Tesla de Elon Musk pode destruir a vida em Marte

Antes do lançamento, o automóvel elétrico não foi esterilizado como se faz com as naves espaciais comuns. Por isso, o Tesla Roadster pode contaminar o planeta vermelho com bactérias terrestres em caso de uma colisão.

O Tesla Roadster que foi lançado ao espaço no dia 6 de fevereiro pela SpaceX pode ser a maior carga de bactérias já enviada para o espaço. Caso entre em rota de colisão com Marte, esse fato pode se tornar uma ameaça à vida biológica do Planeta Vermelho – se existir –, alertaram os cientistas da Universidade de Purdue, nos EUA.

A NASA esteriliza as naves espaciais que pretende que pousem em outros planetas, mas como o único objetivo da estação espacial de Elon Musk seria o de colocar o Roadster em permanente órbita, ele acabou não sendo esterilizado antes do lançamento.

“É como uma espécie invasora, os organismos da Terra poderiam prosperar em outro planeta e acabar com os organismos nativos. Em caso de haver vida biológica em Marte, ela corre perigo de ser contaminada com organismos terrestres, e se eles se adaptarem, se apoderariam do Planeta Vermelho, pelo que não sabemos o que aconteceria”, disseram.

As temperaturas extremas, a baixa pressão e a radiação cósmica fazem do espaço um ambiente inóspito para os organismos vivos. No entanto, este meio nem sempre se revela letal: algumas bactérias entram em um estado latente no vazio espacial até que encontram as condições adequadas à vida.

A NASA já se mostrou contra a prática levada a cabo por Musk. A agência espacial norte-americana acredita que essa não é uma prática segura e que pode comprometer a pesquisa de vida em Marte.

A maior preocupação da diretora de Segurança Planetária, Lisa Pratt, é a de que as empresas comerciais reduzem os custos de missões espaciais, o que pode aumentar o número de lançamentos.

Dessa forma, a diretora quer garantias de que todas as missões realizadas são seguras e não poluem o Sistema Solar. Pratt não quer outro Tesla Roadster “passeando” pelo espaço, ou que o lixo terrestre seja descartado em Marte.

O Tesla de Elon Musk poderia pousar em Marte, ainda que esse seja um cenário pouco provável. O carro está em uma órbita que cruza a Terra e Marte, e o mais provável é terminar com uma colisão contra o nosso planeta.

Os cientistas avaliam esse risco em 6% de que o Tesla colida com a Terra durante o próximo milênio.

Quase se pode dizer que, afinal, o Tesla de Elon Musk levou duas cargas secretas para o espaço: um minúsculo dispositivo de armazenamento de informações que contém 360 terabytes de dados, o mesmo que 7 mil discos Blu-Ray, e a vida terrestre.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Não é só a NASA que lança satélites e outros objetos ao espaço. Há agencias russas, chinesas e francesas. Será que todos higienizam suas naves atingindo total assepcía?

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Senado oficializa criação da CPI da Pandemia

Presidente do Senado diz que foco deve estar nas ações e omissões do governo federal e no repasse de recursos da União para estados e municípios. STF julgará determinação do ministro Barroso que ordenou abertura …

Bernie Madoff, maior golpista da história, morre em prisão norte-americana, diz relato

Bernard Madoff, o ex-financista que realizou a maior fraude de investimento na história dos Estados Unidos, morreu aos 82 anos de idade, de acordo com relatos da mídia. Em 2009, o notório financista recebeu uma sentença …

Salvator Mundi, obra mais cara de Da Vinci avaliada em R$2,6 bi, é vista em iate de príncipe

A obra de arte mais cara do mundo é ‘Salvator Mundi’, atribuída a Leonardo da Vinci. Com valor estimado em mais de 400 milhões de dólares ou superior aos 2,6 bilhões de reais, seu paradeiro …

Variante indiana da Covid-19 se propaga mais rápido e é menos detectada por testes PCR

A Índia enfrenta a pior onda de contaminações da Covid-19 desde o início da pandemia, com mais de 165 mil casos registrados nas últimas 24 horas: duas vezes mais do que no último pico, em …

Tipo sanguíneo não afeta risco de contrair COVID-19, diz novo estudo

Um estudo buscou entender se determinados tipos sanguíneos trazem mais riscos de contrair a COVID-19, e concluiu que não é o caso. Com a pandemia, muito se questiona em relação ao comportamento da COVID-19 em nosso …

Buracos negros são famintos, mas possuem boas maneiras à 'mesa', aponta estudo

Todos os buracos negros supermassivos nos centros das galáxias possuem períodos nos quais devoram a matéria situada de seus arredores. De acordo com um estudo publicado na revista científica Astronomy & Astrophysics, as galáxias ativas têm …

Pnad e Caged: No auge do desemprego, Brasil enfrenta falhas nas estatísticas do mercado de trabalho que confundem e desorientam

Num momento em que o país tem registrado números diários de mortes por covid-19 que ultrapassam 4 mil e diversos Estados e municípios reforçam medidas de distanciamento social, na tentativa de conter a propagação do …

Jovem negro de Minnesota morreu por “disparo acidental”, afirma polícia

Policial teria confundido arma de descarga elétrica com arma de fogo. Incidente em meio a julgamento da morte de George Floyd acirra tensões e agrava protestos. Mineápolis e outras cidades ampliam toque de recolher. A policial …

Bia, assistente de voz do Bradesco, vai responder mensagens de assédio

O Bradesco precisou tomar providências para proteger uma mulher de assédio. No caso, uma mulher que nem existe fisicamente. A mulher que dá voz ao sistema de inteligência artificial do aplicativo, a Bia (sigla para Bradesco …

Covid-19: Médicos pressionam governo francês para aumentar controles de pessoas vindas do Brasil

Especialistas acreditam que medidas do governo francês para frear entrada de variante P1 no país são insuficientes e pressionam para aumento de controles de passageiros provenientes do Brasil nos aeroportos ou pela suspensão dos …