“Zonas mortas” estão sufocando os oceanos (e cada vez mais perto dos humanos)

Os oceanos do mundo estão passando por uma transformação perigosa. Cientistas detectaram vastas “zonas mortas”, nas quais a água hipóxica não tem o oxigênio necessário para a vida marinha sobreviver.

Essa metamorfose – que aumentou mais de dez vezes desde a década de 1950 – foi um dos principais mecanismos por trás da extinção em massa mais letal da história. E agora, revela um novo estudo, esse fenômeno não é exclusivo do mar, mas também está emergindo nas zonas urbanas de água doce nos Estados Unidos.

“Ficamos surpreendidos ao descobrir que essas zonas mortas estão acontecendo nos nossos próprios quintais, não apenas em rios e águas costeiras a jusante das principais fontes de poluição”, explicou a ecologista de ecossistemas Joanna Blaszczak, da Universidade Duke.

No estudo, publicado em 3 de dezembro na revista Limnology & Oceanography, Blaszczak e sua equipe monitoraram as concentrações de oxigênio gasoso em seis riachos urbanos na Carolina do Norte durante um período de 18 meses, também medindo os níveis de luz, química da água e fluxo.

O que descobriram foi que o impacto da atividade humana no ambiente natural ao redor de rios afeta o regime de fluxo desses cursos de água – graças aos processos de erosão, diminui o fluxo, levando ao aumento da estagnação da água.

“Os ribeiras que drenam as áreas desenvolvidas estão sujeitos a intensos fluxos erosivos quando as estradas e o conjunto de tubos de águas pluviais rapidamente encaminham o escoamento para os riachos durante as tempestades, sem permitir que a água se infiltre no solo”, disse Blaszczak.

“Descobrimos que a erosão causada por esses fluxos intensos mudou a forma de alguns canais de fluxo de tal maneira que a água essencialmente parou de fluir durante o final do verão”.

Quando a água deixa de fluir, um riacho pode efetivamente tornar-se como uma série de poças ligadas entre si de água quase sempre imóvel. Essa estagnação tem um preço: a acumulação de nutrientes e matéria orgânica.

Essa mistura pode não parecer saudável para os habitantes das ribeiras – e não é. Em metade dos riachos estudados, as condições cronicamente degradadas levaram a baixas concentrações de oxigênio.

Em um destes casos, a equipe observou peixes mortos. As zonas mortas também são uma ameaça à vida marinha que não conseguimos ver tão facilmente: bactérias e outros organismos pequenos que vivem nos ecossistemas e que dependem de uma fonte de oxigênio dissolvido na água para permanecerem vivos.

“Descobrimos que as taxas de crescimento de algas que suportam as cadeias alimentares de fluxo foram mais lentas”, diz Blaszczak. “Juntamente com a ocorrência de hipóxia, isso cria uma situação sombria e estressante para os organismos de água doce que estão tentam sobreviver nessas correntes urbanas”.

“Hipóxia não é comum em ribeiras e rios por causa do fluxo de corrente, que, normalmente, move a água rápido o suficiente para evitar a diminuição do oxigênio dissolvido por bactérias em níveis hipóxicos”, diz Blaszczak.

“No entanto, a construção de barragens e outras alterações humanas que impedem o fluxo de água tornam esses ecossistemas de água doce particularmente vulneráveis ​​à hipóxia, com implicações negativas para a biodiversidade, especialmente em rios já sobrecarregados com alta poluição nutricional”.

É muito cedo para dizer se esses resultados seriam replicados em rios maiores que atravessam os EUA. Mas os pesquisadores dizem que é mais do que provável. 

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Chantilly: em dificuldades finaceiras, um dos mais belos castelos da França pede socorro

A pandemia e o fim da ajuda de um poderoso mecenas colocam em risco o futuro de uma das propriedades mais majestosas da França, o castelo de Chantilly, ao norte de Paris. A reportagem …

Como fumantes de longa data pararam de fumar usando cogumelos mágicos apenas 3 vezes

É mais difícil largar do cigarro do que da heroína, dizem alguns. Mas pesquisadores da Johns Hopkins relataram que um pequeno número de fumantes de longa data que falharam em muitas tentativas de abandonar o …

Gangorra que uniu imigrantes no muro da fronteira dos EUA ganha prêmio

Lembra das gangorras que permitiram que famílias mexicanas brincasse de lados opostos do muro da fronteira EUA-México? O projeto das três gangorras ganhou o prêmio “Design do Ano 2020” pelo Museu de Londres. O arquiteto norte-americano …

Irã diz ter batido recorde de exportação de derivados de petróleo apesar das sanções dos EUA

O Irã bateu recorde de exportação de derivados de petróleo apesar das sanções impostas pelos Estados Unidos, declarou o ministro do Petróleo da República Islâmica, Bijan Zangeneh, nesta sexta-feira (22). Durante o 25º Show Petrolífero do …

A ameaça de epidemia que surge de nova espécie de mosquito Aedes detectada pela 1ª vez nas Américas

Durante a noite de 18 de junho de 2019, na base americana em Guantánamo, Cuba, um intruso foi pego por uma armadilha. A base é conhecida como um lugar onde os EUA aprisionam, por tempo indeterminado …

Homem é preso por tossir em policial que perguntou se ele tinha covid-19

O britânico Casey Saint foi condenado a 11 meses de prisão após tossir no rosto de um policial durante a pandemia do novo coronavírus. O morador de Bury St Edmunds, na Inglaterra, estava fazendo uma festa …

Astrônomos encontram "embrião" de planeta em formação a 330 anos-luz da Terra

Uma equipe de astrônomos encontrou algo que parece ser um planeta embrionário, girando em torno de sua estrela, bem pertinho dela, completando uma volta a cada mês. A estrela em questão é a HD 163296, que …

Físico propõe mega-satélite povoado por humanos orbitando Ceres

O físico Pekka Janhunen, do Instituto Meteorológico Finlandês, desenvolveu uma nova ideia para colonizar um lugar diferente da Terra, e não é a lua ou Marte. Em vez disso, Janhunen está sugerindo em um artigo publicado …

Biden promete "esforço de guerra" contra covid-19

O novo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, divulgou nesta quinta-feira (21/01) o plano de resposta de seu governo à pandemia de covid-19, que inclui dez decretos. A estratégia amplia iniciativas que já haviam sido antecipadas …

'Não teremos escolha': Google adverte que pode bloquear seu mecanismo de busca na Austrália

Governo australiano trabalha em uma nova lei que deve governar as relações entre os meios de comunicação e as gigantes que dominam a Internet, entre as quais se destacam Google e Facebook. O Google anunciou nesta …