Participação de transexuais nas eleições dos EUA é a maior da história

A participação de pessoas transgênero nas eleições de meio-termo nos Estados Unidos – que serão realizadas em novembro – já é a maior da história norte-americana. Pelo menos 43 candidatos se apresentaram na fase das primárias dos partidos para vagas em nível municipal, estadual e federal.

Até agora, quatro venceram e há ainda pelo menos 22 na disputa para confirmar as candidaturas. O melhor desempenho até então para candidatos transgêneros havia sido em 2010, quando dez disputaram cargos estaduais e municipais.

A maioria dos candidatos transgênero é independente ou do partido Democrata, de acordo com um levantamento do Instituto de Saúde Pública da Universidade de Harvard.

A democrata Christine Hallquist é uma das mulheres transgênero na disputa. Ela concorre à primária do partido para o governo de Vermont.

Christine ficou conhecida na imprensa local quando decidiu, há cinco anos, fazer a mudança de gênero. Deixou para trás a antiga identidade e, aos 48 anos, se assumiu como transgênero para a mulher, os três filhos e funcionários da empresa de uma concessionária de energia que comandava.

Engenheira de formação, Christine procurou destacar na campanha sua bem sucedida trajetória como executiva e diretora da empresa – que lidera a produção de energia renovável no país.

No programa de governo, ela prometeu igualdade, melhores serviços de educação, saúde e internet de alta velocidade para todos.

Reação a Trump

Analistas afirmam que a maior participação de transgêneros nestas eleições é uma reação à política de Donald Trump que tenta limitar os direitos do grupo, desde o início de seu mandato.

Em março, por exemplo, ele assinou um documento que proibiu a participação de transgêneros nas Forças Armadas. A medida causou protestos e polêmica e acabou motivando a participação política.

É o caso da militar Alexandra Chandler. Ela foi a primeira oficial da inteligência do departamento de Defesa a mudar de gênero na história, e agora tenta uma vaga na Câmara de representantes (câmara dos deputados) pelo estado de Massachusetts.

Na campanha, ela conta sua trajetória como militar e analista da inteligência do governo norte-americano. Além disso, explica como decidiu fazer a transição do gênero masculino (biológico) para o feminino, quando estava no Pentágono.

Mãe de dois filhos e casada com uma mulher, ela liderou uma equipe no Pentágono de combate ao tráfico de armas de destruição em massa. E afirma ter servido aos Estados Unidos por “amor ao povo americano e ao país”.

“Mesmo que não seja fácil ou popular, fui a primeira mulher transgênero a fazer a transição no Pentágono”, afirma. “É preciso coragem para fazer isso, por isso convido a todos a ter a coragem de se juntar a mim, para combater a política falida de Washington”, completou.

As eleições de meio-termo nos Estados Unidos serão realizadas em novembro. Serão renovados todos os 435 deputados da Câmara dos Representantes (Câmara dos Deputados) e cerca de um terço dos 100 membros do Senado, além da maioria dos governos e assembleias estaduais.

As eleições de meio-termo são realizadas quando um presidente chega à metade de seu mandato.

Ciberia // Agência Brasil

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Prisões não vão abrir as portas após decisão do STF, dizem especialistas

Segundo especialistas ouvidos pela Sputnik Brasil, a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o momento da execução da pena não vai fazer com que as "portas dos presídios sejam abertas para criminosos perigosos". Na quinta-feira …

EUA acusam China de exportar drones autônomos letais para o Oriente Médio

O exército hi-tech de autômatos letais, antes uma visão do futuro, já é uma realidade e está em pleno curso, inclusive com comércio dessa nova tecnologia em andamento. Isso é o que diz o secretário de …

Um simples exame de sangue já pode prever câncer de mama 5 anos antes de se manifestar

O câncer de mama é o segundo mais comum no mundo, e também o que mais mata mulheres. No entanto, o grande paradoxo é que, enquanto a doença é a responsável por uma das principais …

Evo Morales renuncia à presidência da Bolívia

Após convocar novas eleições, líder esquerdista cede à pressão das Forças Armadas e da polícia, entregando o cargo "para que meus irmãos não sejam ameaçados". Vice e outras autoridades também se demitem. O presidente da Bolívia, …

Pesquisadores descobrem a primeira nova cepa de HIV em quase duas décadas

Um estudo dos Laboratórios Abbott e da Universidade do Missouri (EUA) detectou a primeira nova cepa de HIV em 19 anos, desde que as diretrizes para classificação de subtipos foram estabelecidas em 2000. A cepa faz …

Google, Facebook e Microsoft propõem que Pentágono controle inteligência artificial

Microsoft, Google e Facebook estão pedindo para que Washington assuma controle sobre o desenvolvimento da inteligência artificial. Dois gigantes do Vale do Silício do GAFAM, Google e Facebook, juntos com a Microsoft, exortam, através de seu …

Georg Elser, o lobo solitário que quase matou Hitler

Em 8 de novembro de 1939, um carpinteiro alemão por pouco não mudou o rumo da história. Mas ditador nazista escapou do atentado preparado por ele em Munique. Passaram-se décadas até Elser ser reconhecido. Consta que …

Pela primeira vez, Brasil apoia embargo dos EUA a Cuba na ONU

Pelo 28º ano consecutivo, o embargo dos EUA imposto a Cuba há quase seis décadas foi condenado nesta quinta-feira (7) por uma esmagadora maioria na Assembleia Geral da ONU, onde a resolução cubana obteve 187 …

Inteligência artificial resolveria problema de Isaac Newton do século XVII

Um algoritmo astronômico descoberto por pesquisadores no Reino Unido resolveu um dos problemas que ninguém conseguiu solucionar desde Newton. A inteligência artificial (IA) poderia permitir que cientistas britânicos encontrassem uma solução em menos de um segundo …

O universo pode ser um loop gigante

Segundo um novo estudo liderado pelos cosmólogos Eleonora Di Valentino, da Universidade de Manchester (Reino Unido), Alessandro Melchiorri, da Universidade de Roma “La Sapienza” (Itália) e Joseph Silk, da Universidade Johns Hopkins (EUA), o nosso …