Putin irá usar a Copa do Mundo assim “como Hitler usou as Olimpíadas”

BackBoris2012 / Flickr

O ministro dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido, Boris Johnson

O Ministro das Relações Exteriores britânico, Boris Johnson, disse que Putin pretendia utilizar a Copa do Mundo de Futebol, que este ano será realizada na Rússia, para promover o país, assim como aconteceu com os Jogos Olímpicos de 1936, quando Hitler governava a Alemanha.

De acordo com o Diário de Notícias, quem considerou a comparação apropriada foi Boris Johnson, ministro das Relações Exteriores: “Sim, penso que a comparação com 1936 está correta”.

Boris Johnson demonstrou ainda preocupação com a segurança dos adeptos ingleses que viajem à Rússia e com a capacidade da embaixada britânica e dos serviços consulares em protegê-los, uma vez que não pode impedir os ingleses de estarem presentes na competição.

A conversa surgiu após a discussão sobre o envenenamento do ex-agente duplo russo Sergei Skripal, na cidade inglesa de Salisbury, no início do mês.

O chefe da diplomacia britânica, Boris Johnson, afirmou também que a “cadeia de comando” no caso do envenenamento do ex-espião Serguei Skripal conduz diretamente ao Kremlin, acrescentando que o ataque foi ordenado para ajudar a reeleição de Vladimir Putin.

“Como vimos no assassinato de Alexander Litvinenko – um ex-agente secreto russo envenenado com polonium-210 e que morreu em Londres em 2006 –, a cadeia de comando destes assassinatos e de vários outros conduz inevitavelmente ao Kremlin“, afirmou o ministro britânico, que compareceu diante da Comissão dos Negócios Estrangeiros da Câmara dos Comuns, a câmara baixa do parlamento britânico.

“O caminho, a cadeia de comando, parece ir até o Estado russo e até os que estão no poder”, disse o ministro das Relações Exteriores britânico, relembrando que no ataque foi utilizado um agente neurotóxico identificado como Novichok, cuja fabricação remonta à época da União Soviética.

Para o chefe da diplomacia britânica, o caso Skripal pretendeu enviar uma mensagem a possíveis desertores russos, mas também ajudar na reeleição de Putin nas eleições presidenciais de domingo passado.

“Em primeiro lugar, acho que o presidente Putin ou o Estado russo quiseram enviar um sinal a possíveis desertores das próprias agências, é isso que acontece se decidirem apoiar um país com valores diferentes, como é o nosso”, referiu.

E acrescentou que o caso também está relacionado com as recentes eleições russas, nas quais Vladimir Putin foi reeleito presidente da Rússia com 76,67% dos votos.

“Como muitas figuras antidemocráticas quando enfrentam uma eleição ou um momento político crítico, é tentador colocar na imaginação da opinião pública a ideia de um inimigo”, prosseguiu. “Isto é o que acho que aconteceu, foi uma tentativa de agitar o eleitorado russo”, reforçou Boris Johnson.

Segundo o ministro das Relações Exteriores britânico, a Rússia cometeu o ataque com um agente neurotóxico em solo britânico por que Londres “tem denunciado repetidamente” os “abusos” de Moscou.

“Penso que a razão pela qual assumiram o Reino Unido como alvo é muito simples: é um país que tem um sentido muito apurado de valores, acredita na liberdade, na democracia e no Estado de Direito e que denunciou repetidamente os abusos russos desses valores”, disse ainda o representante na comissão parlamentar.

Ainda nesta quinta-feira (22), a embaixada britânica em Moscou acusou a Rússia de “continuar a espalhar mentiras e desinformação” em vez de explicar o envenenamento do ex-espião russo.

“Não recebemos nenhuma explicação credível sobre o motivo pelo qual um agente neurotóxico produzido na Rússia foi utilizado em solo britânico. Em vez de fornecer respostas, a Rússia continua a espalhar mentiras e desinformação”, escreveu a representante diplomática do Reino Unido na capital russa, no Twitter.

A mensagem foi publicada após uma reunião no Ministério das Relações Exteriores russo, que convocou os embaixadores baseados em Moscou para transmitir sua posição em relação ao caso Skripal. O embaixador britânico na Rússia não participou da reunião.

O caso tem causado um clima de forte tensão entre a Rússia e o Reino Unido. Londres anunciou a suspensão de contatos bilaterais de alto nível com Moscou e a expulsão de 23 diplomatas russos do Reino Unido.

Em resposta, Moscou também anunciou a expulsão de 23 diplomatas britânicos e o fim das atividades do British Council na Rússia.

Ciberia // Lusa / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Em nome da ciência, polvos tomaram ecstasy (e teve muito amor envolvido)

O que acontece quando um polvo consome drogas, mais precisamente ecstasy? Cientistas norte-americanos tiveram a oportunidade de descobrir. De acordo com o Science Alert, a equipe de pesquisadores deu MDMA, substância psicoativa também conhecida por ecstasy, …

Companhia austríaca cria método que transforma plástico em petróleo

A companhia petrolífera austríaca OMV apresentou nesta quinta-feira um inovador procedimento que permite a produção de petróleo a partir de resíduos de plástico (material fabricado a partir desse recurso natural). A inovadora tecnologia, batizada de ReOil, …

Múmia e amuletos divinos são descobertos no Egito

Um grupo de arqueólogos descobriu várias múmias antigas no Egito – incluindo os restos de um misterioso indivíduo extremamente bem conservado – em uma sepultura comum na margem oeste do Rio Nilo.  A tumba foi encontrado …

Em caso raro, mulher doa órgãos e transmite câncer a quatro pessoas

Quatro pessoas que receberam órgãos da mesma doadora desenvolveram posteriormente câncer de mama, revelou um novo estudo. O caso, que remota a 2007, representa uma situação extremamente rara. Rins, pulmões, fígado e coração foram retirados de …

Criatura “alienígena” é encontrada em praia na Nova Zelândia

Uma família neozelandesa passeava ao longo de uma praia no norte de Auckland quando encontrou uma bizarra criatura vermelha em forma de bolha. A criatura, que foi identificada como uma espécie específica de medusa, tem um …

Veneza quer proibir turistas de sentarem ou deitarem no chão

Veneza, famosa pelos seus canais, testemunhou um dilúvio de turistas nos últimos anos, que ultrapassa em muito a população residente e sobrecarrega a cidade. As autoridades da cidade italiana têm tomado várias medidas para travar …

Teia de aranha gigantesca cobre praia na Grécia

Um enorme teia de aranha com cerca de 300 metros cobriu uma área à beira-mar na cidade de Aitoliko, na região oeste da Grécia. A época de acasalamento das aranhas transformou a praia no pior …

Depois dos morangos, agulhas chegam às maçãs e bananas na Austrália

As autoridades australianas investigam mais de 100 casos por todo o país. Agora, além dos morangos, as agulhas também já chegaram a frutas como maçãs, bananas e mangas. A Austrália investiga uma série de casos misteriosos …

Proibição de doações empresariais não blinda política de interesses privados, afirma cientista político

Apesar da proibição do financiamento empresarial de campanhas, que vigora no país desde 2015 por força de uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), a classe empresarial continua engajada em diferentes candidaturas. Se, por um lado, …

Brasileiros são finalistas em Campeonato Mundial de Cubo Mágico

Criado nos anos 80, o cubo mágico é um dos brinquedos mais simples e fascinantes que existem. Quem nunca passou horas, dias, semanas ou até meses tentando acertar as cores de todas as faces ou …