Há seis anos sem contato com Assange, Wikileaks substitui editor-chefe

wheelzwheeler / Flickr

Julian Assange, fundador da WikiLeaks

O australiano Julian Assange, refugiado na embaixada do Equador em Londres desde 2012, deixou a direção do WikiLeaks, embora permaneça na equipe editorial, informou o próprio site no Twitter.

O WikiLeaks anunciou que Julian Assange foi substituído como editor-chefe da organização sem fins lucrativos. O posto foi entregue ao premiado jornalista islandês Kristin Hrafnsson.

Em nota, o WikiLeaks afirma que a decisão foi tomada devido à impossibilidade de comunicação com Assange, que está há mais de seis anos refugiado na embaixada do Equador em Londres.

Assange, que fundou em 2006 o site de difusão de informação confidencial de governos e empresas, não pode continuar na direção devido ao seu atual isolamento, que começou há seis meses, quando o governo de Quito restringiu a comunicação a partir da embaixada em Londres.

O australiano, que desde finais do ano passado é equatoriano naturalizado, indicou como novo “editor-chefe” seu estreito colaborador e jornalista investigativo islandês Kristinn Hrafnsson, explica a ONG na rede social.

“Devido às extraordinárias circunstâncias nas quais Julian Assange, fundador da WikiLeaks, está retido e isolado há seis meses, enquanto permanece arbitrariamente detido na embaixada do Equador, Assange indicou Kristinn Hrafnsson editor chefe do WikiLeaks”, diz a nota.

Hrafnsson, por sua vez, mostra determinação em manter o projeto. “Condeno o tratamento de Julian Assange que leva ao meu novo cargo, mas aceito a responsabilidade de assegurar a continuidade do importante trabalho baseado nos ideais do WikiLeaks”, diz o novo editor-chefe da organização.

Assange, de 47 anos, não abandona a pequena legação diplomática desde 2012 por receio de que as autoridades britânicas o deportem para os Estados Unidos, onde poderia ser julgado pela difusão desde 2010 de numerosos documentos militares e diplomáticos de carácter confidencial.

O fundador do WikiLeaks obteve inicialmente asilo do Equador depois do fracasso do processo legal no Reino Unido para impedir sua extradição para a Suécia, que desde 2010 o requeria por suposto estupro de uma cidadã sueca, processo que acabou arquivado.

As relações entre o jornalista, que sofre problemas de saúde, e o Estado equatoriano se deterioraram nos últimos meses, mas o governo de Quito ainda tentar negocia com o Reino Unido uma via para tirá-lo da embaixada.

Ciberia // CanalTech / EFE / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

ONG Repórteres Sem Fronteiras denuncia deterioração da liberdade de imprensa no Brasil

Um novo relatório publicado nesta terça-feira (20) pela ONG Repórteres sem Fronteiras (RSF) denuncia o aumento de ameaças a jornalistas e veículos de comunicação no Brasil em 2020. Para a organização civil, sediada em …

Empreendedor mineiro cria vassoura mágica que também é meio de transporte

A sensação de voar em uma vassoura mágica se tornou possível em Belo Horizonte, Minas Gerais, pelas mãos do empreendedor Alexandre Russo, de 28 anos. Fundador da empresa Nuvem Vassouras, o mineiro criou a “Real Flying …

Bebês ingerem 1,5 milhão de partículas de microplástico por dia, diz estudo

Um bebê de 12 meses ingere, em média, mais de 1,5 milhão de partículas de microplástico por dia que são liberadas da mamadeira, revelou um estudo divulgado nesta segunda-feira (19/10). O impacto destas micropartículas para …

Aumento na densidade do espaço fora do sistema solar é descoberto pela sonda espacial Voyager

Em novembro de 2018, após uma viagem épica de 41 anos, a Voyager 2 finalmente cruzou a fronteira que marcava o limite da influência do Sol e entrou no espaço interestelar. Mas a missão da …

Polícia Federal faz operação de busca e apreensão na 77ª fase da Lava Jato

São sete mandatos no Rio de Janeiro e em Niterói contra suspeita de propina na Petrobras envolvendo pouco mais de três bilhões de litros de combustíveis. Por determinação da 13ª Vara Federal em Curitiba (PR), a …

Suspeitos de COVID-19 podem ter dados compartilhados com a polícia na Inglaterra

  As informações pessoais de suspeitos de contaminação pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) podem ser utilizadas pela polícia da Inglaterra para garantir que eles não quebrem o isolamento. De acordo com as informações oficiais, as autoridades poderão ter …

Jejum intermitente funciona? Este estudo indica que não

Um estudo recém publicado na revista médica “Jama Internal Medicine” mostra que a prática conhecida como jejum intermitente não traz benefícios para o corpo e, ainda, não promove perda de peso de fato. A pesquisa, …

Estudos corroboram correlação entre tipo sanguíneo e risco de covid-19

A suscetibilidade ao contágio com o vírus Sars-Cov-2 pode variar segundo o grupo sanguíneo: os indivíduos do grupo O tendem a um menor risco, enquanto os demais estão também potencialmente mais expostos a quadros clínicos …

Bolsonaro reforça que brasileiro não será obrigado a tomar vacina contra a COVID-19

Declaração do presidente acontece três dias depois de o governador João Doria informar que vacinação será obrigatória no estado de São Paulo. O presidente Jair Bolsonaro reforçou hoje (19) na saída do Palácio da Alvorada o …

Engenheiros criam sabre de luz real de plasma retrátil de 2.200°C que corta aço

Os engenheiros por trás do canal do YouTube “The Hacksmith” criaram o sabre de luz de “Star Wars” no mundo real que é quente o suficiente para derreter aço e até titânio em segundos. James Hobson, …