Protestos em Hong Kong começam a afetar comércio e turismo

Há dois meses Hong Kong vive ao ritmo de protestos contra um projeto de lei que autoriza as extradições para a China. Os dirigentes se recusam a responder às reivindicações dos manifestantes, que pedem reformas democráticas no território. O impasse começa a afetar o comércio e o turismo na região.

A greve de segunda-feira (5) mostrou que uma parte da população continua apoiando o movimento. Mas os bloqueios constantes do comércio em plena temporada de férias, quando Hong Kong recebe muitos visitantes, não agrada a todos, principalmente os que dependem do turismo.

“Claro que as manifestações tiveram um impacto no comércio. Estamos no meio do dia e apenas três clientes entraram na minha farmácia”, reclama Chen, um comerciante de Causeway Bay, uma das zonas mais movimentadas de Hong Kong.

“Esse é um bairro que normalmente estaria lotado, mas agora só vemos idosos e algumas pessoas que trabalham por aqui. Os turistas sempre vêm para se divertir. Mas sabendo o que está acontecendo, será que vão continuar vindo?”

Não muito longe dali, Siu, gerente de uma loja de doces, tenta ser compreensiva, mesmo se já dá sinais de cansaço diante dos mais de dois meses de protestos. “No início eu até entendia as reivindicações dos manifestantes. Mas alguns começaram a ficar violentos e me assustaram. Perto daqui, ao lado do centro comercial SoGo, eles cortaram os fios dos semáforos”, relata, assustada. “Eu acho que tudo isso afetou as vendas”, afirma.

“Isso não é uma maneira de protestar”, continua. “A polícia também não deve ser violenta, mas em alguns casos eles têm motivos para agir assim com manifestantes”, comenta, se referindo aos confrontos com as forças de ordem que fizeram vários feridos.

Jeremy Tai, dono de uma loja de bordados, também constata uma queda nas vendas. “Eu não apoio os manifestantes. Mas os jovens têm muito poder. Eles podem impedir os clientes de chegar até as lojas”.

As autoridades locais confirmaram esta semana que as manifestações já tiveram consequências negativas concretas no varejo. Do lado do turismo, a companhia aérea Cathay Pacific e o grupo hoteleiro Hongkong and Shanghai Hotels também indicaram que os protestos provocaram uma baixa em suas atividades.

O presidente do Conselho das empresas especializadas em turismo, Jason Wong, declarou que o número de viagens organizadas vindas da China continental também despencou 40%.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …