Sexo em Marte pode originar uma nova espécie humana

Paramount Pictures

Barbarella (1968), de Roger Vadim

Os cientistas defendem que a reprodução humana em Marte “será necessária para a subsistência desta comunidade a longo prazo”. No entanto, a tentativa de praticar sexo na superfície marciana pode implicar vários problemas sérios. E até mesmo originar uma nova espécia humana.

De todos os desafios que a colonização em Marte pode trazer aos humanos, a reprodução poder ser o maior de todos. No entanto, se a humanidade conseguir superá-lo, um grupo de cientistas afirma que isso pode levar à criação de “um novo tipo de espécie”.

Em um artigo científico, publicado recentemente na Futures, um grupo internacional de cientistas descreve alguns dos principais problemas associados à reprodução no Planeta Vermelho, como o risco de exposição crônica à radiação, que tem um efeito prejudicial nos adultos, especialmente nas células reprodutivas e no desenvolvimento de embriões e fetos.

Outro desafio apontado pelos cientistas é a gravidade reduzida, cujo impacto na produção de células reprodutivas, a taxa de sucesso de fertilização ou o desenvolvimento embrionário é ainda desconhecida.

A gravidade em Marte é até 62% menor do que a terrestre.

Em ambiente de baixa gravidade, soma-se a pressão atmosférica quase 93% menor do que a da Terra, assim como a temperatura média de cerca de 63 graus negativos.

Todas estas condições aumentam o risco de aborto espontâneo. A imunossupressão que frequentemente afeta os astronautas é outro grande desafio que faz com que qualquer gravidez em Marte acarrete alto risco para a vida da mãe.

Além disso, o conceito de reprodução numa colônia em Marte implica uma série de desafios morais e éticos, relacionados com o valor da vida humana, que não podem ter totalmente avaliados antes do início da missão.

Neste contexto, os cientistas sugerem recorrer à modificação genética nos humanos antes e durante a missão, para adaptar as pessoas ao ambiente marciano, de modo a facilitar a reprodução em Marte. Contudo, isso implica “superar desafios éticos”, frisam os cientistas.

Esse processo levaria a “um novo tipo de espécie humana, que possuirá uma nova natureza e, consequentemente, novos direitos e deveres morais em comparação com as pessoas que vivem na Terra”, afirmam os cientistas.

A vida em Marte será diferente da vida na Terra, assim como a reprodução”, concluem os autores do artigo.

Ciberia // Sputnik / LM, ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA:

Mais de 60% dos jovens querem sair do Brasil

Sondagem do Datafolha indica que 62% dos brasileiros entre 16 e 24 anos desejam viver no exterior. Cifra equivale à população de Minas. Metade dos entrevistados entre 25 e 34 anos afirma querer morar fora. Uma …

Energia ilimitada pode ser alcançada com novo método de extrair urânio do mar

O Laboratório Nacional do Noroeste do Pacífico, PNNL, um laboratório pertencente ao governo dos EUA, em associação com a LCW Supercritical Technologies fez um importante avanço para a indústria nuclear: descobriu um método econômico para …

Brasil joga mal e empata em estreia na Copa da Rússia

A Seleção Brasileira jogou mal e apenas empatou com a Suíça por 1 a 1, pela primeira rodada do grupo E da Copa do Mundo. O Brasil fez um bom primeiro tempo, quando abriu o placar …

Mulher desaparecida é encontrada na barriga de píton de 8 metros

Uma residente do distrito de Muna, na província de Celebes do Sudeste, Indonésia, desaparecida na quinta-feira passada (14), apareceu no dia seguinte na barriga de uma píton, informa o jornal The Jakarta Post. De acordo com …

Casos de corrupção expõem autoridades da Espanha e Portugal

Na história recente da Europa, há uma série de casos de corrupção envolvendo políticos que resultaram em condenações e prisões. Os casos afectam países como Portugal, Espanha, Alemanha, França e Itália. Em Portugal, a Operação Marquês, …

Rio de Janeiro está próximo de proibir os canudos de plástico

O Rio de Janeiro deve ser a primeira cidade brasileira a se unir à luta mundial contra os canudinhos de plástico. O item se tornou um dos principais símbolos da poluição plástica, já que seu tempo …

Vaquinhas falsas arrecadam dinheiro em nome de Lula na internet

Ao menos 100 campanhas de financiamento falsas foram identificadas pelo partido, que vai acionar a Justiça. O setor de comunicação do Partido dos Trabalhadores identificou na internet ao menos 100 campanhas de arrecadação financeira falsas para …

Chefe da agência alemã para refugiados é demitida

Em meio a impasse com Merkel sobre imigração, ministro do Interior afasta Jutta Cordt da presidência do Bamf. Denúncias de irregularidades em concessões de refúgio a migrantes abalaram a credibilidade do órgão. Em meio a escândalos …

Trump ameaçou enviar 25 milhões de mexicanos ao Japão

Donald Trump disse ao primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, que poderia enviar 25 milhões de mexicanos para seu país e fazê-lo perder uma eleição. Segundo o Wall Street Journal, em uma das várias declarações estranhas que …

Novo malware supostamente ligado à Coreia do Norte é descoberto

O Departamento de Segurança dos Estados Unidos descobriu um novo malware cuja suspeita é de que tenha sido lançado pela Coreia do Norte. A CNN noticiou nesta sexta-feira (15) uma nova variação de um programa …