Adeus, Cassini: missão da NASA chega ao fim 20 anos depois

kevinmgill / Flickr

A sonda Cassini sobre Titã, Encelado e Saturno

A sonda Cassini da NASA fez a sua aproximação final de Saturno após a confirmação dos navegadores da missão de que a nave mergulhou “mergulhou” na atmosfera do planeta nesta sexta-feira, dia 15 de setembro.

A sonda Cassini termina o estudo de 13 anos do sistema saturniano com um mergulho intencional no planeta para garantir que as luas – em particular Encélado, com o seu oceano subterrâneo e sinais de atividade hidrotermal – permanecem descontaminadas para exploração futura.

O mergulho fatídico da nave foi a última etapa do Grande Final da missão, após 22 passagens rasantes semanais, que começaram no final de abril, entre a divisão que separa Saturno dos seus anéis. Nenhuma sonda jamais tinha se aventurado tão perto do planeta.

Os cálculos finais da missão previram que a perda de contato com a Cassini ocorreria às 8h55 (horário de Brasília). A Cassini entra na atmosfera de Saturno aproximadamente um minuto antes, a uma altitude que ronda os 1.915 quilômetros acima do topo das nuvens do planeta (a altitude onde a pressão do ar é de 1 bar, o equivalente ao nível do mar na Terra).

Durante o mergulho pela atmosfera, a velocidade da Cassini rondará os 113 mil km/h, acontece no lado diurno de Saturno, perto do meio-dia local, com a nave entrando na atmosfera aproximadamente aos 10º latitude norte.

Quando a Cassini encontrou a atmosfera de Saturno, os propulsores de controle de atitude da nave começaram a disparar breves pulsos para trabalhar contra o gás fino com o objetivo de manter a antena de alto ganho apontada para a Terra e assim transmitir os preciosos dados finais da missão.

À medida que a atmosfera fica mais espessa, os propulsores foram forçados a aumentar a atividade, passando de 10% da sua capacidade para 100% em um minuto. Assim que alcançou a capacidade máxima, os propulsores não conseguiram mais estabilizar a sonda e ela começou a cair.

Ao apontar a antena apenas algumas frações de grau para longe da direção da Terra, as comunicações foram cortadas permanentemente. A altitude prevista para a perda de sinal ronda os 1.500 quilômetros acima do topo das nuvens de Saturno.

A partir desse ponto, a Cassini começou a arder como um meteoro. Cerca de 30 segundos após a perda de sinal, começou a se fragmentar. Prevê-se que em dois minutos todos os equipamentos da sonda sejam completamente consumidos na atmosfera de Saturno.

Devido ao tempo de viagem dos sinais de rádio, que varia consoante a distância que separa os planetas, as informações levam 83 minutos antes de serem captados na Terra.

“O sinal final da Cassini é como um eco. Vai viajar pelo Sistema Solar durante quase uma hora e meia depois da própria Cassini desaparecer. Mesmo sabendo que, em Saturno, a Cassini já se entregou ao destino, a sua missão só acaba realmente quando nós, cá na Terra, recebermos o seu último sinal”, comenta Earl Maize, gestor do projeto Cassini no JPL da NASA em Pasadena, no estado norte-americano da Califórnia.

As últimas transmissões da Cassini são recebidas por antenas da rede DSN (Deep Space Network) da NASA em Canberra, na Austrália.

A Cassini foi preparada para fazer observações científicas únicas de Saturno, usando oito dos seus 12 instrumentos científicos, incluindo seus magnetômetros, espectrômetros e sistema rádio de ciência.

Entre estas, destacam-se as observações pelo INMS (Ion and Neutral Mass Spectrometer) durante o mergulho. O instrumento “provou” diretamente a composição e estrutura da atmosfera, o que não pode ser feito a partir da órbita.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Asteroide Psyche poderia ser núcleo de planeta que não se formou, dizem cientistas

Cientistas examinaram um asteroide que deve ser visitado por uma missão da NASA em 2022, encontrando provas que suas propriedades atraíram sucessão de outros asteroides. Após realizar diversas simulações em 2D e 3D usando um supercomputador, …

Essa “formiga-diabo” pré-histórica ataca sua presa há 99 milhões de anos

Uma linhagem extinta há tempos, nomeada afetuosamente de “formiga do inferno” ou “formiga-diabo”, foi encontrada presa em âmbar há 99 milhões de anos atrás, com sua mandíbula em formato de foice agarrada firme na presa. No …

Mataram um crocodilo de meia tonelada e 4,5 metros depois de 50 anos de perseguição

Notícia triste para quem luta pela preservação do meio ambiente. Conhecido como Demônio, um crocodilo de meia tonelada e 4,5 metros, que segundo moradores aterrorizava vilarejos na ilhas Bangka Belitung (Indonésia), foi morto na semana …

China diz que encontrou traços de coronavírus em frango brasileiro

Carga de asas de frango que chegou a Shenzhen, no sul do país asiático, foi confiscada. Funcionários da alfândega que entraram em contato com alimentos foram testados, mas exames deram negativo. Traços do novo coronavírus foram …

Vacinação em SP começa em janeiro, segundo diretor do Butantan

Com a pandemia, inúmeras empresas estão dedicadas ao desenvolvimento de uma vacina que possa ajudar na luta contra a COVID-19. Nesta quarta-feira (12), o diretor do Instituto Butantan, Dimas Tadeu Covas, afirmou que o estado …

Descoberto "Stonehenge de madeira" de 4.500 anos em Portugal

A estrutura de madeira achada é a "única na pré-história da Península Ibérica", explicou o arqueólogo que lidera as escavações. Durante uma escavação no sítio arqueológico de Perdigões, arqueólogos descobriram uma estrutura para fins cerimoniais de …

Coronavírus reaparece na "protegida" Nova Zelândia e gera alerta

A detecção de quatro casos de transmissão local do novo coronavírus, depois de mais de 100 dias sem o vírus, levou as autoridades da Nova Zelândia a restaurar a quarentena em Auckland, cidade mais populosa …

Viagem aos anos 90: Airbnb abrirá reservas para pernoites na última Blockbuster

Quem viveu o boom das locadoras nos anos 90 sabe que ir até uma Blockbuster ou redes semelhantes de VHS e DVDs era um verdadeiro programa de final de semana: a experiência de assistir a …

Joe Biden escolhe Kamala Harris como candidata a vice

Senadora eleita pela Califórnia pode se tornar a primeira mulher vice-presidente dos Estados Unidos, caso chapa democrata derrote Donald Trump em eleição de novembro. O candidato à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta terça-feira …

Bilionários do Vale do Silício apostam em bunkers para vencer fim do mundo

Esqueça a vida no espaço: bilionários do Vale do Silício estão se preparando para o apocalipse comprando bunkers. A parte mais abastada da população mundial tem se mostrado interessada em adquirir “buracos na terra” equipados para …