Protestos em Hong Kong começam a afetar comércio e turismo

Há dois meses Hong Kong vive ao ritmo de protestos contra um projeto de lei que autoriza as extradições para a China. Os dirigentes se recusam a responder às reivindicações dos manifestantes, que pedem reformas democráticas no território. O impasse começa a afetar o comércio e o turismo na região.

A greve de segunda-feira (5) mostrou que uma parte da população continua apoiando o movimento. Mas os bloqueios constantes do comércio em plena temporada de férias, quando Hong Kong recebe muitos visitantes, não agrada a todos, principalmente os que dependem do turismo.

“Claro que as manifestações tiveram um impacto no comércio. Estamos no meio do dia e apenas três clientes entraram na minha farmácia”, reclama Chen, um comerciante de Causeway Bay, uma das zonas mais movimentadas de Hong Kong.

“Esse é um bairro que normalmente estaria lotado, mas agora só vemos idosos e algumas pessoas que trabalham por aqui. Os turistas sempre vêm para se divertir. Mas sabendo o que está acontecendo, será que vão continuar vindo?”

Não muito longe dali, Siu, gerente de uma loja de doces, tenta ser compreensiva, mesmo se já dá sinais de cansaço diante dos mais de dois meses de protestos. “No início eu até entendia as reivindicações dos manifestantes. Mas alguns começaram a ficar violentos e me assustaram. Perto daqui, ao lado do centro comercial SoGo, eles cortaram os fios dos semáforos”, relata, assustada. “Eu acho que tudo isso afetou as vendas”, afirma.

“Isso não é uma maneira de protestar”, continua. “A polícia também não deve ser violenta, mas em alguns casos eles têm motivos para agir assim com manifestantes”, comenta, se referindo aos confrontos com as forças de ordem que fizeram vários feridos.

Jeremy Tai, dono de uma loja de bordados, também constata uma queda nas vendas. “Eu não apoio os manifestantes. Mas os jovens têm muito poder. Eles podem impedir os clientes de chegar até as lojas”.

As autoridades locais confirmaram esta semana que as manifestações já tiveram consequências negativas concretas no varejo. Do lado do turismo, a companhia aérea Cathay Pacific e o grupo hoteleiro Hongkong and Shanghai Hotels também indicaram que os protestos provocaram uma baixa em suas atividades.

O presidente do Conselho das empresas especializadas em turismo, Jason Wong, declarou que o número de viagens organizadas vindas da China continental também despencou 40%.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Primeiro-ministro renuncia e coloca fim a governo na Itália

Em discurso no Senado, Giuseppe Conte anuncia que vai deixar o cargo e acusa seu vice, Matteo Salvini, por crise na coalizão de governo. Presidente deve decidir sobre convocação de novas eleições. O primeiro-ministro italiano, Giuseppe …

Governo de Hong Kong espera "volta à calma" sem ceder a demandas de manifestantes

A chefe do Executivo de Hong Kong, Carrie Lam, disse esperar que "uma volta à calma" esteja a caminho no território, depois que a grande manifestação do último domingo (18) acabou sem violência. Depois de …

Cientista americana diz ter certeza que a Terra será atingida por um asteroide

Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após a quase colisão da …

Justiça de El Salvador absolve acusada de homicídio por suspeita de aborto

Promotoria pedia pena de 40 anos de prisão para vítima de estupro que dizia não saber da gravidez até o momento do parto. País da América Central possui uma das legislações mais rigorosas do mundo …

EUA testam míssil após deixarem tratado nuclear

Os Estados Unidos anunciaram nesta segunda-feira (19/08) que realizaram um teste com um míssil de cruzeiro. Esse é o primeiro teste feito pelo país desde que deixou oficialmente o Tratado de Forças Nucleares de Alcance …

Astrônomos descobrem 39 galáxias antigas movendo-se tão rápido que nem mesmo o Hubble consegue vê-las

Astrônomos da Universidade de Tóquio (Japão) conseguiram detectar 39 galáxias muito antigas, do início do nosso universo, utilizando dados do espectro infravermelho de telescópios submilimétricos. A luz destas estrelas viajou nada menos que 11 bilhões de …

Trump confirma ter interesse em comprar Groenlândia

O presidente dos EUA, Donald Trump, confirmou em entrevista com jornalistas que tem interesse na compra da Groenlândia. O cientista político Vladimir Shapovalov comenta a declaração do líder norte-americano em entrevista ao serviço russo da …

Brexit sem acordo: tempos duros para britânicos, confirma relatório vazado

Segundo documento do governo vazado para imprensa, Reino Unido estará sujeito a meses de caos de transportes e carência de artigos básicos, caso se separe da UE sem um acordo de transição, como propõe o …

Pesquisadores criam adesivos corporais que verificam a saúde

A universidade de Stanford anunciou um novo experimento: adesivos corporais que leem informações a respeito da saúde da pessoa. Basicamente, os adesivos captam os sinais fisiológicos que emanam da pele, e então transmitem essas leituras de …

Bolsonaro se engana e critica Noruega com vídeo dinamarquês

O presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar a Noruega, que anunciou na semana passada a suspensão de repasses ao Fundo Amazônia. O mandatário, cujas políticas ambientais têm sido alvo de críticas internacionais, publicou um vídeo …