida, a cooperação atual com o governo turco é única e muitos estão tentando usar este doloroso assunto para criar uma fratura”, ressaltou o herdeiro saudita.

“Isso nunca ocorrerá enquanto houver um rei que se chama Salman bin Abdulaziz, um príncipe herdeiro chamado Mohammad bin Salman e o presidente turco chamado (Recep Tayyip) Erdogan“, acrescentou, provocando os aplausos dos presentes.

Bin Salman subiu ao palco do fórum junto do primeiro-ministro libanês, Saad Hariri, e do príncipe herdeiro do Bahrein, Salman bin Hamad Al Khalifa, durante a última sessão do Future Investment Initiative (FII), conhecido como “Davos do Deserto”.

Em seu discurso, o homem forte do reino insistiu que a ruptura das relações com a Turquia “não vai ocorrer” e que vão “provar ao mundo que os dois governos estão cooperando para levar todos os autores aos tribunais e, ao final, se verá a justiça. Isto é o que posso dizer”, garantiu.

Essa é a primeira vez em que o herdeiro fala em público depois que Riad admitiu no final de semana passado que o jornalista saudita morreu no consulado do seu país em Istambul.

Seu discurso aconteceu um dia depois que o monarca saudita e seu filho herdeiro receberam o filho e o irmão de Khashoggi no palácio em Riad para oferecer as condolências pelo assassinato do jornalista.

Por causa da morte de Khashoggi, o fórum econômico, que termina amanhã, foi boicotado por várias figuras do mundo da política e dos negócios, e vários governos já tomaram medidas contra o reino à espera que se esclareça o caso, que suscitou uma onda de indignação mundial.

Ciberia // EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Covid: saúde mental piorou para 53% dos brasileiros sob pandemia, aponta pesquisa

Mais da metade dos brasileiros entrevistados por uma pesquisa declararam que sua saúde emocional e mental piorou desde o início da pandemia, em índice superior à média dos 30 países e territórios pesquisados. Segundo pesquisa do …

Senado oficializa criação da CPI da Pandemia

Presidente do Senado diz que foco deve estar nas ações e omissões do governo federal e no repasse de recursos da União para estados e municípios. STF julgará determinação do ministro Barroso que ordenou abertura …

Bernie Madoff, maior golpista da história, morre em prisão norte-americana, diz relato

Bernard Madoff, o ex-financista que realizou a maior fraude de investimento na história dos Estados Unidos, morreu aos 82 anos de idade, de acordo com relatos da mídia. Em 2009, o notório financista recebeu uma sentença …

Salvator Mundi, obra mais cara de Da Vinci avaliada em R$2,6 bi, é vista em iate de príncipe

A obra de arte mais cara do mundo é ‘Salvator Mundi’, atribuída a Leonardo da Vinci. Com valor estimado em mais de 400 milhões de dólares ou superior aos 2,6 bilhões de reais, seu paradeiro …

Variante indiana da Covid-19 se propaga mais rápido e é menos detectada por testes PCR

A Índia enfrenta a pior onda de contaminações da Covid-19 desde o início da pandemia, com mais de 165 mil casos registrados nas últimas 24 horas: duas vezes mais do que no último pico, em …

Tipo sanguíneo não afeta risco de contrair COVID-19, diz novo estudo

Um estudo buscou entender se determinados tipos sanguíneos trazem mais riscos de contrair a COVID-19, e concluiu que não é o caso. Com a pandemia, muito se questiona em relação ao comportamento da COVID-19 em nosso …

Buracos negros são famintos, mas possuem boas maneiras à 'mesa', aponta estudo

Todos os buracos negros supermassivos nos centros das galáxias possuem períodos nos quais devoram a matéria situada de seus arredores. De acordo com um estudo publicado na revista científica Astronomy & Astrophysics, as galáxias ativas têm …

Pnad e Caged: No auge do desemprego, Brasil enfrenta falhas nas estatísticas do mercado de trabalho que confundem e desorientam

Num momento em que o país tem registrado números diários de mortes por covid-19 que ultrapassam 4 mil e diversos Estados e municípios reforçam medidas de distanciamento social, na tentativa de conter a propagação do …

Jovem negro de Minnesota morreu por “disparo acidental”, afirma polícia

Policial teria confundido arma de descarga elétrica com arma de fogo. Incidente em meio a julgamento da morte de George Floyd acirra tensões e agrava protestos. Mineápolis e outras cidades ampliam toque de recolher. A policial …

Bia, assistente de voz do Bradesco, vai responder mensagens de assédio

O Bradesco precisou tomar providências para proteger uma mulher de assédio. No caso, uma mulher que nem existe fisicamente. A mulher que dá voz ao sistema de inteligência artificial do aplicativo, a Bia (sigla para Bradesco …