Walmart recolhe armas em lojas por risco de “agitação social” em reta final das eleições nos EUA

Revólveres, pistolas, fuzis e munição de diferentes calibres foram recolhidos nesta semana das lojas Walmart, nos EUA, onde eram expostas do mesmo jeito que telefones celulares ou eletrônicos são apresentados em lojas de departamento no Brasil.

A rede de supermercados informou que a decisão é um gesto de precaução para garantir a segurança de funcionários e clientes e que continuará vendendo os produtos, mesmo sem exibi-los.

“Vimos alguns distúrbios isolados e, como fizemos em várias ocasiões nos últimos anos, removemos nossas armas de fogo e munições das áreas de vendas como precaução para a segurança de nossos associados e clientes”, informou a rede, em nota enviada ao Wall Street Journal.

Nos últimos dias, a imprensa dos EUA tem reportado diferentes medidas tomadas por polícias em todo o país para antecipar e responder a possíveis confrontos e agitações ligadas às eleições, marcada para a próxima terça-feira.

O dia 3 de novembro, data oficial da votação no país, é o que mobiliza mais esforços — mas não para por aí.

Pós-eleições

É o período posterior à votação — janela que inclui desde a contagem de votos até as comemorações (ou protestos) associadas ao vencedor e ao perdedor — que tem gerado mais preocupação entre forças de segurança.

O chefe de polícia de Chicago, David Brown, disse à imprensa que realizou três exercícios e planeja pelo menos mais um para responder a possíveis problemas após as eleições.

O mesmo acontece em locais como Nova York, Washington, Miami e outras capitais em todo o país.

Um documento divulgado no início de outubro pelo Departamento de Segurança Nacional (Homeland Security) dos EUA aponta riscos relacionados às eleições.

Além de ameaças estrangeiras e crimes digitais, o departamento diz que “extremistas violentos domésticos (EVD) e outros atores podem ter como alvo eventos relacionados às campanhas presidenciais de 2020, a própria eleição, os resultados das eleições ou o período pós-eleitoral”.

“Alguns EVDs aumentaram sua atenção a atividades eleitorais ou de campanha, declarações públicas dos candidatos e questões políticas ligadas a candidatos específicos”, diz o texto.

Eventos ao ar livre e infraestrutura eleitoral com acesso público, como encontros de campanha, locais de votação e eventos de registro de eleitores seriam os pontos de violência mais prováveis.

Protestos

Segundo o serviço de verificação de antecedentes criminais do FBI, a busca por armas de fogo nos EUA disparou em 2020.

De janeiro a julho, a demanda por armamento teria crescido 72% em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo representantes da indústria nos EUA.

O Walmart não informou quando deve voltar a expor armamento e equipamentos relacionados em aproximadamente 2,3 mil das mais de 4,7 mil lojas da rede nos EUA.

Nas noites de terça e quarta-feira (28/10), uma série de protestos acompanhados de saques foram registrados na Filadélfia, onde um homem negro supostamente com problemas mentais foi morto a tiros por policiais.

Uma loja do Walmart foi saqueada em Port Richmond — segundo a imprensa local, 11 pessoas foram baleadas na ocasião. Na loja, que vende armamentos, testemunhas dizem ter visto balas em munição espalhadas pelo chão. Não se sabe se as balas foram usadas nos ataques.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

'O Gambito da Rainha': série da Netflix ignora sexismo no xadrez, diz ex-campeã

Existem várias cenas comoventes em O Gambito da Rainha, a série da Netflix que conta a história fictícia de Beth Harman, uma jovem prodígio do xadrez da década de 1960. Em uma delas, um jogador experiente …

Detectada "partícula fantasma" no Sol que confirma teoria da década de 1930

Uma equipe internacional de cientistas conseguiu, pela primeira vez, detectar diretamente a presença do ciclo carbono-nitrogênio-oxigênio (CNO) na fusão nuclear do Sol. Este ciclo representa uma das reações de fusão pelas quais as estrelas convertem hidrogênio …

Musk acertou? Tesla se aproxima dos US$ 500 bilhões de valor de mercado

Nesta segunda-feira (23), a Tesla atingiu o valor de mercado de US$ 498 bilhões. E isso em um momento em que não se sabe se a empresa vai conseguir atingir a sua meta de entregar …

Papai Noel é considerado 'trabalhador essencial' na Irlanda

Na mesma semana em que novas restrições de viagem foram colocadas em prática no Reino Unido e na Irlanda diante dos estragos causados pela segunda onda da pandemia de covid-19 na Europa, a Irlanda fez …

Especialistas da ONU advertem sobre viés racista em algoritmos

Os países devem fazer mais para combater o racismo, principalmente nos algoritmos de inteligência artificial utilizados para reconhecimento facial e controles policiais. Essas ferramentas podem reforçar discriminações, alertam especialistas da ONU. Segundo a especialista jamaicana …

Estudo de dentes de megalodonte revela segredos do tubarão de 18 metros

Especialistas em tubarões revelaram mais informações sobre um dos maiores predadores dos mares – o megalodonte. Nova pesquisa de dentes fossilizados da espécie Odotus megalodons, chamada também de megalodonte, sugere que os tubarões fêmeas desta espécie …

Escritor é alvo de censura e terá conta no Twitter suspensa por críticas contra Igreja Universal

O escritor J. P. Cuenca foi censurado por uma decisão judicial e terá sua conta do Twitter suspensa após o juiz da comarca de Campos dos Goytacazes (RJ), Ralph Machado Manhães Junior, acatar um pedido …

"Tesouro" espetacular de antigos artefatos de caça na Noruega é descoberto sob gelo derretido

Arqueólogos descobriram um “tesouro” de artefatos enquanto outra grande mancha de gelo derrete nas montanhas norueguesas, revelando um total de 68 flechas e muitos outros itens de um antigo local de caça de renas. As primeiras …

Não é mais 90%? AstraZeneca assume erro de eficácia da vacina da COVID-19

A AstraZeneca e a Universidade de Oxford, que estão desenvolvendo juntas uma vacina contra a COVID-19, revelaram na última quarta-feira (25) que houve um erro no momento da divulgação dos resultados dos testes da vacina …

6G colocaria China em posição de liderança 'inatacável' sobre EUA, diz analista

Enquanto os padrões de tecnologia 5G para redes celulares de banda larga ainda estão sendo implementados em vários países, a China recentemente lançou um satélite 6G em órbita. Descrito como o primeiro satélite 6G do mundo, …