“Ao fim do inverno só haverá vacinados, curados ou mortos”, diz ministro alemão

worldeconomicforum / Flickr

O ministro da Saúde alemão, Jens Spahn

Depois de dizer que a Alemanha enfrenta “uma emergência nacional” devido à covid-19, chefe da pasta da Saúde volta a incentivar população a se vacinar, desta vez com palavras drásticas.

O ministro alemão da Saúde, Jens Spahn, escolheu nesta segunda-feira (22/11) palavras drásticas para motivar a parcela da população da Alemanha que ainda não se vacinou contra a covid-19 a tomar a vacina.

“Possivelmente, ao fim deste inverno, praticamente todos aqui na Alemanha — isso às vezes é dito, de forma algo cínica — estarão vacinados, curados ou mortos. Mas de fato é assim”, disse Spahn em Berlim.

A frase, em alemão, faz alusão à chamada regra 3G, que restringe a presença em locais públicos fechados a pessoas vacinadas, curadas ou com um teste negativo (em alemão geimpft, genesen, getestet), substituindo o último termo por gestorben (mortos).

Spahn lembrou que a variante Delta do coronavírus é muito contagiosa. “E por isso recomendamos com veemência a vacina”, completou. Ele acrescentou que se vacinar é um ato de solidariedade, pois quem se vacina protege também os outros.

Ele também defendeu o uso da vacina da Moderna, à qual o Ministério da Saúde quer dar preferência antes que as doses disponíveis percam a validade, no início de 2022. O ministro disse que a vacina da Moderna é “boa, segura e muito eficaz”.

Na Alemanha, 70,5% da população tomou a primeira dose de uma vacina contra a covid-19, e 68% tomou as duas doses. Os números estão estagnados já há algumas semanas. Exatos 7% da população já tomou a dose de reforço.

“Emergência nacional”

Na última sexta-feira, Spahn afirmou que a situação da covid-19 piorou nos últimos dias e agora está ainda “mais séria do que na semana passada”, alertando que o país enfrenta “uma emergência nacional” em relação à pandemia.

Questionado sobre a possibilidade de o governo impor um novo lockdown a toda a população, ele respondeu: “Estamos em uma situação na qual não podemos descartar nada.”

As declarações vieram no dia em que a câmara alta do Parlamento alemão, o Bundesrat, aprovou um novo pacote contra a pandemia elaborado pela provável futura coalizão governamental, um dia depois de a câmara baixa ter dado luz verde às regras.

Nas últimas duas semanas, o número de novos casos aumentou mais de 60% na Alemanha. Na quinta-feira passada, o país registrou mais de 65 mil infecções em 24 horas, um recorde desde o início da pandemia. Autoridades de saúde alertaram que esse número deveria pelo menos dobrar dentro de alguns dias.

Nesta segunda, foram registradas 30.643 infecções. O número de casos costuma ser mais baixo nos fins de semana, quando nem todas as secretarias de Saúde comunicam seus dados e são realizados e avaliados menos testes.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …