“Continuamos aqui”: Hong Kong protesta pelo 10° fim de semana consecutivo

Depois de um sábado (10) de intensos protestos, os manifestantes voltaram a ocupar as ruas de Hong Kong neste domingo (11), no décimo fim de semana consecutivo de mobilização pró-democracia. Novos confrontos entre a polícia e militantes foram registrados.

Continuamos aqui”, afirma a manifestante Wong, de 25 anos. A jovem se diz particularmente preocupada com a proibição dos protestos e teme pelo futuro da liberdade de expressão no território. “Não será bom para Hong Kong que todo mundo tenha medo e que ninguém ouse mais ir para as ruas”, diz.

Milhares de manifestantes ignoraram a proibição das autoridades de protestar e enfrentaram a polícia em diferentes pontos do território. Forças de segurança utilizaram bombas de gás lacrimogêneo para dispersar os protestos. Militantes responderam atirando pedras.

Até no bairro operário de Sham Shui Po, em Kowloon, onde qualquer tipo de manifestação é proibida, milhares de pessoas montaram barricadas e bloquearam as estradas. Protestos também foram foram registrados no Victoria Park, um dos principais pontos turísticos da cidade. Enquanto isso, no aeroporto internacional, jovens continuam ocupando o saguão desde a sexta-feira (9) para sensibilização dos turistas que chegam ao território.

Batalha da última chance

Em menos de 48 horas, militantes organizaram um grande encontro com deputados pró-democracia, funcionários públicos e professores no Victoria Park. Vários deles discursaram em uma tribuna improvisada. Um trabalhador, emocionado, explicou como foi preso pela polícia durante uma manifestação e o risco que corre de perder seu emprego.

Uma professora convocou toda a população do território para protestar. “Se perdemos, será para sempre”, falou à RFI, destacando “a batalha da última chance” em prol da democracia e da liberdade. Militante da antiga “Revolução dos Guardas-Chuvas”, ela defende também uma nova greve geral.

A ideia de uma nova paralisação, como a da última segunda-feira, é apoiada pelos participantes. O objetivo é principalmente conseguir mobilizar o setor dos transportes públicos, para que o governo se sinta pressionado a ouvir as reivindicações dos manifestantes.

Governo promete não ceder

À RFI militantes explicam que o governo realiza coletivas de imprensa, investe na comunicação contra o movimento, mas não responde a nenhum dos principais pedidos dos manifestantes, cujo projeto de lei que prevê extradições para a China, continua no topo da lista.

A demissão da chefe de governo Carrie Lam é outra das principais reivindicações. Os militantes querem o direito de escolher seu representante através de eleições diretas. Atualmente, o governo chinês é quem indica o chefe de governo de Hong Kong.

Duramente reprimidos pela polícia, os militantes também pedem uma investigação independente sobre a violência utilizada para dispersar os protestos. Já a China recomenda a Hong Kong o endurecimento das ações policiais durante as mobilizações, enquanto Lam se recusa a fazer qualquer concessão aos manifestantes.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Dinossauro paulista: fóssil de cerca de 65 milhões de anos paralisa obras de rodovia

Obras foram retomadas nesta segunda-feira (26) após a extração do osso de Titanossauro ser concluída. O achado parou a duplicação da SP-333, no interior do estado, por dois meses. A duplicação da Rodovia Dona Leonor Mendes …

Hong Kong condena primeiro réu pela lei de segurança nacional

Tong Ying-kit, de 24 anos, foi considerado culpado nesta terça-feira (27/07) por incitar a secessão e o terrorismo, tendo se tornado a primeira pessoa condenada pela lei de segurança nacional de Hong Kong, imposta por …

Estudo de genoma revela qual inseto foi 1º a ser extinto pelo homem nos EUA

DNA de borboleta de 93 anos confirma primeiro caso de extinção de inseto por culpa do homem nos EUA. Espécie foi vista pela última vez em São Francisco no início dos anos 1940. Uma equipe de …

A vida secreta dos filhos dos neandertais

Em qualquer verão normal, a famosa Praia de Castilla, na Espanha, uma faixa perfeita de areia de 20 km cercada por uma reserva natural e próxima a um centro turístico, estaria coberta de pegadas de …

“Bolsonaro não está dando os anéis, mas os dedos para tentar salvar o braço”, diz cientista política

O novo ministro super poderoso do governo de Jair Bolsonaro, Ciro Nogueira, nomeado para a Casa Civil, toma posse esta semana. Apesar de todo o fisiologismo, a analista Graziella Testa, da Escola de Políticas …

Não vacinados ameaçam combate à covid nos EUA

Em meio à disseminação de teorias da conspiração e a uma alta das infecções pelo coronavírus entre não vacinados, autoridades de saúde dos EUA lutam para convencer mais pessoas a se imunizarem contra a covid-19. Em …

Helicóptero da NASA estabelece novo recorde durante seu 10º voo em Marte

Neste sábado (24) o pequeno helicóptero da NASA em Marte, Ingenuity, conseguiu ultrapassar a marca de 1,6 km de distância percorrida acumulada após sobrevoar uma região rochosa na cratera Jezero. No sábado, o helicóptero robótico completou …

A curiosa rejeição de parte dos franceses ao passaporte sanitário na pandemia

No país onde o debate é uma espécie de esporte nacional, qualquer imposição verticalizada do governo pode ser considerada um acinte. Desde a Revolução, os franceses alimentam uma espécie de ojeriza ao compulsório que …

Astrônomo amador descobre nova lua na órbita de Júpiter

O corpo celeste recebeu o nome provisório de EJc0061 e mais provável é que seja um novo membro do grupo Carme, que orbita o planeta junto a outras 78 luas. O estudante Kai Ly se tornou …

Microsoft diz que 70% dos brasileiros já foram alvos do golpe de suporte técnico

Imagine estar navegando pela internet e se deparar com uma janela afirmando que há algo de errado com sua instalação do Windows. Ao clicar, você consegue entrar em contato com um técnico, que dá instruções …