Tesla de Elon Musk pode destruir a vida em Marte

Antes do lançamento, o automóvel elétrico não foi esterilizado como se faz com as naves espaciais comuns. Por isso, o Tesla Roadster pode contaminar o planeta vermelho com bactérias terrestres em caso de uma colisão.

O Tesla Roadster que foi lançado ao espaço no dia 6 de fevereiro pela SpaceX pode ser a maior carga de bactérias já enviada para o espaço. Caso entre em rota de colisão com Marte, esse fato pode se tornar uma ameaça à vida biológica do Planeta Vermelho – se existir –, alertaram os cientistas da Universidade de Purdue, nos EUA.

A NASA esteriliza as naves espaciais que pretende que pousem em outros planetas, mas como o único objetivo da estação espacial de Elon Musk seria o de colocar o Roadster em permanente órbita, ele acabou não sendo esterilizado antes do lançamento.

“É como uma espécie invasora, os organismos da Terra poderiam prosperar em outro planeta e acabar com os organismos nativos. Em caso de haver vida biológica em Marte, ela corre perigo de ser contaminada com organismos terrestres, e se eles se adaptarem, se apoderariam do Planeta Vermelho, pelo que não sabemos o que aconteceria”, disseram.

As temperaturas extremas, a baixa pressão e a radiação cósmica fazem do espaço um ambiente inóspito para os organismos vivos. No entanto, este meio nem sempre se revela letal: algumas bactérias entram em um estado latente no vazio espacial até que encontram as condições adequadas à vida.

A NASA já se mostrou contra a prática levada a cabo por Musk. A agência espacial norte-americana acredita que essa não é uma prática segura e que pode comprometer a pesquisa de vida em Marte.

A maior preocupação da diretora de Segurança Planetária, Lisa Pratt, é a de que as empresas comerciais reduzem os custos de missões espaciais, o que pode aumentar o número de lançamentos.

Dessa forma, a diretora quer garantias de que todas as missões realizadas são seguras e não poluem o Sistema Solar. Pratt não quer outro Tesla Roadster “passeando” pelo espaço, ou que o lixo terrestre seja descartado em Marte.

O Tesla de Elon Musk poderia pousar em Marte, ainda que esse seja um cenário pouco provável. O carro está em uma órbita que cruza a Terra e Marte, e o mais provável é terminar com uma colisão contra o nosso planeta.

Os cientistas avaliam esse risco em 6% de que o Tesla colida com a Terra durante o próximo milênio.

Quase se pode dizer que, afinal, o Tesla de Elon Musk levou duas cargas secretas para o espaço: um minúsculo dispositivo de armazenamento de informações que contém 360 terabytes de dados, o mesmo que 7 mil discos Blu-Ray, e a vida terrestre.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Não é só a NASA que lança satélites e outros objetos ao espaço. Há agencias russas, chinesas e francesas. Será que todos higienizam suas naves atingindo total assepcía?

DEIXE UM COMENTÁRIO:

VSR: o pouco conhecido vírus que se espalha entre crianças no mundo e também no Brasil

No início de 2021, a equipe do Hospital Infantil de Maimonides, no Brooklyn, em Nova York (EUA), começou a experimentar uma cautelosa sensação de alívio. Os casos de covid-19 na cidade estavam em queda. Como …

Com popularidade em queda, premiê britânico Boris Johnson reforma equipe de governo

Após semanas de boatos, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, decidiu modificar o governo nesta quarta-feira para formar uma "equipe unida" e enfrentar os desafios depois de um ano e meio de pandemia e em …

Relatório lista mais de uma dezena de crimes atribuídos a Bolsonaro

Um grupo de juristas liderados pelo ex-ministro da Justiça Miguel Reale Júnior entregou nesta terça-feira (14/09) à CPI da Pandemia um relatório de 226 páginas com possíveis crimes cometidos pelo presidente Jair Bolsonaro durante a …

Simulação virtual mais realista de sempre do Universo é revelada

Um dos aspectos mais incríveis da simulação é que mostra a evolução da matéria durante praticamente os 13,8 bilhões de anos de história do Universo, desde o Big Bang até a atualidade. Uma equipe internacional de …

Asteroide que dizimou dinossauros determinou sucesso das cobras, aponta estudo

As cobras devem seu sucesso na Terra, em parte, ao asteroide que atingiu o planeta há 66 milhões de anos e levou à extinção dos dinossauros, de acordo com um estudo publicado nesta terça-feira (14/9) …

“Abandonados pelo resto do mundo”: África vacinou apenas cerca de 3% da população contra a Covid

As autoridades alertam para os baixos índices de vacinação contra a Covid-19 no continente africano. Segundo dados divulgados nesta terça-feira, cerca de 3,5% da população foi totalmente imunizada contra o coronavírus. O balanço foi anunciado …

Europeus aprovam Merkel e confiam na liderança da Alemanha

Os europeus têm alta estima pela chanceler federal da Alemanha, Angela Merkel, e aprovam o estilo de liderança dela, baseado na busca de consensos, mostra uma pesquisa do Conselho Europeu de Relações Exteriores (ECFR, na …

Mudanças climáticas: número de dias com calor acima de 50ºC no mundo dobrou em 40 anos

O número de dias extremamente quentes, quando a temperatura passa de 50°C, registrados a cada ano dobrou desde a década de 1980. Essa foi a conclusão de um estudo realizado pela BBC, que apontou também que …

Cofundador da Apple está criando sua própria empresa espacial privada

Steve Wozniak, cofundador da Apple, ao lado de Alex Fielding, fundador da Ripcord, estão lançando a empresa Privateer Space, que irá atuar no setor espacial. Se a descrição do negócio parece vaga, é porque a novidade …

Guia para apostas de sucesso no futebol

Toda semana, há milhares de jogos de futebol e mercados para apostar no Brasil. As casas de apostas como a Betsson fornecerão apostas sobre a probabilidade de resultados e eventos específicos da partida, como o número …