Ataque químico na Síria foi encenado, diz general russo

(dr) Maysun

Em coletiva de imprensa, o general do Estado-maior russo, Viktor Poznikhir, acusou a oposição de ter encenado o ataque com armas químicas contra Douma.

O general russo Viktor Poznikhir afirmou nesta quarta-feira (12) que a situação em Ghouta Oriental, último grande base rebelde na Síria, “está completamente estabilizada” e acusou a oposição de ter encenado o suposto ataque com armas químicas contra Douma.

“As forças armadas russas concluem sua operação humanitária maciça em conjunto com as forças governamentais sírias” na região, disse o general do Estado-Maior russo em coletiva de imprensa.

Poznikhir disse que os últimos combatentes rebeldes “estão neste momento saindo de Douma” e “não houve nenhum disparo ou confronto nos últimos cinco dias” em toda a região de Ghouta, nos arredores de Damasco.

No total, 41.213 pessoas, incluindo 3.354 rebeldes e 8.642 familiares de rebeldes, deixaram Douma com a ajuda das forças russas, afirmou.

Nesta fase, afirmou, a partir desta quinta-feira (13), a Rússia vai fornecer suas unidades de polícia militar para Douma a fim de garantir a segurança da cidade. “Uma unidade da polícia militar russa será destacada a partir de quinta para garantir a segurança, manter a ordem e organizar a assistência aos habitantes de Douma”, disse.

O general disse, por outro lado, que o ataque químico contra Douma, que a oposição e países ocidentais atribuíram às forças do regime, foi “encenado para as câmeras” pelos “capacetes brancos”, organização de voluntários que resgata vítimas das zonas controladas pelos rebeldes.

“Operando exclusivamente nas fileiras dos terroristas, os capacetes brancos encenaram mais uma vez para as câmeras um ataque químico contra civis na cidade de Douma”, disse o general. Segundo Poznikhir, oficiais russos recolheram amostras em Douma nas quais não foi detectado qualquer vestígio de um ataque químico.

Além disso, afirmou, médicos de um hospital local disseram aos comandantes russos que não trataram nenhuma vítima do suposto ataque e residentes de Douma disseram não ter tido conhecimento de qualquer funeral de vítimas de um ataque químico.

O general insistiu que as alegações contra as forças sírias são “falsas” e repetiu a disposição da Rússia para garantir a segurança de peritos independentes que se deslocam à região para investigar o ataque.

Khuder Al-Issa / Unicef

Menino sírio

500 pessoas com sintomas de exposição a ataque químico em Douma

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), citada pela TSF, 500 pessoas apresentaram sintomas consistentes com a exposição a ataques químicos.

A OMS condenou o suposto ataque químico do regime de Assad e pediu acesso imediato a Douma para dar assistência às vítimas. O regime sírio é acusado de ter usado armas químicas em ataques no sábado (7) na cidade de Douma, arredores de Damasco.

No entanto, o regime de Assad continua a negar o uso de qualquer arma química. A OMS citou relatórios que confirmam a morte de, pelo menos, 70 pessoas devido à exposição a elementos químicos.

À BBC, Peter Salama, da Organização Mundial de Saúde, exigiu “com caráter imediato o acesso irrestrito aos afetados, de forma a avaliar os impactos na saúde e fornecer uma resposta abrangente de saúde pública”.

Casa Branca desmente iminência de ataque: “Há outras opções”

Depois de na terça-feira (10) Donald Trump ter ameaçado a Rússia dizendo que os mísseis “suaves, novos e inteligentes” estavam chegando à Síria, o presidente dos EUA veio agora afirmar que tem “outras opções” em cima da mesa.

Assim, a Casa Branca desmente a iminência de um ataque, que levou até a Rússia a dizer que está pronta para abater qualquer míssil dos Estados unidos que tenha como destino o território sírio.

A porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, assegurou que os mísseis “não são a única opção. Há outras sobre a mesa”.

Sanders assegurou ainda que o presidente não estabeleceu uma “janela de tempo” concreta e destacou que, durante a manhã, Trump se reuniu com os seus conselheiros de segurança para estudar todas as “possibilidades”.

Tropas sírias controlam a cidade de Douma

O ministério da Defesa da Rússia anunciou que o exército sírio tomou o controle total de Douma, a maior cidade de Ghouta Oriental e última fortaleza dos rebeldes na periferia de Damasco.

Em comunicado, o ministério da Defesa destaca que “a partir de hoje vão estar na cidade unidades da polícia militar das Forças Armadas da Rússia”. Na nota, é também referido que a polícia militar russa “garante a preservação da ordem pública na cidade” da Síria.

Os “últimos rebeldes” da cidade de Douma, último reduto nos arredores de Damasco, entregaram as armas e o líder do grupo Jaich al-Islam abandonou a região, se dirigindo para o norte do país, indica uma organização não-governamental.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Fóssil de pterossauro nunca antes visto de 100 milhões de anos é descoberto na China

Um novo gênero e uma nova espécie de pterossauro dsungaripterídeo, que viveu durante o Cretáceo Inferior, foram catalogados na China após análise de uma mandíbula inferior incompleta. Pterossauros eram répteis voadores que viveram simultaneamente com os …

A consciência é um campo energético: afirma estudo

Uma nova ideia incomum em neurociência sugere que nossa consciência é derivada de um campo de ondas eletromagnéticas emitidas pelos neurônios quando disparam suas cargas elétricas. A ideia é que essas ondas de atividade elétrica sejam …

Pais gays viram alvo de investigações na Rússia

Alguns anos atrás, o advogado Vladimir (nome modificado), morador de uma grande cidade russa, decidiu ter um filho com o auxílio de uma mãe de aluguel. Sua família inteira ficou contente quando uma menina nasceu. …

Líbano: Saad Hariri volta ao posto de primeiro-ministro para formar novo governo

Saad Hariri foi nomeado novamente primeiro-ministro do Líbano, com o desafio de chegar a um acordo com as várias forças políticas do país e formar um governo capaz de realizar as reformas necessárias para …

Alunos incentivam câmeras ligadas para que professores não ‘falem’ com telas em branco

Para amenizar a sensação de solidão de professores em aulas online, alunos norte-americanos começaram a usar o TikTok para incentivar mais estudantes a abrirem as câmeras durante encontros educacionais à distância. A usuária da rede social …

Identificada a causa da maior extinção em massa na história da Terra

A vida na Terra tem uma história longa, mas também extremamente turbulenta. Em mais de uma ocasião, a maioria de todas as espécies foi extinta e uma biodiversidade já altamente desenvolvida reduziu para um mínimo …

Cães farejadores de covid: eficazes e baratos, mas esnobados

A Europa está em pânico em meio ao segundo surto de covid-19, com taxas de contágio explodindo e os PIBs despencando. A Bélgica acaba de anunciar que não mais testará cidadãos assintomáticos, mesmo que tenham …

Bolsonaro é avaliado positivamente por 37% da população, diz pesquisa

Entre os que souberam do dinheiro na cueca do senador Chico Rodrigues (52%), 74% não mudaram sua avaliação sobre o presidente Bolsonaro. Os que mais mudaram de opinião foram os pesquisados com ensino superior (26%) …

Tribunal Constitucional da Polônia invalida direito ao aborto por malformação do feto

O Tribunal Constitucional da Polônia invalidou nesta quinta-feira (22) uma disposição que permitia a interrupção voluntária da gravidez (IVG) em caso de malformação do feto. Uma vez que a decisão entre em vigor, apenas o …

Estudo descobre 1,8 bilhão de árvores no deserto do Saara e no Sahel

Um estudo publicado na revista Nature descobriu que na região do Saara Ocidental e no Sahel, há mais de um bilhão de árvores. No meio da aridez do local, a surpreendente descoberta colocou um novo …