Isaías: primeira prova da existência do lendário profeta bíblico é descoberta em Jerusalém

Web Gallery of Art / Wikimedia

O profeta bíblico Isaías segundo o pintor Raffaello

A figura bíblica de Isaías, que profetizou a chegada do Messias, pode ter sido uma pessoa real. Os pesquisadores encontraram um selo de argila antigo do tempo em que o profeta teria vivido com o seu nome inscrito.

Com o nome “bulla“, o selo foi recuperado de um lixo com 2700 anos em Ofel, uma estreita passagem no sul de Jerusalém, datado do ano 8 a.C. e está inscrito o nome do profeta judeu.

Foi encontrado a apenas 3 metros do mesmo local onde a “bulla” do Rei Ezequias, de quem Isaías seria um conselheiro, estava em 2015.

“Aparentemente descobrimos um selo impresso, que pode ter pertencido ao profeta Isaías, em uma escavação arqueológica e científica”, disse Eilat Mazar da Universidade Hebraica em Jerusalém, que liderou a pesquisa. “Se esse for caso, então não seria surpresa termos encontrado perto de onde onde foi encontrada a ‘bulla’ do Rei Ezequias”.

Infelizmente partida, a “bulla” tem cerca de um centímetro de diâmetro, estampada com o nome Yesha’yah[u] – Isaías em hebraico. A seguir, estavam as letras NBY, as primeiras três letras utilizadas para a sigla de profeta em hebraico: nun-beit-yod-aleph.

Na sua composição total, no selo deveria se ler “Profeta Isaías“. “A ausência desta carta final exige que deixemos em aberto a possibilidade de que poderia ser o nome Navi – profeta em hebraico. Mas o nome de Isaías é bastante claro”, disse Mazar.

O selo poderia ter pertencido a outro Isaías daquele tempo, já que o nome era bastante comum na época. No entanto, se a “bulla” se referia de fato ao profeta Isaías que aparece mencionado na bíblia, esta seria a primeira prova da sua existência – fora os textos religiosos.

(dv) Ouria Tadmor / Eilat Mazar

O autor do Livro de Isaías, que faz parte do Antigo Testamento da Bíblia, não é claro, mas a forma como é retratado o mostrava como alguém muito próximo do Rei Ezequias entre 727 e 698 antes de Cristo. Foi o profeta Isaías, de acordo com a Bíblia, quem aconselhou Ezequias a resistir aos assírios, prevenindo a invasão de Jerusalém através da intervenção divina.

Apesar de a “bulla” não constituir uma prova definitiva de que Isaías existiu, continua sendo uma descoberta notável, explicou Mazar. Sua proximidade com a “bulla” de Ezequias e o fato de que só pessoas de elevado estatuto usavam “bulla”, abre uma possibilidade muito plausível de que o selo tenha pertencido ao Isaías bíblico.

Além disso, de forma fascinante, no verso do selo está uma impressão de tecido, o que indica que foi utilizado para fechar uma embalagem de pano – e está marcado pela impressão digital, provavelmente de quem a fechou.

“A descoberta das estruturas reais do tempo do Rei Ezequias em Ofel é uma rara oportunidade de revelar vividamente esse tempo específico da história em Jerusalém”, concluiu Mazar.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Após Bolsonaro tirar máscara em entrevista, ABI entra com ação contra presidente no STF

A Associação Brasileira de Imprensa (ABI) apresentou nesta quinta-feira (9) uma queixa criminal ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o presidente Jair Bolsonaro, depois que ele tirou a máscara em uma entrevista em que anunciou …

A quantidade de nitrogênio emitida pela pecuária já ultrapassou os limites seguros

A quantidade de nitrogênio emitida pela criação de animais para abate é superior ao que o planeta pode aguentar. Cientistas alertam que é necessário diminuir o consumo de carne e laticínios. As principais fontes de nitrogênio …

França vai adotar teste de saliva nos aeroportos para evitar 2ª onda de Covid-19

O governo francês anunciou nesta sexta-feira (10) a implementação de testes a base de saliva em seus aeroportos. A medida, que tem como objetivo evitar uma segunda onda de contaminação pelo coronavírus, visa principalmente os …

De 4.200 anos? Arqueólogos desvendam em Israel 'emoji' mais antigo do mundo

Arqueólogos israelenses encontraram evidências de arte rupestre sem precedentes em dólmens de 4.200 anos. O novo projeto de pesquisa faz parte de um estudo de dólmens (monumentos megalíticos tumulares construídos por humanos) na Alta Galileia e …

Governo remarca Enem para janeiro e fevereiro de 2021

O Ministério da Educação anunciou nesta quarta-feira (08/07) as novas datas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020, adiado em razão da epidemia de covid-19. As provas em papel serão aplicadas em 17 …

Steve Jobs dizia acreditar na eficiência do trabalho remoto já em 1990

Com a chegada da pandemia do novo coronavírus e, consequentemente o isolamento social, muitas pessoas conseguem continuar trabalhando normalmente de forma remota. Mesmo dentro de casa, felizmente, algumas empresas conseguem manter o contato com seus funcionários …

Viagem tripulada a Marte seria melhor com passagem por Vênus, afirmam astrônomos

De acordo com cientistas norte-americanos, cálculos das órbitas entre a Terra e Marte os levaram a concluir que tais viagens seriam mais rápidas, eficientes, e permitiriam estudar os dois planetas. Uma viagem da Terra a Marte …

EUA: Suprema corte autoriza a divulgação de documentos financeiros de Trump

A Suprema Corte dos Estados Unidos impôs uma grande derrota a Donald Trump, ao decidir que um procurador de Nova York tem direito de acesso a vários documentos financeiros do presidente, incluindo declarações de …

O fenômeno "água morta", observado a mais de cem anos, é finalmente explicado

Finamente uma equipe com especialistas de múltiplas áreas CNRS e da Universidade de Poitiers, ambas na França, decifrou a misteriosa ocorrência pela primeira vez. O estranho é fenômeno que desacelera navios ou faz que eles parem …

Pode mesmo haver vida nas nuvens de Vênus, dizem cientistas

Quem gosta de astronomia não deve saber que Vênus não é o mais habitável dos planetas. Com temperaturas em torno de 470ºC e com uma atmosfera formada por dióxido de carbono e nitrogênio noventa vezes …