Jornalista saudita teria sido desmembrado ainda vivo; durou sete minutos

Tolga Bozoglu / EPA

Jamal Khashoggi, o jornalista saudita desaparecido desde 2 de outubro, teria sido torturado durante sete minutos e desmembrado ainda vivo no interior do consulado da Arábia Saudita, em Istambul, revela a imprensa turca.

O jornal turco pró-governamental Yeni Safak fez, nesta quinta-feira (18), novas revelações sobre o conteúdo das supostas gravações captadas no interior do consulado em Istambul, onde o jornalista saudita teria sido morto. Já na semana passada, as autoridades turcas diziam ter em posse gravações de áudio e vídeo que provavam o assassinato.

De acordo com a reportagem agora divulgada, Jamal teria sido torturado e decapitado por agentes sauditas. O texto conta ainda detalhes mais mórbidos, revelando que o jornalista teria sido torturado durante sete minutos, tendo o seu corpo sido desmembrado enquanto o repórter ainda estava vivo.

Segundo a mesma publicação, na gravação é possível ouvir o Cônsul Geral saudita, Mohammed al-Otaibi, dizer aos supostos torturadores de Khashoggi: “Façam isso lá fora, vão me arranjar problemas”, ao que os supostos torturadores teriam respondido: “Fique calado se quiser viver quando voltar à Arábia Saudita”.

A reportagem vem agora reforçar a pressão sobre a Arábia Saudita para que explique o que aconteceu ao jornalista, crítico do regime de Ríade e que vivia exilado nos Estados Unidos desde 2017.

O desaparecimento do jornalista saudita, que foi ao consulado para tratar de documentação para seu casamento, continua sem uma justificativa por parte das autoridades e as questões continuam a se adensar.

Suspeito morre em acidente de carro

De acordo com a EFE, um dos 15 homens que estavam no consulado onde Jamal foi visto pela última vez – e, por isso, um dos suspeitos – morreu em um misterioso acidente de carro. A notícia foi divulgada pelo Yeni Safak, sem citar qualquer fonte.

O homem foi identificado pelo jornal como Meshaal Saad M. Albostani, um oficial da Força Aérea da Arábia Saudita nascido em 1987.

De acordo com a publicação, existem “rumores de que Albostani pode ter sido silenciado“, tendo sido morto por esse motivo. O Yeni Safak acrescenta ainda que “não há nenhuma informação sobre os detalhes do acidente que causou a morte de Albostani”.

Segundo a imprensa turca, o saudita chegou à Turquia na madrugada de 2 de outubro, por volta da 1h45 no horário local, onde se hospedou num hotel. Albostani teria deixado o país no mesmo dia, ainda durante a noite, em um avião particular.

El Mundo, que cita também a mídia turca, identifica outro dos quinzes suspeitos, Salah Mohamed Tubaiqi, que supostamente teria realizado o esquartejamento do jornalista saudita. O jornal revela que Tubaiqi é um funcionário saudita especializado em análise forense e medicina legal, tendo já desempenhado vários cargos nessa área para departamentos do regime saudita.

Assim como Albostani, Tubaiqi chegou à Turquia durante a madrugada do dia 2 de outubro em um avião particular e se hospedou num hotel. De acordo com fontes policiais citadas pelo New York Times, Tubaiqi levava uma serra quando deixou o país no mesmo dia.

O diário espanhol nota ainda que, em entrevista dada há quatro anos ao jornal Asharaq al Awsat, Tubaiqi se gabou de fazer uma autópsia em apenas sete minutos. O saudita falava ao jornal sobre a morte de alguns peregrinos durante sua jornada a Meca.

De acordo com o Middle East Eye, citado pelo El Mundo, o artigo em questão mencionava uma clínica móvel projetada pelo próprio Tubaiqi para usar em “casos de segurança que exigissem a intervenção de um patologista para realizar uma autópsia ou ainda para examinar um corpo na cena do crime”.

Trump admite morte de Jamal

O presidente dos Estados Unidos admitiu nesta quinta-feira que “certamente parece” que Jamal Khashoggi está morto, deixando ameaças de consequências “severas” caso seja provado que o regime de Ríade foi o responsável pela morte.

Trump, que tem insistido que devem ser conhecidos mais fatos antes de tomar uma posição, não revelou em que se baseou para fazer a última declaração sobre o destino do jornalista, no caso, sua eventual morte.

Quando questionado sobre se Khashoggi estava morto, Trump respondeu: “Certamente parece… Muito triste”. Sobre as consequências para os líderes sauditas se fosse apurado que eram responsáveis pela morte, respondeu: “Teriam que ser severas. É um caso mau. Mas vamos ver o que acontece”.

Entretanto, e de acordo com os relatos da BBC, a polícia turca já alargou o perímetro das buscas. Fontes anônimas revelaram que o corpo pode ter sido deixado em uma floresta próxima do consulado saudita em Istambul ou em terrenos agrícolas.

Apesar de concordarem com uma investigação conjunta, Arábia e Turquia continuam sem se entender quanto ao desaparecimento do jornalista.

A Turquia continua insistindo que a Arábia tem responsabilidades no caso. Por sua vez e em sentido oposto, a Arábia tem negado qualquer ação violenta contra o jornalista, não apresentando, até então, nenhuma versão plausível sobre o que teria acontecido.

Ciberia, Lusa // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Estudo sugere que 2,5 bilhões de tiranossauros rex viveram na Terra

Estimativa inédita da população total dos dinossauros foi publicada na revista "Science". Biólogo brasileiro integrou equipe da Universidade da Califórnia que fez o cálculo. Se um Tyrannosaurus rex já parece bastante assustador, imagine 2,5 bilhões deles. …

Submarino soviético atingido por minas alemãs encontrado no mar de Barents

Uma expedição da Frota do Norte russa e da Sociedade Geográfica Russa encontrou no mar de Barents o submarino Katyusha, afundado durante a Segunda Guerra Mundial, de acordo com informação do serviço de imprensa da …

Filme desaparecido do mestre do cinema Orson Welles pode estar no Brasil

Apaixonado por Orson Welles, um documentarista norte-americano se prepara para ir ao Brasil relançar a busca de um filme desaparecido do mestre de Hollywood, Orson Welles: a versão original de "The Magnificent Ambersons", que …

Cientistas criam embriões que são parte humanos, parte macacos

Pela primeira vez, cientistas criaram embriões que são uma mistura de células humanas e macacos. Os embriões, descritos quinta-feira na revista Cell, foram criados em parte para tentar encontrar novas formas de produzir órgãos para pessoas …

Criatura misteriosa em árvore que assustou moradores em cidade da Polônia era croissant

Quando autoridades polonesas receberam o chamado de que um animal incomum estava escondido em uma árvore da cidade de Cracóvia, não sabiam o que esperar. "As pessoas não estão abrindo as janelas porque estão com medo …

"Os Simpsons": Hank Azaria se desculpa por dar voz ao personagem indiano Apu

O ator e dublador Hank Azaria pediu desculpas por sua contribuição ao racismo estrutural contra a população indiana. Azaria, que é branco, foi a voz por trás do personagem Apu Nahasapeemapetilon no desenho animado Os Simpsons …

STF confirma anulação das condenações de Lula na Lava Jato

Plenário do Supremo referenda decisão de Fachin que considerou a 13ª Vara Federal de Curitiba incompetente para julgar ações contra o ex-presidente. Com isso, petista retoma o direito de disputar eleições em 2022. O plenário do …

Biden: EUA estão prontos para mais medidas se Rússia continuar a interferir na nossa democracia

Em discurso nesta quinta-feira (15), o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse que notificou o presidente russo, Vladimir Putin, de que seu governo poderia ter tomado mais medidas contra a Rússia, mas preferiu ser …

Eurodeputados defendem que Bolsonaro seja responsabilizado por necropolítica

O embaixador brasileiro na União Europeia, Marcos Galvão, pediu nesta quinta-feira "vacinas, vacinas e vacinas" para tirar o Brasil "da situação desastrosa" em que se encontra. Durante audiência com deputados do Parlamento Europeu, em …

Robô em forma de estrela vai estudar o fundo do mar

Cientistas do MIT criaram uma estrela-do-mar robótica, que consegue nadar pela vizinhança sem chamar muita atenção. Um dos principais problemas enfrentados pelos robôs marinhos é que eles não se parecem com peixes ou com alguma outra …