Tesouro da Idade do Bronze é encontrado na República Tcheca (por causa de um cachorro)

(dr) Hradec Králové Region

A descoberta de uma vida – um tesouro da Idade do Bronze – foi feita, em março, na República Tcheca, por um tipo incomum de arqueólogo: um cachorro.

De acordo com o Science Alert, a descoberta foi feita por um cão, chamado Monty, em um passeio com seu dono em março deste ano. O animal encontrou artefatos da Idade do Bronze num esconderijo nas Montanhas Orlické, no nordeste da Boêmia, República Tcheca.

A coleção de objetos, entretanto doada ao governo local, era composta por 13 foices, duas cabeças de lança, três cabeças de machado e várias pulseiras, todas forjadas em bronze. Os arqueólogos acreditam que, como estavam todos juntos, se tratava de um ritual.

“O fato de haver tantos objetos em um único lugar está relacionado quase de certeza com um ato de honra, provavelmente como se tratasse de um tipo de sacrifício“, disse à Czech Radio a arqueóloga Martina Beková, do Museu e Galeria das Montanhas Orlické.

“O que nos surpreendeu particularmente foi que os objetos estavam inteiros quando normalmente a cultura que vivia aqui enterrava apenas fragmentos, que muitas vezes também derretiam. Esses objetos são lindos, mas o fato de estarem completos e em boas condições tem muito mais valor para nós”, explica.

Beková e seus colegas já examinaram de forma minuciosa os artefatos: têm mais de 3 mil anos e provavelmente foram usados por pessoas da cultura indo-europeia, da Idade do Bronze, que viviam na região e que iriam enterrar seus parentes mortos.

Porém, é preciso descobrir mais evidências para determinar como e por que essa coleção de objetos de bronze apareceu nesse local. A última descoberta de tal achado na região foi feita há mais de 60 anos, em 1953.

A área em que os objetos foram encontrados se tornou uma zona de grande interesse para os arqueólogos locais, mas, até agora, as buscas ainda não deram em nada. “Temos explorado as proximidades desse local com detectores de metal”, disse Sylvie Velčovská, do conselho regional local, citada pela mesma rádio.

“Houve algumas mudanças consideráveis no terreno com o passar dos séculos, por isso é possível que as camadas mais profundas ainda escondam alguns segredos”, acrescenta.

Atualmente, os artefatos estão em exibição no Museu e Galeria das Montanhas Orlické, em Rychnov, até 21 de outubro de 2018. Depois, serão transferidos para uma exposição permanente em um museu em Kostelec.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Bolsonaro reforça que brasileiro não será obrigado a tomar vacina contra a COVID-19

Declaração do presidente acontece três dias depois de o governador João Doria informar que vacinação será obrigatória no estado de São Paulo. O presidente Jair Bolsonaro reforçou hoje (19) na saída do Palácio da Alvorada o …

Engenheiros criam sabre de luz real de plasma retrátil de 2.200°C que corta aço

Os engenheiros por trás do canal do YouTube “The Hacksmith” criaram o sabre de luz de “Star Wars” no mundo real que é quente o suficiente para derreter aço e até titânio em segundos. James Hobson, …

Evo Morales comemora vitória de seu candidato, Luis Arce, à presidência na Bolívia

De La Paz, na Bolívia, o candidato a presidente Luis Arce e, de Buenos Aires, na Argentina, o ex-presidente Evo Morales comemoram vitória nas eleições tanto para presidente quanto para o Congresso, realizadas neste …

Síndrome provoca mudança na coloração dos olhos em população nativa da Indonésia

Em um país cujo a vasta maioria da população possui cabelos e olhos escuros, uma rara síndrome genética ofereceu aos membros de uma tribo nativa da Indonésia uma impressionante condição: os mais impactantes e profundos …

Aula de spinning em academia no Canadá contaminou 61 pessoas com a COVID-19

Academias não são locais recomendados neste momento de pandemia, mesmo que alguns estabelecimentos estejam reabrindo com todas as medidas de segurança adequadas. Prova disso aconteceu recentemente em Hamilton, na província de Ontario, no Canadá, quando uma …

Estrela supergigante vermelha Betelgeuse é menor e está mais próxima da Terra

A estrela supergigante vermelha Betelgeuse, uma das mais brilhantes, é menor e está mais próxima da Terra do que se acreditava. "Estudos anteriores sugeriram que poderia ser maior que a órbita de Júpiter. Nossos resultados dizem …

Ao tentar desativar uma bomba imensa a Marinha da Polônia acidentalmente a explode

Uma enorme bomba da Segunda Guerra Mundial explodiu durante uma delicada operação na terça-feira para desativar o dispositivo de cinco toneladas em um canal perto do Mar Báltico, mas ninguém foi ferido, afirmaram autoridades polonesas. O …

Candidato a vereador vai plantar uma árvore para cada voto que receber em Dourados

O combate às mudanças climáticas e ao desmatamento para Franklin Schmalz, candidato pelo PSOL a vereador na cidade de Dourados, no Mato Grosso do Sul, é um compromisso direto e concreto, a ser posto em …

Líder nacionalista manobra para chegar ao poder após renúncia de presidente do Quirguistão

O presidente do Quirguistão, Sooronbai Jeenbekov, cedeu à pressão de manifestantes nacionalistas e anunciou sua renúncia nesta quinta-feira (15), após dez dias de uma crise política aberta pela vitória de dois partidos governistas nas …

Planetas semelhantes à Terra parecem ser "protegidos" por gigantes como Júpiter

A organização dos planetas rochosos não é aleatória e, ainda, parece depender de algumas condições iniciais — é o que indica um novo estudo feito por uma equipe internacional de astrônomos e liderado por Martin …