Quem matou Marielle Franco, a Filha da Maré?

O Brasil chora a morte da vereadora Marielle Franco, do Rio de Janeiro, que, nesta quarta-feira (14), foi assassinada à saída de um evento no bairro da Lapa, no centro da cidade.

Nesta quinta-feira (15), várias cidades do Brasil foram inundadas de protestos em homenagem à vereadora Marielle Franco que, durante a noite anterior, foi assassinada com quatro tiros na cabeça, quando seguia no banco traseiro de um automóvel.

Políticos, artistas e membros de várias ONGs se manifestaram contra o crime e a zona da Câmara dos Vereadores, onde foi velada, se encheu de populares que mostravam cartazes em que se lia “Quem matou Marielle Franco?”.

Para o presidente Michel Temer, o assassinato da ativista de esquerda, conhecida por fazer duras críticas à atuação da Polícia Militar e da intervenção do Exército na segurança do Rio de Janeiro, foi um “ato de extrema covardia” e um verdadeiro atentado ao Estado de Direito e à Democracia brasileira.

“Trata-se do assassinato de uma representante popular que, ao que sei, fazia manifestações e trabalhos com vistas a preservar a paz e a tranquilidade na cidade. Nós decretamos a intervenção para acabar com este banditismo que se instalou na cidade”.

Temer também anunciou que o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, estará no Rio de Janeiro para acompanhar as investigações sobre a morte da vereadora, que tem indícios de ter sido uma execução.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro informou que o ataque foi feito por atiradores que estavam em outro automóvel e que dispararam indiscriminadamente e fugiram sem roubar nada.

Segundo O Globo, policiais da divisão de homicídios que investigam o caso acreditam que os responsáveis pelo crime já sabiam o lugar exato que a parlamentar ocupava dentro do carro, apesar de a viatura ter vidros escurecidos.

Além disso, de acordo com as imagens das câmeras de vigilância, os agentes concluem que o automóvel foi perseguido durante cerca de quatro quilômetros.

“Filha da Maré”

A ONU já condenou o assassinato da vereadora e de seu motorista. “Marielle foi uma reconhecida defensora dos direitos humanos que atuava contra a violência policial e pelos direitos das mulheres e das pessoas afrodescendentes, principalmente nas áreas pobres”, lê-se na nota assinada pela porta-voz do Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH), Liz Throssell.

As Nações Unidas pedem que as investigações “sejam feitas o mais rápido possível” e de forma “completa, transparente e independente”, para que os resultados “possam ser vistos com credibilidade”.

jeso.carneiro / Flickr

A vereadora Marielle Franco

Marielle Franco, reconhecida defensora dos direitos humanos, especialmente das mulheres negras, foi a quinta vereadora mais votada no Rio de Janeiro nas eleições municipais de 2016, com mais de 40 mil votos.

Socióloga de 38 anos, batizada de “filha da Maré” por ser originária da favela na zona norte do Rio com o mesmo nome, uma das áreas mais violentas da cidade, era a relatora da comissão da Câmara de Vereadores do Rio criada para fiscalizar a intervenção militar.

Depois de o governo ter decretado a intervenção na área de segurança pública do Rio de Janeiro, no dia 16 de fevereiro, a vereadora dirigiu várias críticas às abordagens da polícia nas favelas.

Em uma das suas últimas publicações, a vereadora denunciou alegadas abordagens indevidas de agentes policiais do 41° Batalhão, em Acari. “O 41° Batalhão da Polícia Militar do Rio de Janeiro está aterrorizando e violentando moradores de Acari. Nessa semana dois jovens foram mortos e jogados em uma vala. Hoje a polícia andou pelas ruas ameaçando os moradores. Acontece desde sempre e com a intervenção ficou ainda pior”.

“Quantos mais vão precisar morrer para que essa guerra acabe?”postou no Twitter, um dia antes de ser assassinada.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …