Trump é acusado de racismo após mandar congressistas voltarem para seus países

Gage Skidmore / Flickr

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

Presidente dos EUA afirma que políticas do Partido Democrata deveriam voltar para seus países de origem e ajudar a consertá-los. “Trump não consegue conceber um país que nos inclua”, rebate Ocasio-Cortez.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, enfrenta uma enxurrada de críticas após declarações consideradas racistas sobre mulheres congressistas do Partido Democrata.

Trump escreveu em sua conta no Twitter neste domingo (14/07) que as mulheres, cujas origens remetem a nações cujos governos, segundo afirma, seriam “os piores, os mais corruptos e ineptos em qualquer parte do mundo“, deveriam voltar a esses países. Segundo o presidente, elas “teimam em dizer à maior e mais poderosa nação do mundo como o nosso governo deve ser administrado”.

“Por que elas não voltam e ajudam a consertar esses lugares totalmente quebrados e infestados de crime de onde vieram? Depois, retornem e nos digam como deve ser feito. Esses lugares precisam muito da ajuda de vocês”, escreveu Trump. Ele ainda acrescentou que a líder democrata na Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, “ficaria contente em providenciar rapidamente viagens gratuitas” para as congressistas.

Trump se referiu a “congressistas democratas progressistas“, em aparente referência a um grupo bastante ativo de congressistas jovens estreantes na atual legislatura da Câmara dos Representantes. Entre elas estão Alexandria Ocasio-Cortez, eleita por Nova York, Ilhan Omar, de Minnesota, Rashida Tlaib, do Michigan, e Ayanna Pressley, de Massachusetts.

O presidente não identificou as congressistas pelo nome, mas outro tweet de sua autoria, afirmando que as congressistas “odeiam Israel com uma paixão sem limites“, parecem fazer referência a Omar e Tlaib, que recentemente se envolveram em algumas controvérsias relacionadas ao tradicional aliado dos EUA.

Tlaib, nascida em Detroit, é descendente de palestinos. Omar chegou aos EUA como refugiada ainda quando criança, após sua família fugir de conflitos na Somália. Ela é a primeira mulher negra muçulmana a se eleger para o Congresso americano. Ocasio-Cortez, nascida em Nova York, é descendente de porto-riquenhos, e Pressley, de Cincinnati, é a primeira afro-americana a ser eleita por Massachusetts.

O ataque de Trump pode ter sido uma estratégia para dividir os democratas, que debatem internamente sobre de que forma a oposição deve atuar e se o partido deve ou não iniciar procedimentos o impeachment contra o presidente. Mas os insultos presidenciais parecem ter gerado o efeito contrário.

Também através do Twitter, as congressistas rebateram as declarações de Trump. “Você incita ao nacionalismo branco porque se irrita com o fato de que pessoas como nós sirvam ao Congresso e lutem contra sua agenda repleta de ódio”, declarou Omar.

Luto contra a corrupção em NOSSO país. Faço isso todos os dias quando, enquanto congressista dos EUA, responsabilizo seu governo”, escreveu Tlaib.

“É assim que o racismo se apresenta. Nós somos como a democracia se apresenta”, disse Pressley, enquanto Ocasio-Cortez declarou que Trump tem raiva porque “não consegue conceber uma América que nos inclua”.

Ocasio-Cortez e Pelosi vinham se envolvendo em uma disputa feroz dentro do partido, mas, após os tuítes de Trump, a líder democrata saiu em defesa da jovem congressista e disse que Trump quer “tornar a América branca novamente”, fazendo uma alusão ao slogan de campanha do republicano que diz querer tornar os EUA grandes novamente.

Os tweets do presidente também foram fortemente criticados pelos principais pré-candidatos democratas que disputam à indicação do partido para concorrer à Casa Branca contra Trump no ano que vem.

O racismo e a xenofobia não têm lugar na América“, disse Joe Biden, favorito a ganhar a indicação do partido.

A senadora Elizabeth Warren utilizou os mesmos termos ao denunciar “um ataque racista e xenófobo de Trump às congressistas democratas”.

“Chamemos o ataque racista do presidente exatamente pelo que é: antiamericano“, disse Kamala Harris, senadora que ganhou destaque após os primeiros debates dos pré-candidatos democratas.

Quando chamo Trump de racista, é disso eu estou falando“, tweetou o também senador Bernie Sanders, um dos pré-candidatos mais populares entre os democratas.

// DW

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Oxford testa ivermectina como possível tratamento contra covid-19

Universidade quer verificar se medicamento antiparasitário pode trazer benefícios a infectados pelo coronavírus e evitar hospitalizações. Remédio é defendido por Bolsonaro como parte do chamado tratamento precoce. A Universidade de Oxford, no Reino Unido, afirmou nesta …

Aquecimento global fará milhões de vítimas, diz texto da ONU

Dezenas de milhões de pessoas deverão sofrer de fome, seca e doenças nas próximas décadas devido às mudanças climáticas, segundo rascunho de relatório de 4 mil páginas preparado por painel de especialistas. As mudanças climáticas irão …

Blocos flutuantes podem indicar que Vênus está geologicamente ativo

Uma equipe internacional de cientistas descobriu que a superfície de Vênus possui um manto gelatinoso, com pedaços sólidos de crosta flutuando e se movimentando como blocos de gelo. Para os especialistas, esta atividade fornece possíveis indicações …

Fábrica russa eliminará deficiências na produção da Sputnik V de acordo com recomendações da OMS

Em resultado de inspeções efetuadas na Rússia, o grupo de especialistas da Organização Mundial da Saúde fez várias observações sobre a fabricação da vacina Sputnik V. Estas são ligadas principalmente à proteção do meio ambiente …

Brasil ultrapassa Índia e volta a ser líder mundial em mortes diárias por coronavírus

Em meio ao avanço da terceira onda da pandemia, o Brasil ultrapassou a Índia e voltou à liderança do número de mortes diárias por covid-19 registradas, em média. São mais de 2.000 óbitos registrados por …

Rajadas rápidas de rádio ajudarão a mapear distribuição de matéria no universo

O novo levantamento dos dados coletados pelo radiotelescópio CHIME (Canadian Hydrogen Intensity Mapping Experiment) resultou em mais de 500 rajadas rápidas de rádio devidamente catalogadas, todas feitas durante o primeiro ano de atuação do telescópio. Agora, …

Lider da UE chama lei húngara anti-LGBT de vergonha

Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, afirma que vai usar poderes de que dispõe para garantir direitos de todos os cidadãos do bloco. Países pediram à UE que agisse. A presidente da Comissão Europeia, …

Apesar de ter vacinado mais da metade da população, Israel teme 2ª onda de Covid

O primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, alertou nesta terça-feira que o país pode enfrentar uma nova onda de coronavírus. Segundo ele, o aumento do número de doentes, causado pela chegada da variante Delta, “importada” por …

Cientistas resolvem enigma de esculturas de pedra de 3.200 anos da Turquia

Um recente estudo permitiu descobrir finalmente o significado e a função dos relevos em pedra criados há 3.200 anos no santuário de Yazilikaya, na Turquia, após 200 anos de conjeturas. No século XIII a.C., a alguns …

EUA não devem esperar retomada do diálogo com Pyongyang, diz irmã de Kim Jong-un

As expectativas de retomada do diálogo entre os EUA e a Coreia do Norte são erradas, podendo levar a uma "decepção ainda maior", declarou a irmã do líder norte-coreano. Na terça-feira (22), Kim Yo Jong, alta …