A vaca pode se tornar o maior mamífero terrestre do mundo

Dave Wild / Flickr

Em poucos séculos, e caso a extinção animal continue no ritmo atual, a vaca pode se tornar o maior mamífero terrestre do mundo.

A expansão do Homo sapiens levou a uma tendência de retração no tamanho médio dos mamíferos para um décimo. Os seres humanos causaram um impacto significativo na extinção de algumas espécies, um fenômeno que tem ocorrido há cerca de 125 mil anos.

Felisa Smith, da Universidade do Novo México e coordenadora do estudo publicado recentemente na Science, explica que “quanto maior o animal, maior a probabilidade de extinção”. O estudo conclui que a vaca pode se tornar o maior mamífero terrestre do mundo se a extinção continuar no ritmo atual.

Ao El País, a bióloga explica o fenômeno de extinção por tamanho. Os humanos começaram a caçar as grandes espécies por causa da carne, fazendo com que as criaturas de tamanho pequeno acabassem por sobreviver, caso dos roedores, por exemplo.

“Do ponto de vista histórico da vida, faz algum sentido. Se matar um coelho, vai alimentar sua família por uma noite. Se pode matar um grande mamífero, vai alimentar [toda] a sua aldeia”, sustenta Kate Lyons, bióloga e coautora do estudo, em comunicado da Universidade de Nebraska-Lincoln, citado pelo Público.

Estudos anteriores mostravam que o fenômeno teria começado na Austrália há 35 mil anos. A pesquisa prova que não é recente, tendo começado cerca de 90 mil anos antes do que se pensava, na África. Além disso, conclui que existe um padrão muito claro de extinção com base no tamanho das espécies.

Os pesquisadores analisaram as tendências de extinção de grandes mamíferos ao longo de 125 mil anos, e compilaram dados sobre a massa corporal, distribuição geográfica e o tipo de alimentação de 3.300 espécies de mamíferos.

Os resultados mostraram que os fósseis foram se tornando cada vez menores ao longo do tempo. Enquanto que o risco de extinção não aumentou em função do tamanho corporal, a análise por continentes mostra uma coincidência temporal entre a expansão da nossa espécie e a redução do tamanho das espécies.

Há 125 mil anos, o mamífero africano médio já era 50% menor do que mamíferos em outros continentes não povoados. Isso significa que, à medida que a ocupação humana começou a se expandir, outras “extinções por tamanho” ocorreram em regiões e períodos coincidentes com os padrões da migração da nossa espécie.

Assim, o estudo conclui que, dentro de algumas centenas de anos, “o maior mamífero da Terra pode muito bem ser uma vaca doméstica com cerca de 900 quilos“. Elefantes, girafas e hipopótamos podem ser extintos. Aliás, em março desse ano, morreu o último rinoceronte-branco-do-norte, no Quênia.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Governo argentino é alvo de roubo de 10 anos de arquivos administrativos

O governo da Argentina foi alvo de um ataque por meio de um ransonware e está com cerca de 10 anos de dados públicos sequestrados desde do dia 25 de novembro. Em entrevista, a ministra da …

Lausanne, na Suíça, é a melhor cidade pequena do mundo

A cidade de Lausanne, na Suíça, foi considerada a melhor cidade pequena do mundo pela influente revista britânica “Monocle”. A publicação fez uma lista com as 25 melhores cidades pequenas do mundo, com população …

Esse organismo unicelular toma "decisões" complexas mesmo sem um cérebro

Um organismo unicelular de água fresca chamado Stentor roeseli demonstra comportamento inteligente. Ele foi descoberto em 1906, e quando estimulado no microscópio, essa criatura com formato de trompete conseguiu tomar decisões consideradas complexas para um …

Rússia é banida de eventos esportivos mundiais por quatro anos

Decisão deixará o país de fora dos Jogos Olímpicos de 2020 e da Copa do Mundo de Futebol de 2022. Agência Mundial Antidoping (Wada) conclui que Moscou manipulou dados laboratoriais de seus atletas. A Rússia está …

Pessoas em situação de rua viram guias turísticos na Irlanda

Olha só que iniciativa maravilhosa. Na Irlanda, o projeto ‘Secret Street Tours’ treina pessoas em situação de rua para usar seu conhecimento sobre a cidade para serem guias de turistas em tours pela cidade de …

Cientistas finalmente criam neurônios artificiais

Uma equipe internacional liderada por pesquisadores da Universidade de Bath (Inglaterra) realizou um feito inédito: conseguiu reproduzir a atividade biológica de neurônios usando chips de silicone. E o que é ainda melhor: esses “neurônios artificias” requerem …

Huawei pode lançar novos smartphones no Brasil, afirma executivo

A Huawei oficializou, nesta quinta-feira, 5, uma plataforma de auxílio aos desenvolvedores para publicarem e divulgarem seus aplicativos para os dispositivos da companhia. Chamada Huawei Ability Gallery, trata-se de uma expansão do ecossistema da App Gallery, …

Metrô de Paris ficará em greve até segunda-feira contra reforma da Previdência

A greve dos metroviários de Paris contra o projeto de reforma da Previdência francesa foi prorrogada até segunda-feira (9). Nas assembleias-gerais realizadas pela categoria na manhã de quinta-feira (5), primeiro dia da paralisação, quase todos os …

"Operação Maleta Verde", o escândalo que atinge governo e oposição na Venezuela

Com semblante mais sério que de costume, Juan Guaidó, reconhecido como presidente interino da Venezuela pelos Estados Unidos, pelo parlamento da União Europeia e por vários países da América Latina, dirigiu-se a jornalistas reunidos em …

Sarampo causou mais de 140 mil mortes em 2018

De acordo com OMS, maioria das vítimas tinha menos de cinco anos de idade e não havia sido vacinada. No ano passado, foram registrados quase 10 milhões de casos da doença no mundo. O sarampo causou …