Venezuela: chavismo sai vitorioso em eleições com alto índice de abstenção

(h) Miraflores Press / EPA

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

O chavismo recuperou a Assembleia Nacional (AN), que desde 2015 era comandada pela oposição, com mais de 67% dos votos para a coligação Grande Polo Patriótico. A coalizão dos partidos opositores obteve 17% dos votos, de acordo com Indira Alfonso, a presidente do Conselho Nacional Eleitoral.

Os resultados das eleições venezuelanas foram anunciados na madrugada desta segunda-feira (8), mais de cinco horas após o fechamento dos centros de votação. Segundo Alfonso, houve cerca de 31% de participação no pleito.

Entre os eleitos estão nomes tradicionais do chavismo, como o de Diosdado Cabello, presidente da Assembleia Nacional Constituinte, e o da primeira-dama, Cília Flores. O alto índice de abstenção mostra a insatisfação popular com o governo de Nicolás Maduro.

A falta de eletricidade em algumas regiões do país atrasou a divulgação dos resultados. Para que mais pessoas pudessem votar, o CNE manteve abertos os colégios eleitorais uma hora a mais do que havia sido estipulado pelo cronograma, o que também contribuiu para o atraso da divulgação dos resultados.

Os 277 eleitos neste domingo tomarão posse em janeiro de 2021. A ampliação do número de cadeiras na AN representa um ajuste interno favorecido pelo CNE para acomodar interesses políticos e também extinguir a Assembleia Nacional Constituinte, criada através de uma eleição para rivalizar com o parlamento de maioria opositora.

Analistas afirmam que a abstenção foi de cerca de 80%. Este índice é um reflexo da decepção que os venezuelanos sentem em relação ao governo chavista e à oposição. Pelo terceiro ano consecutivo, a Venezuela está em hiperinflação e a população, cada vez mais empobrecida.

No interior do país, houve denúncia de compra de votos. Descontentes, eleitores atacaram o palácio de governo do estado Zulia pedindo “o que havia sido prometido”. De acordo com o Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Imprensa, jornalistas que faziam a cobertura eleitoral sofreram agressões.

Consulta popular

Nicolás Maduro teve em poucos minutos seu domicílio eleitoral alterado. Durante anos ele votou em um bairro popular de Caracas, mas neste domingo votou no Forte Militar Tiúna. A repentina mudança levantou críticas e desconfiança sobre a blindagem do sistema.

A primeira dama Cília Flores afirmou que o sistema eleitoral era muito rápido e por isso não havia filas nos centros de votação, ignorando a alta abstenção. Já Nicolás Maduro Guerra, filho do presidente, afirmou que, após votar, as pessoas poderiam ir à praia ou “tomar uma”, ignorando a lei seca imposta por causa das eleições.

Com a eleição do filho e da esposa, Nicolás Maduro se fortalece no governo da Venezuela, criando uma dinastia. Mike Pompeo, secretário de Estado dos Estados Unidos, classificou as eleições parlamentares como uma “farsa” e “fraude”. Por sua vez, o Canadá anunciou que não reconhece os resultados da votação parlamentar.

José Luis Rodríguez Zapatero, ex-chefe do governo espanhol, está em Caracas acompanhando o processo eleitoral e pediu “respeito, sem interferência” da comunidade internacional nesta votação.

Juan Guaidó não participou da votação. Mas, na luta contra o chavismo, a oposição na Assembleia, liderada por ele promove, desta segunda-feira (7) até o próximo dia 12, uma consulta popular para questionar, entre outros temas, a legitimidade das eleições deste domingo. Ele pretende, desta forma, manter em funcionamento o parlamento que preside após cinco de janeiro, data de posse dos eleitos no pleito deste domingo.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Covid: saúde mental piorou para 53% dos brasileiros sob pandemia, aponta pesquisa

Mais da metade dos brasileiros entrevistados por uma pesquisa declararam que sua saúde emocional e mental piorou desde o início da pandemia, em índice superior à média dos 30 países e territórios pesquisados. Segundo pesquisa do …

Senado oficializa criação da CPI da Pandemia

Presidente do Senado diz que foco deve estar nas ações e omissões do governo federal e no repasse de recursos da União para estados e municípios. STF julgará determinação do ministro Barroso que ordenou abertura …

Bernie Madoff, maior golpista da história, morre em prisão norte-americana, diz relato

Bernard Madoff, o ex-financista que realizou a maior fraude de investimento na história dos Estados Unidos, morreu aos 82 anos de idade, de acordo com relatos da mídia. Em 2009, o notório financista recebeu uma sentença …

Salvator Mundi, obra mais cara de Da Vinci avaliada em R$2,6 bi, é vista em iate de príncipe

A obra de arte mais cara do mundo é ‘Salvator Mundi’, atribuída a Leonardo da Vinci. Com valor estimado em mais de 400 milhões de dólares ou superior aos 2,6 bilhões de reais, seu paradeiro …

Variante indiana da Covid-19 se propaga mais rápido e é menos detectada por testes PCR

A Índia enfrenta a pior onda de contaminações da Covid-19 desde o início da pandemia, com mais de 165 mil casos registrados nas últimas 24 horas: duas vezes mais do que no último pico, em …

Tipo sanguíneo não afeta risco de contrair COVID-19, diz novo estudo

Um estudo buscou entender se determinados tipos sanguíneos trazem mais riscos de contrair a COVID-19, e concluiu que não é o caso. Com a pandemia, muito se questiona em relação ao comportamento da COVID-19 em nosso …

Buracos negros são famintos, mas possuem boas maneiras à 'mesa', aponta estudo

Todos os buracos negros supermassivos nos centros das galáxias possuem períodos nos quais devoram a matéria situada de seus arredores. De acordo com um estudo publicado na revista científica Astronomy & Astrophysics, as galáxias ativas têm …

Pnad e Caged: No auge do desemprego, Brasil enfrenta falhas nas estatísticas do mercado de trabalho que confundem e desorientam

Num momento em que o país tem registrado números diários de mortes por covid-19 que ultrapassam 4 mil e diversos Estados e municípios reforçam medidas de distanciamento social, na tentativa de conter a propagação do …

Jovem negro de Minnesota morreu por “disparo acidental”, afirma polícia

Policial teria confundido arma de descarga elétrica com arma de fogo. Incidente em meio a julgamento da morte de George Floyd acirra tensões e agrava protestos. Mineápolis e outras cidades ampliam toque de recolher. A policial …

Bia, assistente de voz do Bradesco, vai responder mensagens de assédio

O Bradesco precisou tomar providências para proteger uma mulher de assédio. No caso, uma mulher que nem existe fisicamente. A mulher que dá voz ao sistema de inteligência artificial do aplicativo, a Bia (sigla para Bradesco …